Animais e crianças, existe uma combinação melhor?

dogkids1

Há muitos anos diziam que crianças não podiam ficar perto de animais porque poderiam adquirir alergias respiratórias, alergias de contato, que os gatos eram transmissores de asma, enfim, quando uma criança chegava na família os animais saíam. Hoje sabemos que isso tudo é um mito. Você não precisa dar seu pet quando seu bebê chegar, segue com a gente neste post e tire todas as dúvidas que ainda possam existir sobre o assunto!

Se tem uma coisa que anima a família é quando todo mundo está unido e nada mais gostoso que se unirem na hora da escolha de um animal. Antes de adotarem um pet, acho legal conversar com a criança, saber a opinião dela. Saber se ela tem preferência por gato ou cachorro.

Se a criança for bem pequena, tipo 3 ou 4 anos e não tiver nem noção de qual animal prefere, acho legal conversar com ela sobre o membro que vai chegar, para evitar ciúmes. O animal que está por chegar virá para se unir a família e nunca para substituí-lo. O cachorro e o gato tem vantagens diferentes. Com o cachorro você pode sair para caminhar juntos por exemplo, já o gato se adapta melhor em casa e fica bem quando sozinho. Acho legal explicar isso para a criança, não vai poder levar o gato para brincar no play. Mas tanto o gato quanto o cachorro são muito amigos e carinhosos. Serão grandes amigos com certeza!

Os pets e as crianças

girl-640104_1280

Animal sente frio, fome, sede, precisa ser vacinado, medicado quando adoece, tem personalidade, quer brincar, corre, late, mia, faz barulho, vai mudar a rotina da casa (eu acredito que sempre para melhor) mas se você não está preparado para isso, compre um bichinho de pelúcia. Agora, se está preparado para todas essas mudanças saiba que aí está uma grande escola para seus filhos e para você também.

Os animais são ótimos para ajudar a criança a ser mais paciente, atenciosa, ter responsabilidades, além de estimular atividades em conjunto. Vamos ver como isso funciona?

Os animais têm seu tempo próprio, a criança aprende que precisa aguardar o tempo do pet para brincar com ele. Aprende os horários de colocar comida, aprende a trocar água, que tem horas que o bichinho quer dormir, brincar e que a hora do passeio é muito divertida.

E ele traz isso para a vida dele, como exemplo:

  • O Totó tem a hora da comida e ele tem a hora de comer para ir à escola
  • O Totó toma banho e ele também precisa tomar banho
  • Você pode utilizar as atividades diárias do bichinho para te ajudar nas atividades diárias com as crianças

Estudos já comprovaram que o cachorro tem a capacidade de pensar como uma criança. Já as crianças aprendem a lidar com os animais compreendendo que estes são seres com vontades e reações próprias. Uma criança consegue compreender que o animal reage a estímulos, com manifestações de carinho em situações positivas e desagrado em situações negativas. Existe uma comunicação através de gestos e expressões.

Quando a gente tem um animal em casa a família sempre fica mais unida. Eles sempre estão fazendo uma graça, nos fazendo rir. São companheiros e nunca saem de perto quando precisamos. A gente adota porque quer ajudar, mas sempre são eles que nos resgatam muitas vezes de nós mesmos e nos ensinam o amor, companheirismo e a parar um pouco em meio a essa agitação e estresse em que vivemos.

Crescer com um animal pode trazer ainda mais benefícios:

  • Podem ser tornar pessoas mais generosas e caridosas
  • Melhora a auto-estima
  • Aprendem a respeitar o meio ambiente e outros seres
  • Aumenta a interação social

Derrubando um mito

dogkids2

 

Segundo uma nova pesquisa, bebês que convivem com cães e gatos são menos propensos a desenvolver alergias aos animais mais tarde na vida. Em um estudo divulgado pela CNN, os pesquisadores coletaram informações de 566 crianças e seus pais sobre a exposição das crianças aos animais de estimação e seu histórico de alergias. Além disso, quando as crianças completaram 18 anos, eles tomaram amostras de sangue e as testaram para certas proteínas do sistema imunológico (conhecidas como anticorpos) que lutam contra alérgenos de cães e gatos.

As crianças que cresceram em lares com cães e gatos tinham cerca de metade da probabilidade de serem alérgicas a eles quando adolescentes. O corpo se habitua aos alérgenos, e ajuda a criança a construir uma imunidade natural. As bactérias que os cães e gatos deixam no ambiente, não provocam doenças aos humanos, mas estimulam positivamente o sistema imunológico. Bem, isso é uma pesquisa e apesar de positiva para criação de animais com crianças, ainda não podemos afirmar nada. Os médicos ainda não entraram em consenso mas a maioria concorda com esses novos dados.

Equoterapia e Cinoterapia

equoterapia

Equoterapia é uma forma de terapia realizada com cavalos e a cinoterapia é uma forma de terapia realizada com uso de cachorros. Esses são um modo terapêutico e educacional onde os profissionais buscam de forma multidisciplinar e interdisciplinar, nas áreas de saúde e educação buscando o desenvolvimento das pessoas com deficiências ou necessidades especiais.

Durante o contato com o animal é liberado noradrenalina que melhora o sistema imunológico e reduz o cortisol, diminuindo o estresse e relaxando a musculatura de todo o corpo, o que facilita o trabalho do terapeuta. A sessão gira em torno da afetividade e do vínculo que o paciente passa a ter com o animal.

Para os portadores de necessidades especiais, a cinoterapia e a equoterapia ajudam a desenvolver sua independência, auxilia nas atividades de vida diária a resgatar auto-estima e melhorar sua qualidade de vida. Esses trabalhos podem ser realizados tanto com crianças, adultos ou idosos.
Ter um peludinho em casa é tudo de bom, diverte as crianças e tornam o lar cada vez mais feliz!!

Não tenha medo, tenha amor, adote!

E aí gostou do nosso post? Deixe duas dúvidas e opiniões nos comentários!

Até semana que vem!😉

 

Fontes:

  • http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/2013/10/cachorros-tem-sentimentos-como-os-humanos-diz-estudo.shtml
  •  http://www.desafiosaude.pt/saude-familiar/animais-cia/item/164-os-beneficios-dosanimais-de-estimacao-na-formacao-da-personalidade-das-criancas#sthash.LTqLIkJN.dpuf

Next ArticleConheça 7 formas de evitar que seu pet se perca