Conheça os benefícios da adoção conjunta

Quem consegue viver sozinho? Todo mundo precisa de alguém! É muito bom ter companhia no almoço ou café, companhia pro cinema e pra pizzaria depois do filme, praia com amigos é sempre melhor e ninguém joga futebol sozinho não é verdade?

Já se imaginou passando o dia inteiro sozinho em casa, no silêncio absoluto sem ninguém para conversar? Todos os dias, essa mesma rotina? Chato né? Já parou para pensar que essa pode ser a rotina do seu peludo?

Já parou para pensar que das cerca de 10h que você passa fora de casa seu peludo fica sozinho? Chato né?

Adotar dois  animais pode ser uma ótima solução, veja bem:

1- Mesmo tempo gasto nos cuidados

Quando você tem dois animais em casa precisa de praticamente o mesmo tempo para cuidar da higiene e saúde que gasta com um. Quando for pôr comida, água, trocar areia ou mesmo levar para passear, vai dispor do mesmo tempo que leva para cuidar de apenas um animal. Sem contar as consultas médicas periódicas, que também podem ser realizadas com os dois peludos no mesmo dia.

2- Evita problemas como estresse, ansiedade ou depressão

É muito comum animais que passam muito tempo sozinhos sofrerem de ansiedade, estresse ou depressão. Já reparou como seu cachorro te recebe quando você chega em casa? Ele pula, late, roda, fica eufórico e muitas vezes passa o dia sem comer, isso pode ser sinal de ansiedade ou estresse.

Se ele come exageradamente quando você está ou quando fica muito tempo sozinho também pode significar depressão. Deixar de brincar, urinar ou defecar pouco também pode ser um sintoma, assim como casos de diarreia frequente. Na dúvida, consulte seu médico veterinário de confiança.

Ter dois animais em casa muitas vezes evita esse tipo de doença, pois um faz companhia para o outro. Passam o dia brincando e se divertindo e não sentem tanto nossa ausência enquanto estamos no trabalho.

3- Adoção conjunta mantém a família unida

Alguns animais passaram várias situações difíceis juntos, seja por terem vividos juntos nas ruas, seja porque foram os únicos que não foram adotados na ninhada. Muitos peludos simplesmente são muito unidos e não conseguem viver separados, até podem adoecer se separados.

angephil

Angelina e Phil foram resgatados juntos e desde então, não se separam mais❣

Sabe esses dois aí da foto? São a Angelina e o Phil, eles foram resgatados juntos quando eram bebês e foram criados juntos, são muito ligados um ao outro. Já foi tentado a doação em lares separados mas não deu certo. Eles não sabem viver longe um do outro. Eles merecem ou não uma chance de serem adotados juntos?

Para mais informações ou adotar essa duplinha gostosa é só conferir aqui.

4- Os gastos são proporcionais

Sim, se formos falar em gasto, é claro, o gasto é proporcional. Se você não tem condições de arcar com os cuidados de dois, ok. Não adote. Precisamos pensar em vacinas e cuidados médicos em dobro. A gente super apoia adoção, a gente torce muito por uma adoção conjunta, mas a gente só fica feliz com adoções responsáveis.

5- O que você vai economizar adotando dois ou três

Claro que adotar dois ou três trás benefícios pro bolso também, veja só.

  • Caminha pode ser dividida (acredite, mesmo tendo que dividir uma cama, serão mais feliz em um lar do que em um abrigo lotado ou vivendo obrigatoriamente em lares separados);
  • O gasto com ração, areia e tapete higiênico é praticamente o mesmo (a diferença entre sustentar um ou dois animais é quase imperceptível, afinal, onde come um, comem dois. Onde comem dois, comem três, rs);
  • O banho de dois animais leva praticamente o mesmo tempo e o gasto com shampoo é praticamente imperceptível;
  • Economia de tempo conta? Claro que sim! Nessa correria do dia a dia, você pode levar os dois cachorrinhos para passearem juntos e forem dois gatinhos, menos trabalho ainda, porque eles não gostam de sair;
  • São ótimos companheiros e o amor dobrado vai encher sua família de energia boa!

Ter um peludo em casa é bom, mas ter dois é melhor ainda! Faça essa experiência, faça uma adoção conjunta! Como segunda opção, para quem já tem um, ofereça lar temporário e se achar que o processo foi gratificante (tenho certeza que será) você poderá ficar com o peludo, caso contrário, se você não se adaptar, siga o ritmo normal do lar temporário e fique com ele só até conseguir um lar definitivo.

14876100_778345798970039_738127984_o

Boris e Samanta não se desgrudam desde bebê❣

Boris e Samanta foram resgatados com apenas 10 dias de vida. Eles foram abandonados em uma caixa e estavam muito doentinhos, tiveram que ser alimentados na mamadeira para sobreviver.  Eles são super dóceis e bem independentes dos humanos, mas muito dependente um do outro. Hoje estão com 1 aninho, são companheiros e podem ser grandes amigos para qualquer humano que saiba trocar carinho e amor. Para levar essa dupla pra casa é só clicar aqui.

Conta pra mim aqui nos comentários, quantos peludos você tem em casa? Se você me disser um, eu vou saber que é feliz, mas se disser dois ou mais, vou saber que é muuuuiiiito feliz❣

Espero que tenham gostado do post de hoje!

Semana que vem a gente volta com mais dicas e cuidados para vocês, até lá! 🐱🐶

 Banner Amigo adotar

Leave a Reply

2 Comentários

  1. maria luiza de jesus jesusn

    Como consigo comprar vacina para meu cão?

    • Fabiana Xavier

      Olá Maria Luiza,
      As vacinas são oferecidas em clínicas veterinárias e plicadas por um médico veterinário.

Next ArticleSaiba tudo sobre convulsões em cães