Conheça 5 raças populares de gatos no Brasil

Com certeza você já ouviu muitas coisas sobre os cachorros de raça. Como determinadas raças desenvolvem certos tipos de comportamento e também sobre doenças comuns a essas raças.

Mas você já parou para pensar que com os gatos isso não é difente?

O site Soma Nutricional Animal listou as 5 raças de gatos bem populares no Brasil. Que tal a gente falar um pouquinho sobre cada uma dessas raças!

1- Persa

Em geral, os gatos persas são muito gentis e carinhosos e se adaptam de forma fácil às famílias, crianças e até a outros animais. Para quem prefere animais comportados, o gato persa é bastante observador e prefere ficar dentro de casa quietinho, sem saltar pelos móveis. 

Expectativa de vida: em média 14 anos.

Problemas de saúde comuns: Apesar de ter o corpo bem desenvolvido e musculoso, o gato persa tem propensão a alguns problemas genéticos. O persa, no entanto, é um dos que mais tem problemas de saúde relacionados à hereditariedade. Um dos motivos é o seu focinho achatado, que pode causar algumas dificuldades para respirar. Mantê-los em um ambiente de temperatura fresca vai ajudá-los a não sofrer tanto com isso, o que também vai auxiliá-lo com a sensibilidade ao calor. Entre os outros problemas causados pelo focinho, estão:

  • Olhos lacrimejantes, que não é de grande preocupação. Basta higienizar os olhos diariamente com soro fisiológico – por seu canal lacrimal ser muito pequeno, é comum que obstrua, fazendo com que haja um acúmulo de secreções na região.
  • Má oclusão dentária;
  • Sensibilidade ao calor;
  • Problemas de pele (micose, coceira, fungos, infecções, seborreia oleosa);
  • Atrofia progressiva da retina;
  • Soença renal policística.

2- Siamês

Os gatos siameses são gatos muito dóceis, curiosos e brincalhões, são considerados gatos bastante sociáveis. No entanto, seu temperamento pode mudar de acordo com o dia, é quase impossível prever se o seu gato siamês estará mais carinhoso ou mais recluso.

Expectativa de vida: de 15 a 20 anos.

Problemas de saúde comuns: Em geral, os gatos siameses são considerados muito saudáveis, musculosos e atléticos, por serem muito ativos e brincalhões. No entanto, como todas as raças, os siameses também sofrem com alguns problemas genéticos mais comuns que podem gerar alguns problemas para eles. As principais são:

  • Doenças respiratórias, como por exemplo a asma e a doença brônquica;
  • Doenças cardíacas, como estenose aórtica;
  • Obstrução nasal;
  • Cálculo na bexiga;
  • Problemas renais.

Outra questão relacionada à saúde e que pede um pouco mais de atenção – e de exames veterinários – é uma doença chamada amiloidose, que é provocada pelo depósito da proteína amiloide em órgãos e tecidos do corpo (especialmente os rins e fígados) e é comum em gatos siameses.

3- Maine Coon

A raça Maine Coon é uma das maiores raças de gatos domésticos. O temperamento dos gatos da raça Maine Coon é descrito como equilibrado e tranquilo. São gatos tidos como sociáveis, companheiros e gentis, que gostam de demonstrar afeto e são muito apegados aos seus humanos. Se relacionam bem com crianças, mas evitam contato com estranhos. São gatos bastante independentes e se adaptam a novos lugares com facilidade.

Expectativa de vida: de 9 a 15 anos.

Problemas de saúde comuns: De forma geral, os gatos Maine Coon são musculosos e saudáveis. Os problemas de saúde desta raça são em sua maioria resultados do seu tamanho. Afinal, os Maine Coons têm geralmente 100 centímetros de comprimento e 41 de altura, algo não tão comum para pets do mundo felino. O principal problema a acometer esses felinos é a:

  • Displasia coxofemoral (de quadril), que pode provocar claudicação dolorosa e mais futuramente artrite. Esse é um problema médico comum em pets de grande porte, como cães de raças médias, grandes e gigantes.
  • Atrofia muscular espinhal, que é um problema genético. A doença afeta os músculos esqueléticos comprometendo sua movimentação.
  • Cardiomiopatia hipertrófica, que é uma doença cardíaca hereditária e
  • Doença renal policística, que é hereditária e pode resultar em insuficiência renal.

