Como cuidar de um gatinho filhote

filhote3Gatos filhotes não são difíceis de cuidar. Mas elestêm necessidades especiais que todo novo dono precisa conhecer. Separamos algumas dicas para ajudá-lo a cuidar bem do seu filhote, em todos os aspectos da vida dele.

Alimentação

Gatinhos geralmente começam a comer ração sólida por volta das quatro semanas de idade, quando ainda mamam na mãe. Comida pronta para gatos, que pode ser comprada no supermercado em latas, pacotes, sachês etc., geralmente oferece uma dieta equilibrada. Há várias marcas para escolher e muitos fabricantes fazem comida específica para filhotes. Não é preciso escolher as mais caras; você garante uma boa nutrição se ficar com as mais conhecidas. Procure na embalagem expressões como “todas as necessidades nutricionais para gatos adultos e filhotes”.

Gatinhos podem começar a comer ração seca bem jovens, e a maioria gosta bastante. Recomenda-se que a ração seca esteja disponível o tempo todo, para adultos ou filhotes, independentemente de outro tipo de alimentação. Uma tigela de ração seca vai permitir que eles “belisquem” sempre que tiverem vontade.

Complemente a dieta de seu bichano com carne picada ou moída de frango, boi ou peixe. Mas lembre-se: uma alimentação baseada somente em carne não oferece todos os nutrientes necessários ao seu gato.

Jogue fora a comida deixada no prato. Não ponha na geladeira para dar mais tarde, pois ela pode estar contaminada com bactérias.

Não dê comida de cachorro ao seu gatinho, pois as Kitten eating from a plastic bowlnecessidades nutricionais de cães e gatos são muito diferentes.

De vez em quando, troque a comida que você dá regularmente ao seu filhote, pois eles costumam ficar entediados comendo sempre o mesmo e podem se recusar a comer. Isso também ajuda a não criar um gato muito exigente!

Assim como os bebês, filhotes de gatos precisam ser alimentados várias vezes por dia, por isso o ideal é que gatinhos com menos de seis semanas ainda fiquem com as mães. Como regra geral, gatinhos com idade entre seis e doze semanas precisam de quatro ou mais refeições por dia. Seus estômagos são pequenos, e eles não conseguem comer muito de uma vez. Com doze semanas, eles devem ser alimentados três vezes por dia e, aos seis meses, podem começar a comer somente duas vezes por dia.

É claro que a freqüência da alimentação também depende do estilo de vida do dono. Uma pessoa que trabalha o dia todo não vai conseguir alimentar o gatinho com intervalos tão regulares quanto alguém que fica em casa. Além disso, não é sempre que se pode deixar comida de fora para o gatinho, por várias razões.

Uma delas é o clima. Em locais de clima quente não é possível deixar comida úmida de fora o dia todo, pois ela vai se deteriorar e atrair moscas. Formigas também são um problema em alguns locais. Outra razão é que podem existir outros animais que vão comer a comida colocada para o gatinho.

gato comendo2Para o dono que não fica em casa de dia, há soluções para estes problemas, como deixar comida seca para o gatinho lambiscar quando quiser. A comida úmida também pode ser congelada e descongelada, desde que não tenha sido servida.

Se existe o problema de um cachorro comer a comida do gatinho, uma solução é colocar a comida num cômodo como o banheiro ou a área de serviço, fechado com um portãozinho contra bebês; o gatinho consegue passar pela grade, mas o cachorro, não.

Água

Seu gatinho precisa de água disponível o tempo todo. Gatos gostam de água o mais fresca possível e podem se recusar a beber água parada por longo tempo. Por isso, troque a água todos os dias. Use potinhos de base larga, que são mais difíceis de virar.

Alguns bichanos tomam água direto da torneira, no tanque ou na pia. Se conseguir treinar seu gato para fazer isso (e vice-versa), seu felino só terá a ganhar!

Leite

Não dê leite de vaca para seu gato filhote ou adulto. Muitos gatos são intolerantes à lactose, o que pode irritar o estômago e causar diarréias sérias. Você com certeza não quer que seu filhote tenha diarréia quando estiver treinando-o para usar a caixa de areia. A diarréia também pode ser fatal ao gatinho, já que seu corpo se desidrata muito rápido. Gatos recém-nascidos produzem a enzima chamada lactase, que digere a lactose, mas a produção é interrompida depois que eles desmamam. Portanto, nunca dê leite! A água é o único líquido de que seu gato precisa.

