Saiba tudo sobre convulsões em cães

Você sabia que os cães também podem ter convulsões? Por isso precisamos ficar atentos a alguns sinais. A convulsão não acontece do nada, normalmente ela é sintoma de outros problemas de saúde, mas calma, tem tratamento. Vem conferir!


Os cuidados durante e após as crises evitam graves consequências para o cachorro. Doenças cerebrais, inflamações, infecções e tumores são as principais causas do problema. Se você souber como proceder com seu peludo, ajuda a diminuir consideravelmente as chances de o cão se machucar ou ficar com sequelas.

Muitas pessoas nem imaginam, mas os cães também podem apresentar crises de convulsão. Associada às doenças no cérebro, como inflamações, infecções ou tumores que se desenvolvem neste local, a principal característica da convulsão são as contrações musculares involuntárias de todo o corpo e de todos os grupos musculares, mas também pode se manifestar com a perda de consciência ou, até mesmo, comportamentos estranhos.

“É normal os tutores notarem atitudes alteradas do animal em relação ao ambiente, por exemplo, ele aparentar não estar prestando atenção ao local e nem respondendo aos estímulos ambientais ao mesmo tempo em que apresenta contrações musculares bem evidentes”, explica Luis Augusto Sansoni, médico veterinário neurologista do Hospital Veterinário Pet Care. Segundo o especialista, as crises de convulsão também podem ser idiopáticas, conhecidas como epilepsia primária, ou ainda consequência de intoxicações, traumas ou hipoglicemia grave.

Tipos de convulsões

Existem vários tipos de convulsões e as mais comuns são as tônico-clônicas ou generalizadas, e as focais, que geralmente envolvem os músculos da mastigação. “Ocasionalmente, ocorrem as crises atônicas, em que o animal simplesmente perde a consciência e a força muscular por um curto período de tempo”, afirma o especialista.

Crises psicomotoras e psicóticas, onde há apenas uma alteração de comportamento, também podem ser observadas pelos responsáveis. Dentro das crises convulsivas generalizadas, o animal pode defecar urinar, e até mesmo chorar e gritar.

Algumas raças têm maior predisposição a apresentar epilepsia idiopática, principalmente pelo fato de existir uma certa hereditariedade na doença, como o Beagle e o Setter Irlandês. Outros animais tem maior predisposição às doenças inflamatórias do encéfalo, que também levam à crises de convulsão, dentre eles o Yorkshire, Maltês e Lhasa Apso. Raças como Boxer e Golden Retriever possuem mais predisposição ao desenvolvimento de tumor cerebral.

Primeiros socorros

dog

A maioria das crises convulsivas não passa de 2 minutos, mas são as 24 horas após o primeiro episódio as mais críticas. Por isso, o animal deve ser levado ao médico veterinário imediatamente para evitar que uma segunda crise aconteça. “É importante que os responsáveis esperem a convulsão cessar dentro desses dois minutos, para que não haja nenhum tipo de trauma para eles ou para o animal durante a locomoção,” explica.

Em situações como esta, os donos devem manter o animal deitado de lado, preferencialmente em um local acolchoado, evitando beiradas e locais altos. Além disso, nunca deve-se colocar a mão ou objetos dentro da boca do cachorro, pois existe o risco de acontecerem graves acidentes para ambos.

Tratamento e consequências

A convulsão é sempre uma manifestação clínica, e por trás dessa manifestação existe uma causa que precisa ser investigada, muitas vezes através de exames laboratoriais e também de imagens para se chegar a um possível diagnóstico e instituir um tratamento mais adequado.

Em muitos casos, são indicados medicamentos de uso contínuo, que dificultam o disparo dos neurônios, tornando mais difícil a ocorrência de uma crise. Essas medicações apresentam doses individuais e os animais devem passar por reavaliações periódicas com um veterinário neurologista, a fim de evitar a subdose ou overdose de medicação.

O tratamento também pode ser feito por meio de medicamentos específicos intravenosos (benzodiazepínicos). Em casos mais graves, o paciente precisa ficar internado em unidade de terapia intensiva em coma induzido, a fim de cessar a atividade elétrica cerebral.

Uma crise convulsiva pode deixar o animal desorientado imediatamente após o seu término e, em alguns casos, ele pode permanecer com alterações de comportamento como apatia, apetite depravado, sede em excesso, andar compulsivo e agressividade. “Em crises generalizadas e longas, a contração muscular constante pode causar fadiga muscular no animal e, consequentemente, parada respiratória, levando-o à morte. E em alguns casos, também graves, pode causar a morte cerebral,” conclui.

