Dê adeus aos móveis arranhados com 6 dicas simples

Quem tem um gato em casa aprende na prática o que é desprendimento com objetos. Tudo é passageiro, então, não vamos perder tempo com pequenas coisas! Vamos logo aprender como resolver essa situação e aproveitar todo amor e carinho que eles têm para nos dar.

É claro que os gatíneos amam afiar as unhas, alguns até gostam roer móveis e objetos. Mas eles fazem isso por um motivo, continue lendo e confira nossas dicas e veja como resolver.

Os gatos são animais adoráveis, apenas um ron-rom e já nos ganham! ❤ Mas além de amor, carinho, fidelidade e lealdade, algumas vezes eles também trazem alguns móveis danificados e chinelos roídos.

Dito isso, vamos à algumas informações para que você entenda os motivos de isso acontecer:

🐱 Demarcação territorial => afiar as unhas nos móveis pode ser sinal de demarcação de território. Outra forma de eles fazerem isso é se esfregando nos móveis e deixando seu cheiro.

🐱 Estresse e/ou ansiedade => muitos peludos passam muito tempo em casa sozinhos e acabam ficando estressados. E ao contrário do que muitas pessoas pensam, uma casa com mais de 5 animais também pode gerar estresse (vamos falar sobre esse tema em um outro momento e prometo colocar o link aqui).

🐱 Excesso de energia => filhotes são mais propensos de afiar unhas em todos os lugares possíveis! São novos, cheios de energia e querem pular, correr, roer e descobrir o mundo: entenda “mundo” como sua casa!

🐱 Falta de brinquedos => gatos precisam de arranhadores para que possam desgastar suas unhas, caso contrário, vão usar os móveis mesmo.


Dica 1: Compre um arranhador

É fundamental que o gato tenha onde afiar as unhas e na falta de um arranhador o que vai sobrar é o sofá. Aliás, ensinamos aqui como você pode fazer um arranhador caseiro.

Mas você pode fazer algo mais simples: sabe essas caixas de papelão? Corte tiras de cerca de 5 cm de altura x 50 cm de comprimento e cole as tiras umas nas outras. Depois pinte a lateral ou encape com papel de presente.

Você ainda pode comprar sisal e enrolar no pé da mesa ou cadeira. Não esqueça que o sisal deve ficar bem juntinho. As pontas você fixa com cola quente.

E olha só essa novidade:

Não me diz que eu fui a única que amou esse modelito? Arranhador de canto de sofa!

Você encontra esse modelo no site Cat Club e olha, não é publipost! Conheço várias pessoas que têm e realmente é muito bom.

Essa parte de tecido (que não sei o nome) desgasta fácil e as vezes rasga, mas dá para contornar com tecido dos tipos de manta decorativas. Resumo: indico! :)

Dica 2: Vai comprar um sofá? Opte pelos de suede

Os gatos amam tecidos como: algodão, linho, chenille, rústico, seda, veludo, couro e courino. Tecidos de tramas mais largas são ótimas para afiar as unhas, por isso é importante ter um arranhador. Mas os tecidos bem fininhos como seda, não aguentam uma boa espreguiçada após o almoço (do gato, é claro). Ao mesmo passo, o couro e courinho não tem vez. Basta um pequeno arranhão e pronto! O sofá já era.

Mas calma, não precisa sentar no chão! O suede é um super tecido que não puxa fio a toa e a própria textura já trás um desconforto para os gatos. É claro, alguns felinos não vão saber disso. Mas acredite, a grande maioria vai respeitar e não vai afiar as unhas no suede.

Dica 3: Ocupe o tempo livre do seu gato

Antes de sair de casa, deixe umas tarefas para serem cumpridas até seu retorno. Exemplo: arrumar o quarto e lavar a louça. Não, espera! Ele não vai cumprir né? Se bem que a louça eu adoraria que a minha lavasse, enfim…

Os gatos basicamente comem e dormem. Dormem muito, cerca de 18h por dia!!! Mas quando eles derem o ar da graça da sua presença não podem se sentir entediados ou vão roer um chinelo, afiar as unhas em na bolsa que ficou na sala ou mesmo no box da cama. Solução: brinquedos!

Listamos nesses links: aqui e aqui como você pode fazer brinquedos caseiros. Mas além disso, coloque prateleiras na área de serviço ou corredor. Aposto que vão adorar ficar nas alturas! Deixe uns petiscos em locais estratégicos para estimular a caça.

Obs: essas atividades também evitam estresse e aliviam ansiedade.

Dica 5: Use produtos próprios para educar os pets

No mercado existem vários sprays que são chamados educares para pets. Funciona assim: você burrifa o produto no local que você não quer que o animal fique e ele vai passar longe. O produto não mancha e pode ser utilizado em qualquer móvel. Também não há riscos para a saúde do gato.

Se por um acaso ele lamber o produto, fique tranquilo. Não há risco de intoxicação.

Dica 6: Seja paciente com os filhotes

Os filhotinhos têm energia para dar, alugar, vender e jogar fora! Mas passa. Eles não vão “botar o terror” para sempre. Só querem brincar e ter um pouquinho de amor e carinho.

Essa fase dura poucos meses e depois da castração é comum que passe. Particularmente acho uma pena, adoro gatinhos sapecas e para mim quanto mais arteiro, melhor. #mejulgue

Dica premium!

Os gatos veem a casa como uma grande floresta. Eles podem tanto ser a presa como a caça. Alguns escalam cortinas, se escondem nos armários, dão bote nos pesos da porta, enfim, uma floresta movimentada. O que você precisa fazer é direcionar o que será a caça e garantir que ele tenha esconderijos seguros.

Não é difícil ocupar um gatinho, ao contrário, são animais de extrema imaginação. Água, comida, carinho e brinquedos são ingredientes simples para um gatinho saudável e feliz.

Aproveite cada fase da vida do seu peludo. Um dia ele não vai mais estar aqui e a vida é muito curta para ficar bravo porque ele desfiou o tapete ou roeu um chinelo velho.

É isso, aí! Semana que vem a gente volta com mais dica e cuidados para vocês, até lá! 🎈

Banner Amigo adotar

Leave a Reply

2 Comentários

  1. Parabéns pela postagem! Vai salvar os meus móveis e deixar meu gato ainda melhor.

    • Fabiana Xavier

      Ficamos felizes em saber que gostou, Rita!

      Um abraço! :)

Next Article6 Presentes para as mães que amam os animais