Chocolate é bom pra cachorro?

Chocolate é uma delícia, né? O doce preferido de muita gente, sucesso absoluto em datas comemorativas e, claro, a grande estrela da Páscoa. Todo mundo adora comer chocolate, até nossos amiguinhos peludos! Opa! É aí é que está o problema…

Enquanto para os seres humanos, o único mal do chocolate é engordar, para os animais ele pode ser extremamente tóxico e até letal. Isto ocorre porque o chocolate contém duas substâncias que causam reações adversas no organismo do cachorro: a cafeína e a teobromina.

A cafeína causa agitação, hiperatividade, aumenta os batimentos cardíacos e pode levar até a convulsões. Já a teobromina é o agente intoxicante em si e causa vômitos, diarreia e, em alguns casos, hemorragia intestinal. Combinados, os sintomas podem levar o cão à morte em pouco tempo.

É lógico que o nível de toxicidade varia de acordo com a quantidade de chocolate ingerida e o tamanho/peso do cão. O tipo de chocolate também determina sua toxicidade: quanto mais amargo ou puro for, mais teobromina ele possui e, portanto, mais tóxico é. Mas isto não significa, de maneira alguma, que você possa arriscar e oferecer o doce ao seu cachorro. Afinal, uma vez que ele prove o sabor do chocolate, vai procurar consumir o quanto for possível e a ingestão exagerada, certamente, acarretará consequências graves.

Aqui é importante ressaltar que não há antídoto para a teobromina.

Caso queira oferecer uma guloseima para o seu cachorrinho, procure chocolates feitos especialmente para cães, disponíveis em pet shops. Sua composição não possui as substâncias tóxicas, eles apenas possuem o aroma do chocolate, o que os isenta de perigo. No entanto, a quantidade deve ser controlada. Como qualquer outro alimento, principalmente os “petiscos”, se consumido exageradamente ele pode fazer mal ao seu animal.

Informações dadas, precauções tomada, o Amigo não se compra deseja a todos uma excelente Páscoa!

Next ArticleFumar faz mal à saúde... do seu animal!