Como vocês puderam ver, os sintomas são basicamente como os que nós humanos podemos ter. Os animais sentem como nós, mas não saber pedir ajuda, por isso é tão importante que você analise seu peludo.

Tire uma vez por semana para fazer um carinho investigativo. Passe a mão por todo o corpinho a procura de algum caroço ou nódulo. Observe se ele reclama de algum lugar que você esteja passando a mão, pode ser que esteja dolorido por algum motivo. Olhe os dentes e observe a cor da gengiva, verifique se há algum machucadinho ou alguma parte sem pelos. Se você notar algo diferente, leve seu peludo ao médico veterinário de confiança o mais rápido possível.

A prevenção é sempre o melhor cuidado!

Você já passou por isso? Seu peludo tem convulsão, como você lida com isso no dia a dia?

Conta pra gente aqui nos comentários!

Semana que vem a gente volta com mais dicas e cuidados, até lá! 😉

 Banner Amigo adotar

Leave a Reply to Fabiana Xavier Cancel Reply

163 Comentários

  1. Paulo Vargas

    Tenho uma Boxer com buldogues, aos 6 anos ela teve a primeira convulsão as 22:45 HS, fiquei apavorado, mas não durou mais que 90 segundos, quando passou voltou ao normal, como se nada tivesse acontecido, levei em imediatamente ao veterinário, prescreveu Gardenal de 100 mg ao dia por 10 dias, como mandei manipular, ficou pronto no dia seguinte as 17 HS, quando cheguei em casa ela estava no meio de outra convulsão, reagiu da mesma forma ao passar a crise, foi iniciado tratamento indicado, quando acabou o tratamento de 10 dias, o veterinário orientou parar e observar, após dois dias teve nova crise, agora toma diariamente 100mg de Gardenal, depois disso observei duas crises leves, puxando o pescoço para o lado e salivando, foi muito rápido, vou levar ao veterinário novamente.

    • Fabiana Xavier

      Isso, Paulo!

      Leve novamente ao médico veterinário ou mesmo busque uma segunda opinião médica para confirmar o diagnóstico.
      Vamos ficar na torcida!

      Participe do nosso grupo secreto no Facebook: https://www.facebook.com/groups/amigonaosecompra/
      Tem um rapaz que já teve um cachorro com o mesmo problema de saúde que o seu. Quem sabe não podem trocar experiências?

      Um abraço!

    • Alexandre Gitai

      E muito assustador o testemunho visual pois você se sente um pouco impotente na hora mais fundamental para acalma-no principalmente quando passa. Ele anda muito estressado Qualquer barulho o mínimo que seja já o incomoda e o medo também apareceu do nada. Tudo ele fica ligado e isto observei que é o que está fazendo ele ter estas crises. Melhoras ao pro seu cãozinho.

    • Carla

      Tenho um vira lata, e sua primeira convulsão tem uns 5 meses atrás, é muito triste você ver um ser que você ama muito sem pode fazer nada, não tenho mais condição pra levá-lo em um veterinário e fazer os exames nele, já tive muitos gastos com ele, não com a convulsão, ele foi atropelado com 5 meses, ficou internado por 5 dias, teve uma fratura exposta muito grande, desde então eu dava banho nele todo dia lavava o machucado, e coloca outros remédios, isso durou por volta de 3 meses pra sua recuperação ser 100%, então pensei que tudo iria ficar melhor, mas não, depois veio as convulsões, no início achava que era meus vizinhos dando remédio pra matá-lo, mas descobri que era convulsão, e fico muito mal por ver ele sofrer e não fazer nada

      • Fabiana Xavier

        Olá, Carla!

        Nem consigo mensurar o tanto que ele já sofreu! Mas é possível controlar as convulsões com medicamentos e sempre manter um acompanhamento médico.
        Eu sei que é triste, porque a gente sabe que eles acabam tendo uma vida limitada, mas ainda assim é possível ser feliz.
        Se carinho, amor, fidelidade e amizade com certeza fazem a diferença!

        Um abraço!

      • Claudia

        Ele tem q tomar gardenal de 12 em 12 h q melhora. Leve ao vet pra avaliação e pegar receita. Cuide ele com amor o meu há tem há 5 anos e está tomando desde a primeira crise e está bem.