4- Angorá Turco

O gato Angorá Turco é uma raça de temperamento tranquilo e calmo, que gosta do equilíbrio entre a atividade e o repouso. Algumas vezes o Angorá é comparado a cachorros já que ele costuma seguir seus donos por todos os lados, o que mostra sua fidelidade e apego. Os gatos Angorá Turcos são animais dóceis e carinhosos. Normalmente eles se adaptam bem e vivem em qualquer lugar, mas geralmente não se mostram muito dispostos a compartilhar seu lar com outros bichinhos de estimação.

Expectativa de vida: de 15 a 18 anos.

Problemas de saúde comuns: o Angorá é uma raça de gatos muito saudável e forte que não costuma a demonstrar doenças congênitas graves. No entanto, os felinos brancos se mostram mais propensos a desenvolver surdez ou a já nascerem surdos, principalmente se tiverem olhos dourados ou com hipocromia (quando as hemácias possuem menos quantidade de hemoglobina que o normal). Além disso, podem desenvolver:

  • Cardiomiopatia hipertrófica: que é um espessamento (hipertrofia) do músculo cardíaco, o que resulta no volume reduzido de sangue dentro dos ventrículos, reduzindo assim o volume de sangue que o coração bombeará para a circulação sistêmica.

Essa cardiomiopatia pode gerar falência cardíaca, tromboembolismo arterial sistêmico, podendo levar até à morte súbita.

5- Ragdoll

Esses gatos são muito dóceis, atenciosos e amáveis. No entanto, são também bastante carentes de atenção e não são recomendados para pessoas que passam muito tempo fora de casa. Ele gosta de carinho, atenção e de ficar brincando com a sua família humana. Por ser um “gato canino”, ele é considerado bem sociável, se dando bem com crianças, outros animais e até com visitas! Eles gostam de espaço e é necessário praticar atividades físicas com eles.

Expectativa de vida: de 12 a 17 anos.

Problemas de saúde comuns: o Ragdoll é uma das raças com menos propensão a problemas de saúde. Considerado muito saudável, ele ainda assim pode chegar a ter problemas por conta de sua genética. Entre as mais comuns, estão a:

  • Cardiomiopatia hipertrófica,uma doença do coração que é hereditária, conforme explicamos anteriormente na raça Angorá Turco.

Se comparado a outros gatos, é importante saber que os Ragdolls têm uma massa de gordura maior na barriga. Devido ao seu tamanho avantajado, confirme um possível obesidade com o médico veterinário de confiança.

Bonus

Vira-lata

Os gatos sem raça definida (SRD) são maioria em nosso país. Falar sobre o temperamento de um pet de raça já é algo difícil, quando falamos de animais sem raça definida, isso é ainda mais complexo. Em abrigos, encontramos vira-latas ou SRDs muito tranquilos, mas também alguns bem animados e ativos. Isso vai depender não somente de questões genéticas, mas também da criação do gatinho e de fatores subjetivos de cada indivíduo. De modo geral, os vira-latas são bem apegados aos humanos e adoram a ideia de ter uma casa só pra eles cheia de amor!

Expectativa de vida: em média 20 anos, quando criado indoor, ou seja, sem acesso a rua.

Problemas de saúde comuns: Há quem considere os pets sem raça definida mais saudáveis do que os de raça pura, mas isso se deve a um tipo de seleção natural que ocorre especialmente com aqueles que nascem em situações mais extremas, em que os mais frágeis acabam não resistindo às adversidades. Apesar disso, é sabido que gatos que vivem em situação de rua são propensos a doenças como a FIV e FeLV (imunodeficiência e leucemia felina, respectivamente).

Eu tenho 3 gatos vira-latinhas lindos e são super saudáveis e amorosos. Se você, assim como eu, admira todos os gatos de raças, mas não abre mão de ter um vira-latinha pra chamar de seu, pode adotar no Amigo Não se Compra.

Se você se empolgou com nossa matéria dessa semana e quiser comprar um gatinho, leia nosso texto sobre compras de animais. Citamos os cachorros, mas os processos para gatos não são diferentes.

E aí, você já conhecia essas raças? Qual você mais gostou? Se quiser uma parte 2, escreve aqui nos comentários.

Até a próxima! 🐈

Fontes:
Pet Love
Perito Animal
Vet Smart

Leave a Reply