Animais de rua são um problema ou o problema somos nós?

O bate papo de hoje vai falar de uma coisa muito séria, o abandono de animais. Esse vídeo acima mostra o quanto difícil e dolorida é a vida de um animal de rua. Gostaria que me acompanhassem em uma breve reflexão do porquê de isso acontecer em pleno século XXI mediante a facilidade de acesso a informações que temos. 

Existem milhares de animais abandonados, até aí nenhuma novidade. Em termos de abrigos, são centenas, também nenhuma novidade. Animais abandonados morando nas ruas, aos milhares e novamente nenhuma novidade.
Mas por que será que encaramos isso como nenhuma novidade? Por que será que mesmo sendo senso comum o número de animais abandonados só cresce e não diminui?
Existem muitos fatores que levam animais que nascem tão fofinhos, lindinhos viverem uma vida miserável, cruel e de puro sofrimento até morrer, ainda jovem.
E nem vou entrar aqui na quesito mais óbvio e básico de todos que é a castração, onde falamos em quase todos os artigos e lemos em praticamente em todos os sites de animais.
Nós já entendemos que o fundamental é castrar, mas ainda assim existem outros fatores que levam a esse número absurdo de animais abandonados.
Eu vou falar sobre alguns deles, mas fiquem a vontade para completar a lista depois.

Animais como objeto

dog

Algumas pessoas querem ter um animal, mas não quer que ele seja um animal e sim um troféu. Exigem raça, porte, linhagem, querem exibicionismo e isso movimenta um comércio cruel.
Aquele cãozinho fofo, muitas vezes vem de um lugar horrível onde sua mãe foi amarrada e obrigada a cruzar exaustivamente com vários cães para garantir a gravidez. Essas cadelas sofrem e muitas vezes quando não podem mais engravidar são abandonadas na rua mesmo, a própria sorte, entregue a uma morte dolorosa pra quem já sofreu em vida também. Fizemos um artigo bem detalhado sobre esse tema aqui e você conferir em detalhes sobre o que estou falando.
Aí você me pergunta, isso acontece com todos os cães de raça? Não! Mas é importante ter em mente que é com a grande e esmagadora maioria.
Ninguém é obrigado a gostar apenas de cães sem raça definida e nem obrigado apenas a adotar. A gente sabe que existem infinitas raças e você tem todo o direito de ter preferência por uma. O que a gente pede, é consciência na hora de adotar. Uma vez definido que você quer um cachorro de raça, busque saber de onde ele realmente vem. Como os pais deles foram criados, como ele foi gerado.
Quando você compra, você incentiva um comércio que muitas vezes é cruel. Exigindo do criador conhecer o local de onde eles vem, ver a mãe desse cachorrinho, o local onde é criado, intimida e faz com que ele tenha respeito e seja humano na criação desses cães.
A gente defende a adoção de animais vira latas porque cada vez que alguém opta por contribuir com um comércio, muitos animais vão continuar a Deus dará, mas é claro que todos devem ter direito a um lar repleto de amor, a uma vida digna isso inclui os SRD (Sem Raça Definida) e os de raça.

Preconceito

cat
Algumas pessoas querem um animal, mas ele não pode ter um defeito! Como assim? Nem nós somos perfeitos! Essa que vos escreve não é perfeita e acredite quando digo, caro leito, você tem pelo menos um defeito!
Por que na hora de adotar, o gato não pode ser preto? Não pode ser um animal adulto? Se for idoso então… Não pode ter nenhuma deficiência, falha de pêlo e tem que ser macho!
Algumas deficiências a gente até entende que demanda um cuidado especial e depende de ter alguém ao lado o dia todo, mas existem animais deficientes que ficam bem sozinhos durante o dia.
No nosso site mesmo tem um gatinho que não enxerga de um olho e esta para adoção conjunta aqui.
Temos também uma cadelinha de 4 anos que tem uma patinha atrofiada, mas anda e brinca normalmente e está aqui para adoção.
Isso sem contar nos inúmeros casos de animais que são abandonados quando envelhecem! Acreditem quando digo que tem pessoas que simplesmente jogam seus animais idosos na rua, ou deixam em algum abrigo já lotado, com uma desculpa qualquer.
Animais que são adotados e devolvidos porque latem alto, gatos que arranham sofá, pessoas que se mudam e não tem como levá-los. Na maioria das vezes em casos como esses nem devolvido ao abrigo são, são jogados na rua mesmo.
O que você pretende fazer quando seus pais ficarem velhinhos? Você abandonou seu filho quando ele era bebê e chorava muito? Já imaginou se mudar e ir pra uma casa que não caiba toda família? Além do cachorro quem mais vai ficar?
Reveja ou conheça uma matéria completa sobre adoção especial aqui e veja que é mais simples do que muita gente espalha por aí. Espalhe amor, não preconceito.
Esses animais levam o título de especiais mas não em vão, sabem retribuir amor e carinho mais do que muita gente! Os elefantes nunca abandonam um companheiro na caminhada, os cães andam em grupo porque valorizam as amizades. Sabe quando o coração não cabe mais amor? Ele transborda pelos olhos! Os gatos ronronam porque o coração já está cheio de amor. E os pássaros? Não importa quanto mais árvores o homem destrua, ele sempre nos alegra com um lindo canto.
O que isso tem haver com animais especiais? Eles não não diferentes, nós é que os excluímos de nossas vidas. Os animais são puros e sinônimos de amor.
E amor, ah o amor, ele não faz distinção!
Experimente uma adoção especial de acordo com suas possibilidades e veja o quanto isso pode mudar a sua vida, expandir horizontes, é incrível!
Conheça ou reveja nossa matéria sobre adoção de animais adultos e idosos aqui.

Adoção irresponsável

pugPor mais que a gente fale que animal não é brinquedo tem gente que não ouve!
Antes de adotar veja se é de um bicho mesmo que você precisa, como dissemos nessa matéria aqui eles fazem xixi e cocô e exigem uma certa demanda e mudanças na casa. Se não estiver disposto a isso, por mais que estimulemos a adoção a gente aconselha que você compre uma planta e não esqueça de regá-la de acordo com a espécie porque senão, até elas morrem.
Agora está super na moda livros de colorir, experimente um e se enjoar não terá problemas em deixá-lo no armário.
Seja responsável e ajude a diminuir de verdade o número de abandonos em abrigos e principalmente nas ruas.
A mudança começa por dentro
Sim, a gente não pode exigir do outro o que nem a gente faz.
“Seja a mudança que você quer ver no mundo”, é isso! Espera honestidade? Seja honesto. Espera humildade? Seja humilde. Espera amor? Ame. Espera carinho? Acarinhe. Espera amizade sincera? Seja amigo. Quer companhia para todas as horas? Adote!
Mas não o faça para depois devolver porque o gato mia a noite ou porque o cachorro late durante o dia. Não adote para dar de presente como se fosse um jogo de cartas, você não poderá guardá-lo na gaveta.
Fizemos um post muito bacana de como você, simples mortal pode ajudar a esses peludinhos a encontrar um lar e mudar esse futuro tenebroso que os esperam aqui.
Todos podemos contribuir, adote, doe ração, doe tempo, visite um abrigo, faça um carinho em um animal sem dono.

Faça a diferença

dog and catComo fazer a diferença se eu não posso mesmo adotar? Eu amo animais mas não tenho condições de ter um!
Se essa foi a sua dúvida, no post que citamos acima sobre como ajudar esses anjinhos tem muitas dicas, mas além disso, você pode denunciar os maus tratos na delegacia mais próxima.
Como vimos no vídeo acima, tem gente que se diverte prendendo bombinhas no rabinho do cachorro, isso é crime. No vídeo vimos crianças fazendo isso, mas onde acha que elas aprenderam?
Tem gente que se diverte queimando seus bigodinhos, espantam jogando água quente, dão veneno. Denuncie!
Deixe uma vasilha de água limpa na sua calçada e um pote ração para os cães e gatos de rua.

Juntos podemos sim fazer a diferença e mudar o destino de cães e gatos como esse do vídeo.

Espero que tenham gostado do post de hoje, fiquem a vontade para deixar suas idéias e dicas nos comentários!

Semana que vem a gente volta com mais dicas e cuidados para vocês, até lá!😉

Leave a Reply

Next ArticleToxoplasmose e gatos, mito ou verdade?