  2. Alexandre Gitai

    Bom dia! Tenho um boxer de 9 anos de idade que já duas semanas apresentou um quadro de stress que levou-o a ter uma crise de convulsão que durou cerca de 5 minutos. Após conversar com o médico veterinário, o mesmo recomendou um remédio homeopático desses que vendem na PET anti-stress. O efeito demorou até porque é homeopático nas no terceiro dia começou a fazer efeito e o bichinho a reagir. Sendo que neste fim de semana a agitação voltou do nada e com ela as crises de convulsões. Ontem ele teve 3crises no espaço de 24 horas com duaraçao de 1 a 2 minutos mas que parecem uma eternidade. Ele fica todo contraído e babando muito.

    • Olá, Alexandre!

      Agora que ele já esta medicado e com acompanhamento, você precisa tentar identificar o que o deixa agitado. Você disse que a agitação voltou do nada: havia alguma visita na casa? Música mais alta? Crianças querendo brincar com ele? Qualquer coisa fora da rotina pode ter causado esse estresse…
      Temos um grupo secreto no Facebook e um seguidor já passou por um problema com pug dele. O Enzo tinha várias convulções seguidas. Conheça nosso grupo, acredito a troca de experiência pode te ajduar: https://www.facebook.com/groups/amigonaosecompra/
      Vamos ficar na torcida pela melhora do seu peludo!

      Um abraço!

  3. Adriana

    Meu filhote de 4 patas que é um SRD com um tiquinho de poodle, teve ontem sua segunda convulsão. A primeira foi em fevereiro deste ano. levei ao veterinario, inciou tratamento com Gardenal ( inicio de 1 e depois para 1/2 comprimido ao dia) até o mês de abril. Nenhuma crise até ontem a noite.
    O comum entre as duas crises é que ocorreram qdo ele estava dormindo.
    Existe alguma patologia que mostre esse quadro de convulsão durante o sono?

    • Olá, Adriana!

      Eu vou encaminhar sua dúvida para nossa médica veterinária voluntária e retorno aqui quando tiver uma resposta.

      Um abraço!

      • Juliana

        Por favor vc conseguiu a resposta para essa duvida??? Minha peluda tbm tem as crises quando esta dormindo… Busco ajuda

    • Paola

      Minha princesa também tem as crises quando ela está quase dormindo ou quando já está dormindo, sempre acontece durante o sono. É triste ver o nosso amorzinho sofrendo.

    • Juliana

      Por favor vc conseguiu a resposta para essa duvida??? Minha peluda tbm tem as crises quando esta dormindo… Busco ajuda

  4. Tenho um poodle com apenas 4 meses. E do nada ele acordou todo fraquinho e molenga… Dai levei ele p quintal ele começou a correr, coloquei ele no colo e corri p veterinária. Lá ela disse q foi uma convulsão é encontrou carrapatos nele. É disse q ele tinha a doença do carrapato, babesea.
    Ela passou remédios p meu peludinho. Gardenal 18 gotas, dioxitec (meio comprimido), e hemolitam (7gotas)
    Mas não melhorou nada. Parece q só piorou… As crises de convulsao. Elas passaram a dar de 20 em 20 min e meu bichinho não parava de gritar, ainda mas quando eu conversava com ele… Chorava ao ver ele chorar. Me ajudem por favor!

    • Fabiana Xavier

      Olá, Regina!

      O diagnóstico de convulsão é bem complicado mesmo e não podemos indicar nada sem uma análise clínica. Indico que você retorne ao médico veterinário e o atualize do quadro da sua cachorrinha. Ele pode substituir a medicação ou mesmo alterar a dosagem.
      Caso você ainda tenha dúvida, consulte um outro especialista. Uma segunda opinião é sempre bem-vinda, principalmente quando envolve a saúde dos nossos pequenos.

      Nos dê notícias!

      Um abraço!

    • MARCOS

      Tenho uma poodle , Ela estava comendo meias
      Sem para até que um dia ela começou a ficar fraca
      Depois não comia a ração começou a emagrecer
      Fica toda triste levava ela na rua ela só ficava no meu pe. E antes ela não podia ver alguém abrindo a porta que ela já chorava ficava louca pra sair e hoje ela tava toda desanimada. Ai comecou a ter convulsões de 2 minutos depois parava.
      Levei ela no veterinário ele passou 2 remédios
      Fala a verdade ainda não comprei porque tô sem dinheiro vou ver se compro amanhã.
      Mais hoje a noite toda ela teve convulsões e agora tá tipo paralisada nem piscar o olho e fica dando uns gritos a cada 3 minutos.
      Estou tentando falar com ela fazendo carinho nela as vezes ela rosna pra mim ela era uma cachorra tão alegre e hoje ela está deitada Agora ela só respira eu acho que parou ! Já se passaram 10 minutos !

