Mitos e verdades sobre banho em gatos

Banho em gatos é sempre um tema polêmico e cercado por grandes discussões. Mas hoje, vamos esclarecer várias dúvidas acerca do assunto. 

Eu mesma tenho uma gatinha brava, que aliás, já foi tema de várias pautas aqui no blog, chamada Ruby. Mesmo com tanta braveza, ela não liga de tomar banho. Mas será que faz mal?

E aí, é mito ou verdade que os gatos podem tomar banho?

DEPENDE! Não há problema algum em dar banho nos gatos, desde que o veterinário autorize. O que será levado em consideração é se o banho será benéfico ou prejudicial ao animal. Por exemplo: o excesso de banhos pode tirar a proteção natural do pelo do gato. No entanto, o banho pode ser recomendado em casos especiais, como por exemplo, doenças de pele do gato ou para aliviar sintomas de alergias dos donos. Mas sempre converse com o médico veterinário do seu gatinho antes de iniciar uma rotina de banhos.

Minha Ruby saindo do banho, quando ainda era só um saquinho de pulgas.

É mito ou verdade que os gatos são autolimpantes?

É VERDADE! A lingua do gato é como um velcro e ao se lamber ele retira as impurezas e pelos soltos que estão sobre seu lindo corpinho. Ele ingere esses pelos que depois são eliminados pelas fezes ou nos vômitos, são as famosas bolas de pelos. Por isso, é importante que você o escove regularmente, ainda que ele viva se lambendo.

É mito ou verdade que ao dar banho nos gatos, os processos de alergias dos humanos podem melhorar?

É VERDADE! O banho ajuda na limpeza, retirada de pelos que estão soltos, no tratamento de dermatites, nos casos de alergias dos tutores, mas desde que o animal se deixe ser manipulado de forma adequada.

É mito ou verdade que podemos sedar os gatos para dar os banhos?

DEPENDE! Alguns gatos ficam muito estressados. As vezes precisam até de sedativos para que possam ser banhados ou não se deixam secar, ficando úmidos favorecendo problemas de pele e baixa de imunidade. No entanto, é importante ressaltar que nesses casos, a sedação só deve ser feita com uma indicação e supervisão médica adequada.

É mito ou verdade que os banhos nos gatos só podem ser feitos a cada 3 meses?

É MITO! A frequência dos banhos é variada, pode ser até semanal em alguns casos.  Depende do ambiente em que o animal vive, se são banhos terapêuticos, se tem muito contato com pessoas mais sensíveis (bebês, idosos ou pessoas alérgicas).

É mito ou verdade que gatos com caspa devem tomar mais banhos?

É MITO! A caspa nos gatos podem ocorrer por diversos motivos: pele seca, pouca ingestão de água, obesidade, pouca escovação ou mesmo excesso de pelos mortos que ficam soltos. No entanto, nesses casos, o banho só piora a caspa. A indicação é que você escove diariamente seu gato e nos casos de gatos com muitos pelos, você pode cortar o excesso. Há ainda complementos alimentares que auxiliam no tratamento da caspa. Mas se seu gato apresentar um quadro como esse, procure o quanto antes ajuda de um veterinário.

É mito ou verdade que o melhor lugar para dar banho no gato é no tanque?

É MITO! O melhor lugar para o gato tomar banho é onde ele possa ficar com as 4 patas apoiadas no chão. Isso evita possíveis danos na coluna durante o banho.

É mito ou verdade que os gatos odeiam água fria?

É VERDADE! A temperatura corpórea do gato é maior que a nossa, cerca de 38º/ 39º graus. Portanto, se você der banho nele com água em temperatura ambiente, é provável que ele sinta muito frio. Além de dificultar o banho, ele vai ficar mais estressado que o necessário.

Dicas para um banho sem estresse!

Conversei com o nosso amigo, Paulo César Pinto, adestrador da Cão Cidadão, e ele nos deu dicas valiosíssimas sobre como dar banho nos gatos de uma forma mais confortável para eles.

Dica 1: O local do banho

Leve o seu gato algumas vezes no local do banho sem ser obrigatoriamente para dar banhos. Se for em casa, no banheiro, deixe que ele brinque um pouco no box ou banheira sem estar com a água. Caso seja em uma pet shop, permita um passeio (passeio de tróia, né? 🙈) para que ele se acostume aos sons, cheiros e pessoas do ambiente em que ele deverá tomar banho.

Dica 2: Sem petiscos

O momento do banho, dificilmente é uma hora confortável para o gato. É comum que ele fique muito estressado e gato estressado, não come. Forçar um petisco só vai piorar as coisas e ele vai acabar fazendo uma associação errada: petisco igual tortura de banho! Não queremos isso. Se ele estiver MUITO confortável com a situação, você pode molhar um pouquinho e oferecer um petisco, molhar mais um pouquinho e oferecer outro petisco. No entanto, o Paulo nos aditanta que é muito difícil de isso acontecer e é aí que vem a nossa próxima dica.

Dica 3: Pós banho prazeroso

Após o banho, é importante secá-lo bem. Depois você pode deixá-lo em um lugar confortável, agradável e com brinquedos que desestressem. Isso vai ser muito mais proveitoso do que oferecer um petisco.

Dica 4: Feliway

O Feliway é um hormônio sintético que simula o feromônio facial felino. Ele traz uma sensação de, digamos, paz, conforto e harmonia para os gatos. Não é um produto muito barato, mas você pode utilizar apenas nos dias que for dar banho no seu gatinho. Há várias apresentações, como spray ou difusor e você pode dispôr no local cerca de meia hora antes do banho. Pode ser levado para a pet shop também. Aliás, o Paulo também disse, que se possível, peça à pet shop que dê banho no gato antes de iniciar o banho dos cachorros. Os gatos são muito sensíveis aos cheiros e pequenos gestos podem fazer a diferença e melhorar esse momento.

Eu comecei a dar banho na Ruby porque quando eu a resgatei, ela só tinha 2 meses e tinha muitas pulgas. Ela nunca reclamou, não é o que ela mais gosta nesse mundo, mas é algo que acontece na maior tranquilidade por aqui. Ainda assim, só dou banho nos dias quentes, com um período maior que 30 dias. Respeito é a chave. Se não há uma indicação clínica e seu gato passa mal, respeite ele. Como vimos, seu gatinho pode tomar banho sozinho e ficar limpinho.

Ficou com alguma dúvida ou tem uma experiência pra compartilhar com a gente? Deixe aqui nos comentários, vamos adorar continuar esse bate papo.

Até a próxima! 🐱🚿

Texto revisado pela veterinária Cecília Amélia Borges de Almeida- CRMV MG 8639 em 31/10/2018.

Conheça o Grupo do Amigo no Facebook e faça parte do nosso clubinho particular!

Leave a Reply