Aprenda como proteger seu cachorro das altas temperaturas

A gente já falou aqui em diversas ocasiões sobre os cuidados que devemos ter com nossos peludos no verão. Mas o fato é que continuamos vendo vários casos onde os cachorros queimam as patinhas no asfalto, casos de desidratação, câncer de pele, enfim, devido a muitas coisas que venho acompanhando pelas redes sociais, hoje vamos voltar ao assunto com novas dicas de como proteger seu melhor amigo desse verão quase insano que temos no Brasil.

Alguns cuidados com os peludinhos no verão não podem passar de forma alguma despercebidos e precisam de nossa total atenção, a hipertermia (elevação da temperatura corpórea) e câncer de pele são um dos maiores riscos nessa época do ano. A infestação de pulgas e carrapatos e alergias a picadas de insetos são outros problemas ocasionados pelas altas temperaturas, nós falamos sobre esse assunto aqui, vale muito a pena reler.

Os cachorros sofrem muito com altas temperaturas e surge também uma série de riscos que exigem dos donos uma atenção especial com os peludos. “Os cães acabam mais propensos a adquirir diversos problemas nessa época do ano por estarem muito expostos ao calor e à umidade”, explica o Dr. Marcelo Quinzani, diretor do Hospital Veterinário Pet Care.

Riscos das altas temperaturas

dog-708376_1280

Alguns dos problemas causados pela forte onda de calor são doenças como hipertermia e câncer de pele, este último bastante comum em cães de pelo curto ou coloração mais clara. “Normalmente, as partes mais expostas ao sol, como pálpebras, ponta do nariz, orelhas ou mesmo abdômen são as regiões mais afetadas”, conta o veterinário.

Para diminuir o risco de câncer de pele, os passeios devem ser evitados em horários do dia em que o sol está mais forte, principalmente quando se tratarem de animais albinos ou despigmentados. Não é necessário suspender as caminhadas diárias, mas sim reduzir o percurso e restringir horários de saída. “O ideal é que os animais estejam utilizando protetores solares nas partes mais expostas como orelhas, barriga e focinhos”, completa.

Um dica bem simples para saber se a temperatura está boa para eles, é você colocar os pés no asfalto. Se estiver muito quente para você, estará muito quente para eles. Evite as queimaduras! Prefira o anoitecer ou bem cedinho, quando o sol ainda não estiver com todo seu potencial.

Hipertermia

A hipertermia (elevação exagerada da temperatura corporal e que acontece em escala bem maior em comparação ao câncer de pele) é causada pela forte exposição ao sol e às altas temperaturas. “Seja em passeios ao ar livre ou até mesmo dentro de ambientes fechados, como carros e canis, a hipertermia pode acontecer rapidamente e colocar o animal em risco de vida”, completa o especialista.

Marcelo conta que o animal não transpira pelo corpo, como os humanos. Sua única forma de trocar calor com o ambiente e equilibrar a temperatura do corpo é pela respiração. “Por isso, se o cachorro estiver com a respiração ofegante além do normal, ele pode estar tendo dificuldade em esfriar o corpo. Quando isso acontecer, o dono precisa buscar ajuda veterinária imediatamente”, esclarece.

Não esqueça de oferecer água fresca a todo momento e se for passear, leve um bebedouro portátil. Se o seu peludinho estiver com resistência à beber água, pense em como esta seu bebedouro. Veja se está limpo, com a água fresca, confira se a altura está de acordo com o porte do seu animal. Veja aqui um post completo que fizemos sobre os tipos de bebedouros e cuidados que precisa ter.

Ectoparasitas

Esse é outro problema muito ocasionado pela temperatura elevada, que apesar de menos grave incomoda bastante cães e gatos, é a infestação de ectoparasitas. “Nesta época do ano, os cães podem sofrer com graves infestações de pulgas e carrapatos e ainda com picadas de mosquitos e pernilongos que podem provocar um incômodo grande e alergias”, explica o veterinário. Isso ocorre porque os parasitas encontram no pelo do cachorro o ambiente perfeito para se instalarem: calor e umidade.

Como refrescar seu peludinho

Para manter a saúde dos cães durante verão, é recomendado que as refeições sejam divididas e oferecidas em pequenas quantidades. “Muitos cães deixam de comer nas horas mais quentes do dia e procuram o alimento somente à noite. É importante oferecer frutas e legumes frios que poderão ajudar o animal a sentir menos calor”, explica o veterinário. Veja aqui 25 alimentos que você pode oferecer ao seu cachorro. “Outras maneiras de ajudar o cão a se refrescar sem ser pela respiração é deitá-lo no chão frio, oferecer água bem gelada ou até mesmo, matriculá-lo em aulas de natação”, completa.
Já os banhos, segundo Marcelo Quinzani, deixam o animal mais confortável em dias muito quentes e podem ser usados como um recurso para deixá-lo mais à vontade. “A tosa também pode ser indicada para animais de pelos mais longos e densos. É preciso somente tomar cuidado com a temperatura da água e do secador, que não devem estar muito quentes”, explica.

Cães  braquicefálicos

dogbeach

Os cachorros braquicefálicos, também conhecidos como focinho achatado, sofrem demais nas altas temperaturas.  Esses cachorros são mais propensos a superaquecer que os cachorros com focinhos longos, e os donos precisam tomar todas as precauções para protegê-los do calor. O superaquecimento pode causar infartos, colapsos e até a morte.

Devido as anormalidades estruturais no trato respiratório, os cachorros com focinho achatado podem ter uma série de problemas respiratórios, eles têm predisposição à colapso de laringe, por exemplo. São mais fáceis de superaquecer que outras raças, isso porque eles não conseguem respirar direito. Eles são incapazes de se refrescar de forma eficiente como geralmente os outros cães fazem, arquejando.

Arquejar é rápido, é uma respiração superficial que aumenta a evaporação de água da língua, boca e canal respiratório superior. Evaporação dissipa o calor como vapor. No entanto nos cães de focinho achatado, o ato de arquejar pode causar um inchaço nas passagens aéreas, causando mais sofrimento e superaquecimento. Então é assim, os humanos transpiram pelos poros e pele e os cães arquejam, agora ficou simples né?

Uma dica muito importante é, se o seu cão desmaiou ou começou a passar mal devido ao calor, tente resfriá-lo imediatamente. Molhe e coloque gelo próximo à cabeça, dê um banho e leve-o ao veterinário o mais rápido possível. Isso pode acontecer tanto em um passeio em um dia quente, como em casa e se estiver igualmente abafado.

Se puder, deixe o seu pequeno no ar condicionado ou pelo menos em um ambiente com ventilador ligado ou bem arejado. Isso vai reduzir as chances de ele passar mal.

Veja em nossa lista se seu cachorro é de alguma dessas raças, se for, ele é um braquicefálico e precisa desses cuidados especiais que citamos acima:

  • Affenpinscher;
  • Buldogue Americano;
  • Cocker Spaniel Americano;
  • Boston Terrier;
  • Boxer;
  • Brussels Griffon;
  • Buldogue Inglês;
  • Bullmastife;
  • Cane Corso;
  • Cavalier King Charles Spaniel;
  • Chihuahua;
  • Chow Chow;
  • Dogo Argentino;
  • Dogue de Bordeaux;
  • Toy Spaniel Inglês;
  • Buldogue Francês;
  • Japanese Chin;
  • Lhasa Apso;
  • Mastife Napolitano;
  • Terra Nova;
  • Pequinês;
  • Presa Canario;
  • Pug;
  • Shar-Pei;
  • Shih Tzu;
  • Tibetan Spaniel;
  • Valley Bulldog.

Vale lembrar que pelo focinho achatado, na hora de dar banho todo cuidado é pouco pois podem se afogar com pouca água.

Os cuidados com nossos peludos devem ir além do verão, mas as altas temperaturas exigem de nós um cuidado especial. Fique atento ao seu pequeno, brinque, paparique, ofereça alimentos adequados às suas necessidades e água, muita água fresca.

Espero que tenham gostado do post de hoje!

Ficou com alguma dúvida? Deixe suas dúvidas e opinião nos comentários! Vamos adorar ler!

Semana que vem a gente volta com mais dicas e cuidados para vocês,

Até lá! ☀🌴

 

Fontes:

  • http://ndonline.com.br/florianopolis/colunas/mae-de-cachorro/14451-caes-e-gatos-de-focinho-curto-ou-achatado-precisam-de-cuidados-especiais-confira-alguns-deles.html
  • http://portaldodog.com.br/cachorros/series_especiais/porque/arqueja/
  • http://portaldodog.com.br/cachorros/saude/cachorros-braquicefalicos-ou-focinho-achatado/
  • http://www.gazetadopovo.com.br/viver-bem/animal/cachorros-de-focinho-curto-exigem-cuidados-extras-no-verao/

 Banner Amigo adotar

Next ArticleZika vírus e Dengue. Veja se o Aedes Aegypti pode afetar seu cachorro