O adestramento é mais importante (e divertido) do que você imagina

Quem nos acompanha sabe que estamos sempre buscando as melhores dicas sobre comportamento animal. Adivinhem só quem é nosso novo parceiro?

Esse é o Paulo Pinto, adestrador e franqueado da Cão Cidadão, uma das maiores companhias de adestramento do país. Estamos muito animados! Pra começar, hoje ele vai falar sobre a importância do adestramento. Confiram!

“Olá, leitores do blog da ONG “Amigo não se compra”. Tudo bem?

Iniciamos uma parceria de conteúdo entre a Cão Cidadão e o blog e, daqui para a frente, de forma mensal, compartilharemos conteúdos voltados ao comportamento do pet. Além disso, esse espaço será destinado para que os tutores coloquem as dicas em prática e promovam uma melhor convivência com seu melhor amigo.

Nós, da Cão Cidadão, esperamos que vocês gostem.

Boa leitura!

A importância do adestramento

A primeira coisa que vem à cabeça quando temos um pet e ouvimos a palavra adestramento é: “mas ele não vai se apresentar em shows, nem vai me defender, pois não é de guarda, então, por que adestrar?”

E a resposta mais legal é que você deve adestrar o seu amigão para que ele possa justamente continuar sendo seu companheiro em diversas ocasiões e em diversos locais, uma vez que aprendeu a se comportar e a se comunicar melhor com seu tutor.

O adestramento, além de tornar o pet mais sociável, ensina a ele os comportamentos desejados e esperados em cada momento e em cada ocasião, como se comportar em bares, shoppings, na recepção de visitas em casa, além de fazer suas necessidades no local correto e não morder móveis e objetos, nem apresentar agressividade ou compulsões.

Ensinar truques, como comandos, ao seu amigo peludo é muito divertido, pois promove um momento único de interação entre vocês.

Essa interação e cumplicidade vai aumentando à medida que os treinos seguem e que ele aprende novos truques. E ele vai se sentir cada vez mais importante para você e melhorará a sua forma de comunicação, fazendo com que seu dono entenda cada vez mais o que ele quer e o que ele gosta.

É Mito!

Existem alguns mitos sobre adestramento que devem ser desfeitos, vamos ver?

🤔 Só cães novos aprendem.

MITO! Seu amigo de qualquer idade pode aprender, não existe idade inicial nem idade final. Todos estão aptos. O que acontece é que quanto mais velho, mais dificuldade o cão terá em aprender, o que não o impedirá de ir adiante com um bom treinamento e muita paciência.

🤔 Tem raças que não aprendem.

MITO! Todas as raças de cães e gatos aprendem, na verdade, todo pet pode ser adestrado.

🤔 Ensinar truques não serve para nada.

MITO! Serve tanto para aprimorar a comunicação entre vocês, como para promover ao pet exercícios físicos e mentais, além de ser uma saída segura. Por exemplo: se seu cão sabe o comando “Fica”, mesmo que um dia você abra a garagem sem querer, ao ouvir seu comando o animal poderá deixar de sair correndo e sofrer um atropelamento. São inúmeras situações que um simples comando pode evitar.

Pra começar: passo a passo do comando “Senta”

Com o seu cãozinho de frente para você, mostre-lhe um petisco e vá levantando o petisco acima do nariz dele, de forma lenta e contínua. O seu peludo levantará a cabeça para olhar a comidinha e vai sentar para ficar mais confortável.

Quando ele sentar, dê-lhe o petisco. Nas próximas repetições do exercício diga “Senta” apenas uma vez um pouco antes de ele sentar, e logo ele sentará quando você pedir.

Divertido, não?”

Gente, eu amei essas dicas! Vamos combinar uma coisa: tenta aí da sua casa fazer o comando senta, quem conseguir publica na nossa página do Facebook que a gente compartilha! 🐶

Mas, epa! Você ainda ficou com alguma dúvida? Tem alguma experiência pra compartilhar? Deixa tudo aqui nos comentários pra gente!

Até a próxima! 😉

 Conheça nosso grupo quase secreto no Facebook. 🕵️‍♀️

Banner Amigo adotar

Leave a Reply to Amigo Não se Compra Cancel Reply

3 Comentários

  1. Natalia

    Meu gatinho faz xixi na caixa de areia, mas só faz cocô do lado de fora, ao lado dela. Já tentei trocar a areia e trocar a caixa de posição, mas de algum modo ele definiu que xixi se faz na caixa e cocô se faz no chão. Será que o pessoal da Cão Cidadão tem alguma dica pra me ajudar?

    • Amigo Não se Compra

      Olá, Natalia!

      Alguns gatinhos não gostam de fazer xixi e cocô na mesma caixa. Já li vários relatos de pessoas que precisam ter a caixinha do xixi e a caixinha do cocô para eles não fazerem no chão.
      Eu vou levar sua dúvida para o Paulo, adestrador da Cão Cidadão, mas enquanto isso, você pode ir testando essa estratégia de 2 caixas.

      Um abraço,

      • Fabiana Xavier

        Olá, Natalia!

        Conversei com o Paulo e ele me disse que a minha dica pra você esta correta, mas também acrescentou o seguinte: “Eu sugiro colocar mais uma caixa de areia, e colocar uma camada mais grossa, mais de 5cm de areia de forma uniforme, assim ele poderá cavar bem antes de usar a caixa.
        A segunda caixa de areia, deve ser diferente em cor e formato da primeira, para ficar bem claro para ele que é outra caixa, e também deve ser colocada um pouco distante da primeira.”

        Espero que ajude!

        Um abraço,

Next ArticleBella: uma surpresa no capô do carro, parte V