Local de dormir

Filhotes costumam se aconchegarfilhote dormindo junto da mãe e irmãos para ter conforto e calor. Por isso, seu gatinho precisa de um lugar quentinho para dormir, principalmente em cidades de clima frio. Há vários tipos de caminhas disponíveis no mercado, mas seu filhote vai ficar totalmente satisfeito com uma caixa de papelão forrada com um cobertor ou colcha. Deixe o forro bem fofo, cobrindo inclusive as laterais da caixinha, para o gatinho se aninhar. Tente deixar a cama bem justinha; gatos adoram ficar enroladinhos em locais apertados.

Uma boa fonte de calor para os bichanos são os próprios donos. É por isso que eles adoram se aconchegar no seu colo e também na sua cama. Por isso, se não quiser que o gatinho durma na sua cama pelo resto da vida, é melhor acostumá-lo desde o início. Coloque a cama dele num local tranqüilo, longe de áreas agitadas, encoraje-o a dormir lá e feche a porta do seu quarto quando for dormir.

Por outro lado, se você gosta que seu filhote durma com você, não há problema, desde que você aceite que ele provavelmente irá fazer isso por toda a vida. Gatos também costumam monopolizar a cama, então é provável que você tenha que dormir no cantinho enquanto ele está espreguiçado no meio dela. A vantagem é que você não vai precisar de um despertador; o gato irá acordá-lo toda manhã com um ronronar no seu ouvido ou uma patadinha no rosto. Assim, ele também espera garantir um café-da-manhã bem cedinho!

Se o filhote passar a maior parte do tempo dormindo, não se preocupe. Gatinhos podem dormir entre 15 e 18 horas por dia!

Caixa de areia

litter boxGatos são instintivamente limpos, por isso treinar seu filhote a usar a caixa de areia é uma tarefa bastante simples. Coloque a areia em uma bandeja de plástico ou uma caixa específica para isso. A areia higiênica ou sanitária na verdade é um granulado de sílica, madeira, trigo ou outro material e pode ser encontrada em mercados ou pet shops. Experimente várias e escolha a que melhor se adapta a você e ao seu gatinho.

Para treinar seu bichano, coloque-o delicadamente na caixa de areia sempre após ele se alimentar ou acordar de um longo cochilo. Dê-lhe um tempo para descobrir o que deve fazer. Seguindo seus instintos, é provável que o filhote cave um buraco, faça seus dejetos e depois os enterre. Elogie-o por qualquer tentativa neste sentido, e ele logo aprenderá a fazer tudo direitinho.

Brinquedos

kitten-playingGatos são animais muito brincalhões. Filhotes, quando acordados, passam a maior parte do tempo brincando e até gatos adultos de qualquer idade brincam de vez em quando. Há vários brinquedos à venda no mercado, mas você não precisa gastar muito, já que gatinhos adoram brincar com brinquedos caseiros também. Leia mais sobre como fazer brinquedos para seu gato aqui.

Brincadeiras agressivas

Muitas pessoas arranjam filhotes supondo que eles serão sempre fofos e adoráveis; pois saiba que muitas vezes eles só vão querer morder e arranhar! Gatinhos brincam agressivamente porque é da natureza deles. Quando brincam, os filhotes praticam as atividades predatórias que um gato selvagem precisa ter para sobreviver. Mas não desanime: quando crescem, a maioria dos gatinhos deixa esse estágio agressivo e se torna gentil e adorável, sem nunca morder e arranhar.

Para brincar com o filhote sem se machucar, uma dica é usar bichinhos de pelúcia ou bolas de meias no lugar das mãos.

Arranhador

Gatos costumam arranhar tapetes, arranhadorsofás ou móveis para afiar as unhas, pois arranhar permite que as coberturas laterais transparentes das unhas se soltem. Para desviar as unhas do gatinho de sua mobília, consiga um arranhador apropriado – um poste de arranhar (vendido em lojas) ou um tapete velho, por exemplo – e coloque-o perto de onde o filhote costuma arranhar. Quando o bichano estiver afiando as unhas no lugar errado, diga “Não!” calma e firmemente e leve-o até o lugar certo. Faça o movimento de arranhar com as patinhas dele. Elogie-o sempre que acertar, e ele certamente irá aprender em alguns dias.

Escovação

Gatos cuidam da própria higiene desde muito jovens, lambendo seu pelo e suas partes íntimas. Entretanto, escovar seu gato regularmente vai ajudar a manter seu pelo brilhoso e saudável.

Gatinhos de pelo curto precisam de pouco mais de uma escovação por semana. Use uma escova de cerdas macias, para não machucar a pele do filhote. Faça movimentos leves, brincando com o bichano para deixar o momento mais divertido. Gatinhos de pelo longo precisam ser penteados diariamente, para evitar nós no pelo. Para isso, use um pente de dentes largos, de preferência um feito especialmente para gatos.

