Quero adotar

home-amigo-1

Que bom que você decidiu adotar um novo amigo! Mas antes de escolher seu peludinho, confira nossas dicas:

 

– Ao escolher seu novo amigo, leve em conta o temperamento dele e veja se ele se adaptará à sua casa. Evite um animal com muita energia se você mora em apartamento, por exemplo. No caso de filhotes, talvez você precise de paciência para educá-los.

Adote um animal já castrado, ou comprometa-se a castrá-lo assim que ele chegar na idade. Isso é muito, MUITO importante! Afinal, uma gatinha ou cadela pode ter cerca de 10 filhotes por ano, e você não conseguirá famílias que adotem todos eles.

– Tenha em mente que você precisará de dinheiro não só para ração e vacinas, mas também poderá gastar com tratamento para eventuais problemas de saúde.

– Assim como as pessoas, um animal também pode ficar doente ou velhinho. É nesses momentos que ele mais precisará da sua atenção e cuidados. Cuide muito bem dele, assim como você gostaria de ser tratado quando estiver doente ou idoso.

– Cães e gatos podem viver 15 anos ou mais e você será responsável por cuidar dele durante todo esse tempo.

– Todos os moradores da casa devem estar de acordo com a adoção. Isso ajuda a evitar que seu amigo seja maltratado ou mesmo abandonado!

– Animais não são brinquedo. Eles têm sentimentos e precisam de cuidados e atenção constantes. Se você não está disposto a ter paciência e dedicar boa parte do seu tempo a ele, compre um bicho de pelúcia!

Se você passa muito tempo fora de casa, que tal adotar logo dois? O trabalho é quase o mesmo, e tem a vantagem de que eles fazem companhia um ao outro na sua ausência.

– NUNCA abandone um animal. Tanto os cães quanto os gatos se apegam aos seus donos, e muitas vezes entram em profunda depressão ao serem rejeitados. Honre sua relação com ele: não seja um amigo-da-onça.

Agora que você já leu todas as dicas, clique aqui e conheça os animais que estão esperando por uma família!

Veja também: