Ano novo, casa nova!

Em 2019 nós tivemos aqui no Amigo Não se Compra 1.666 animais adotados exclusivamente através do site!

Eu não tenho dúvidas que essa é a melhor maneira de a gente começar 2020: falando de coisa boa, concordam?

Muitas pessoas me disseram que 2019 foi um ano muito complicado, repleto de altos e baixos. Na verdade, mais baixos que altos. Eu acredito. Mas para 1.666 gatinhos e cachorrinhos cadastrados aqui no Amigo Não se Compra, 2019 foi um ano literalmente ímpar! Podemos dizer que foi um ano lindo que proporcionou a eles um lar incrível!

Falando em lar incrível, o que torna o lar um lugar incrível?

Um lar incrível

Assim como nós humanos temos necessidades diferentes, os animais também têm, ainda que seja entre as mesmas espécies.

Há cachorros que precisam gastar mais energia. Precisam passear mais de uma vez ao dia, precisam de brinquedos que podem ser destroçados (como garrafas pet e cordas).

Por outro lado, há cachorros mais preguiçosos, que preferem uma caminha disposta ao sol pela manhã e uma outra caminha à sombra para a sonequinha da tarde.

Com os gatinhos as coisas não mudam muito. Alguns, principalmente os filhotes, têm mais energia para gastar. Para esses, arranhadores, bolinhas de papel e ratinhos com penas graciosas para serem caçados.

Para os gatinhos mais velhos, brinquedos com cat nip e muito respeito às suas aproximadas 18 horas de sonequinhas diárias.

Ei, mas é só isso para eu ter um lar incrível? Calma! Um lar incrível também precisa ser seguro:

  • Telas nas janelas para proteger gatinhos e cachorrinhos fujões;
  • Animais devem ficar longe da cozinha devido ao alto índice de risco de acidentes como queimaduras, por exemplo. Eu sei que não é fácil, tenho 3 gatinhos aqui, mas também não é nada impossível;
  • Cuidados com a saúde. Ninguém consegue ver seu bichinho doente e ficar tranquilo com isso, não é verdade? Por isso, leve seu pequeno ao veterinário e não deixe passar nenhuma data de vacina que o médico indicar;
  • Amor e carinho sem limites!

E quando o animal não se adapta ao novo lar?

Mudar raramente é tarefa fácil. Você lembra do seu primeiro dia no trabalho novo? Comprou um celular top olhou pra ele e se perguntou como usar? Agora, imagina como o bichinho se sente ao chegar na sua casa. É muito esperado que ele estranhe um pouco e mesmo que fique assustado, afinal, é um lugar estranho com pessoas que ele não conhece.

Dificilmente um animal não se adapta em uma casa, o que acontece é que o responsável por ele não sabe como lidar com o comportamento orindo da estranheza da casa nova. E como resolver isso?

Bom, cada caso precisa ser estudado separadamente, mas é comum:

1- Que o animal não consiga dormir a noite: tenha paciência, vai passar. Faça carinho, converse com ele e demonstre confiança. Minha gatinha, quando chegou aqui em casa, me acordava todos os dias às 3h da manhã, eu levantava às 5h para trabalhar, era horrível! Depois de observar, descobri que ela tinha medo do escuro. Passei a deixar a luz do corredor acesa e ela nunca mais me acordou de madrugada. Observe o que causa medo no seu bichinho. Seja paciente e tente só mais um poquinho. Cada animal tem seu próprio tempo de adaptação.

2- Que ele roa móveis, sapatos e outros objetos: isso é um sinal de que o bichinho esta entediado. Compre um brinquedo desses que você pode colocar petisco dentro e ofereça para ele quando sair de casa. Ao retornar, guarde. Tenha sempre brinquedos a disposição, mas não basta comprar e deixar lá no chão abandonado. Você precisa mostrar ao bichinho como brincar e claro, brincar com ele também.

3- O cachorro cresceu demais, socorro! Adotar filhotes sem raça definida (o famoso vira-latas), tem desses riscos mesmo. Quando o protetor conhece os pais do bichinho fica mais fácil ter uma noção do tamanho que ele vai ficar quando adulto. Mas na maioria dos casos, os animais são resgatados das ruas e não é possível saber do parentesco e pode acontecer de eles crescerem mais que o esperado. Mas calma! Isso não é o fim do mundo. Cachorros grandes podem viver bem em apartamentos, mesmos sendo pequeno.

O que você vai precisar?

  • Passear diariamente;
  • Que esses passeios sejam próprios para gastar energia. Jogue bastante bolinha para ele pegar, deixe que ele corra ou ao menos faça uma boa caminhada com ele. E olha o bônus dessa conversa: quando ele se exercita, você também cuida da sua saúde.
  • Não, ele não vai ficar melhor em um abrigo. Lá, os animais normalmente ficam em gaiolas, com hora marcada para pegar sol. E falo com propriedade de quem lida com muitos protetores e conhece as mais diversas estruturas de abrigos. Não é fácil. Eles não passam fome, têm os cuidados com a saúde e por mais que o protetor ame de forma imensurável esses bichinhos, simplesmente não conseguem fazer mais. São centenas de animais por abrigo. Não há espaço para todos. Não há tempo de brincar. Não há como fazer carinho em todos. O abrigo é algo que deveria ser emergencial, não um lugar para viver para sempre. No mais, os animais adultos raramente são adotados, justamente porque as pessoas só querem filhotinhos. 😕

Já tentou várias coisas e nada funcionou?

Opa, então é hora de pedir ajuda especializada! Você já ouviu falar em adestrador? Adestrador é um profissional especializado em comportamento animal. Normalmente, eles adestram cães e gatos. E como é isso? Bom, primeiro o profissional vai conversar com você para entender o que esta acontecendo. Ele vai observar o seu comportamento perante as atitudes do animal e também o que leva o animal a ter tais atitudes.

Depois ele vai te indicar as melhores práticas para cada situação. Você sabia que muitas vezes somos nós que incentivamos um comportamento que muitas vezes não gostamos nos animais? É muito comum o responsável pelo animal reforçar comportamentos errados e depois não sabe como contornar.

Mas atenção: o adestramento não inclui xigamentos e principalmente agressão.

Adotar é um ato de responsabilidade e amor. É um compromisso de longuíssimo prazo e toda família precisa estar de acordo com a adoção. Não existe um tempo padrão para que o bichinho se se adapte, cada um tem seu próprio tempo para se sentir a vontade na casa nova.

Essa casa nova vai ser sempre a mais incrível de todas, porque você mora lá. Então, não o esqueça de levar para onde quer que vá morar. O melhor do mundo, sermpre será perto de você!

Espero que esse 2020 seja um ano incrível para você e que possamos aprender muito sobre o mundo desses pequenos. Da minha parte, prometo trazer muitos textos legais que vão te ajudar a deixar seu lar cada vez mais incrível para seu cachorrinho, gatinho ou ambos!

Até a próxima! 🥂

Leave a Reply