Bolas de pelo

Os pelos que o filhote ingere ao se lamber podem formar bolas em seu estômago, especialmente se ele tiver pelos longos. Bolas de pelo ocasionais não são motivos para alarme; porém, se seu gato vomita uma bola de pelo mais de duas vezes por mês, é hora de pensar num plano de ação, começando com uma ida ao veterinário.

Vacinas

A vacinação é essencial para manter a saúde do seu animal. Se não for adequadamente vacinado, seu gato corre o risco de contrair uma de várias doenças infecciosas, que muitas vezes são fatais. Logo que um novo gatinho chegar à sua casa, ou mesmo um gato adulto, leve-o ao veterinário para ser vacinado.

filhote 4Pulgas e vermes

Mantenha seu gatinho livre de pulgas e vermes. Pulgas, comuns em locais quentes e úmidos, podem causar muito incômodo ao seu bichano, e uma grave infestação delas pode matar um filhote pequeno. Por isso, cuide do problema assim que perceber que o gatinho tem pulgas.

Vermes podem deixar seu gatinho doente, com sintomas como perda de peso, diarréia, vômito, perda de apetite, pelo em más condições e barriga estufada. Filhotes geralmente devem receber vermífugo três vezes com duas semanas de intervalo, e depois a cada dois meses, até os seis meses de idade. Daí em diante, dê vermífugo a cada três ou seis meses. Converse com seu veterinário sobre o medicamento correto. Às vezes uma consulta não é necessária, e o próprio profissional vende o produto.

Castração

É altamente recomendável que você castre seu gatinho. Gatos machos não castrados vão vaguear pelas ruas, entrar em brigas e urinar pela casa. Eles ficam propensos a sofrer machucados e abscessos causados por brigas, o que também vai incorrer em gastos com o veterinário.

Com quatro meses de idade gatinhas já costumam entrar no cio, que ocorre freqüentemente, com somente algumas semanas de intervalo. Quando estão no cio, as fêmeas podem ser muito barulhentas e tentar fugir de casa em qualquer oportunidade. Elas se arriscam a pegar sérias doenças infecciosas por acasalar com gatos desconhecidos.

Gatos machos são castrados geralmente aos seis meses de idade, e as fêmeas podem ser castradas aos quatro meses. Alguns veterinários castram gatos até antes destas idades.

Castrar seu gato vai deixá-lo livre de seus instintos reprodutivos e torná-lo um bichinho de estimação muito mais carinhoso. Além disso, com todos os gatos e filhotes que são rejeitados todos os dias, não há necessidade de trazer mais gatinhos ao mundo. Seja responsável.

Um filhote ou dois?

2filhotesUm gatinho é um ótimo bicho de estimação e uma grande fonte de companhia e entretenimento para seu dono. Dois gatinhos dobram a diversão! Eles vão brincar por horas seguidas, o que também diminui a pressão de o dono ter que brincar com o filhote o tempo todo. Brincando juntos, os gatinhos também aprendem a regular a força de mordidas e arranhões. Depois, quando se cansarem, vão se aninhar e dormir juntinhos. Se você trabalha o dia todo, ter dois gatinhos fazendo companhia um ao outro pode aliviar a culpa de deixá-los sozinhos durante o dia. Ter dois filhotes também resolve a questão de não deixá-los dormir na sua cama. Eles provavelmente vão gostar mais de se aconchegar um ao outro na própria caminha do que na sua. Filhotes que crescem juntos geralmente criam um vínculo por toda a vida e, quando adultos, vão desfrutar muito da companhia um do outro.

Mesmo com todas as vantagens de ser dono de dois filhotes, ter somente um também é perfeitamente aceitável. Gatos são solitários por natureza e não demandam a companhia de outros felinos. Seu gatinho se apegará a você e lhe oferecerá uma vida toda de divertimento.

Ame seu gatinho e trate-o bem. Dê-lhe muito carinho e atenção e você será recompensado com um companheiro leal por muitos e muitos anos.

Traduzido e adaptado por Mailin Kelbert. Clique aqui para ver o texto original (em inglês).

Leave a Reply

14 Comentários

  1. Isabel

    Oi, tudo bem?
    A partir de que “idade” recomenda a ração seca?
    Aproveito para dizer que gosto muito do seu site.

  2. Lilian

    Olá boa noite peguei um gato de dois meses mas não sei o q fazer para ele ficar na caixa dele para ele dormir ele adora a ficar cmg mas ele está cm pulga não sei se posso passar remédio para ele não sei muito o q fazer me ajudem…

  3. sarah

    oi, eu achei um gato filhote em um terreno abandonado ele estava dentro de um caixa tremendo, eu peguei ele e coloquei ele dentro da minha blusa de frio, para ver se ele parava de tremer. Bom eu trouxe ele pata minha casa, eu dei água para ele e peguei algumas rações grátis, mais eu não sei quantos meses ele tem, e eu queria sabe se eu posso dar a comida de gato para ele?

    • Kathleen Souza

      Oii. Tenho 2 gatos machos grandes em casa, e recentemente achei outros 3 gatinhos filhotes, um macho e duas fêmeas, acho q tem uns 3 a 4 semanas.
      O Macho parece q foi mordido por um cachorro da rua, eles Estavam próximo a uma casa abandonada, o macho tava quase morto, ai eu peguei e trouxe tds pra minha casa e comecei a cuidar deles no meu quarto, n levei o macho pro veterinário por falta de dinheiro, mas limpei os ferimentos, e estou cuidando dele e ele esta melhorando aos poucos.
      Ontem fui pra escola de manha e deixei os filhotes no meu quarto, como tenho dois gatos grandes sempre deixo a janela e a porta encostada pra eles n entrar, minha mãe foi e abriu a janela e encosto a porta e desceu pra cozinha, quando fui ver o meu gato mais velho tinha entrado pela janela e batido na gatinha q era idêntica a ele e acabou matando. Agora acabou sobrando só o casal.
      E eu gostaria de saber como eu faço pra acostumar os gatos mais velhos com os mais novos pra q n aconteça mais isso? Tenho medo de deixá-los sozinhos e acontecer o mesmo q aconteceu com a outra gatinha. Pfv me ajudem.

  4. Iago

    -
    -10

    Meu gato não me deixa em paz. Além de estar muito feio, com os pêlos sem vida, ele mia o dia inteiro, mesmo dando atenção a ele. Não se alimenta direito e nem bebe água. Ele está muito fraco e provavelmente vai morrer. Nunca achei que criar gato desse tanto trabalho. Nem meu cachorro deu tanto trabalho assim quando era filhote.

  5. luciane

    CASTREI MINHA GATA COM 5 MESES E MESMO ASSIM ELA VIVE NA RUA, SEMPRE QUE PODE ESCAPA, NÃO SEI MAIS O QUE FAÇO, MORRO DE MEDO QUE MORRA.

  6. Julio Cesar Bernardi

    Olá, gostei muito do site, parabéns!
    Eu adotei uma filhote mas durou apenas 3 dias em casa, com pouco mais de 1 mês, estava aprendendo comer, miava bastante acredito que normal talvez sentindo falta da mãe. Um gato grande da vizinhança entrou em minha casa pelo vitro da lavanderia e pulou o vitro do banheiro também e pegou minha filhote que estava no banheiro enquanto eu havia saído. Fez uma sujeira enorme de sangue por todo banheiro, matou minha querida. Desanimei de ter uma companhia, não sei o por que o gato fez isso, mas Deus abençoe você com sua intenção de ajudar, eu havia lido todas as dicas e estava bastante contente com o que aprendi.

  7. Lucia Helena

    boa tarde. meu nome e Lucia e sou enfermeira.
    encontrei um gatinho de mais ou menos 2 meses que sofreu um acidente, uma tabua pesada caiu em cima da sua cabeça.
    a principio ele parecia morto, mas fiz massagem no peito dele e ele começou a respirar, mas ele so dorme, parece esta em coma.
    nos primeiros dias ele so respirava, agora ele esta começando com movimentos, como sacudir a cabeça, mia as vezes quando mecho com ele, esticar as pernas, e tem feito suas necessidades fisiologicas.
    estou dando so leite sem lactose, ele engoli devagar, mas tenho que estimular e agua em gotas.
    preciso saber qual quantidade de alimento e algo mais nutritivo e valor maior de proteina que posso ofereco, e de quanto em quanto tempo.
    e se voces tem algo para me contar quanto a este caso

  8. Fernanda

    Oi tenho um gato com 45 dias hj ,e gostaria de saber se é normal ele fazer coco so uma vez por dia e beber pouca água.
    Obrigado pela ajuda

  9. Patrícia Helena Parreira

    Gostei muito do texto. Ajudou bastante..Nunca tivemos gato.. E queremos fazer certinho…

  10. Fernanda

    Ameiiiii mas o q eu faço se eu tenho uma gata adulta e eu acabei sê pegar o filhote e ela ja odeia ele?

  11. Leticia

    Adotei uma gata de 4 semanas, porém estou com dificuldades em cria-la. Ela se suja facilmente, e não consigo educa-la a fazer suas necessidades na caixa de areia. Como educa-la ? E como limpa-la (dar banho,etc) ?

Next ArticleLealdade humana - cuidados com um cãozinho deficiente