      • Gisele

        O meu tcheise tem dois meses e hoje começou a apresentar os mesmos sintomas n tem nada de diferente

  5. Susanne Werna

    Tenho uma Cocker, hoje com quase cinco aninhos, quando ela teve sua primeira convulsão foi aos 6 meses, entrei em desespero, pensei que minha bebezinha estava quase morrendo… Chamei o veterinário, porém o primeiro diagnostico não foi correto e ela continuou com crises serveras durante o tratamento que ele prescreveu, então procurei uma outra veterinária, já estava muito triste e ela tinha cerca de 5 a 12 convulsões diárias (horrível ver seu bichinho sofrendo, sofremos juntos), felizmente a veterinária prescreveu o Fenobarbital infantil, assim eu pude controlar as crises. Ela ainda toma o Fenobarbital de 12 em 12 horas (nunca esqueço, adoro ver minha bebezinha feliz e saudável), a dose aumentou com o passar dos anos, mas a gente se adapta, o melhor de tudo é saber que eu dou o meu melhor e minha bebezinha tem uma vida plena, feliz e saudável junto da mamãe, papai e das irmãzinhas! Vale a pena cuidar com amor do seu pet! O olhar mais puro e doce que eu recebo são deles!!! Agradeço a Deus por isso!

    • Fabiana Xavier

      Olá, Susanne!

      Muito obrigada por dividir sua história com a gente! Você não ficou no primeiro medicamento, buscou uma segunda opinião e nos mostra que com o tratamento adequado é possível ter uma vida normal.
      Ficamos muito felizes em saber que sua cocker está bem e é muito amada! <3

      Um abraço!

    • Ediclever

      Tenho um Boxer de 4 anos e sua primeira convulsão foi esses dias agora foi horrível…estávamos médica do com fenobarbital meio comprimido. Em um mês de tratamento já passou em um comprimido de doze em doze …mas às vezes ele anda com a patinha traseira Rio que arrastando …..este tipo de doença tem cura

      • Olá, Ediclever!

        Normalmente a convulsão não tem cura, apenas tratamento. Com a medicação há um controle e até redução das crises. Mas quando há uma crise com o animal medicado, normalmente são menos agressivas à eles.

        Um abraço!

    • Hudson

      Ola tenho um caso bem parecido com o seu, e gostaria de opiniões e conselhos.

  6. Vivian

    Olá! Primeiro ótima matéria! Coincidência: sou epilética e hj minha doce Snowball, 2 anos, SDR, teve do nada uma crise, na frente da minha querida filha…. foi assustador, imagino o q meus familiares sentiram quando tive as minhas (estão controladas há mais de 6 anos). Sei por experiência a às vezes não há como achar uma causa, e achei correto q o vet resolveu primeiro tirar sangue e pedir para q eu a observe antes de entrar com algum remédio… torcendo muito pra ser só um grande susto….

    • Olá, Vivian!

      Não consigo nem mensurar os sentimentos que reviveu! Fico muito feliz que tenha encontrado um veterinário que desde o início tenha sido atencioso e competente. E claro, também me alegro em saber que você está bem.

      Obrigada por dividir sua experiência com a gente!
      Um abraço!

  7. Delane Lopes

    Minha cachorrinha teve uma convulsão e foi prescrita gardenal de 100mg, ela já está com quase 2 semanas de tratamento, e depois do remédio ela teve 1 convulsão focal, comprei tb um remédio homeopático e suplemento de ômega 3, esperando chegar e vê como ela reage. Gostei desse texto, tenho lido bastante!

    • Olá, Delane!

      É uma situação muito delicada e muitas vezes os médicos demoram a identificar os motivos da convulsão. Mas com o tratamento adequado e medicação correta, o animal tem vida quase normal. É claro que o responsável ainda precisará evitar situações que o leve ao estresse e euforia, fora isso, podem manter a rotina de sempre.

      Obrigada por dividir sua experiência com a gente!

      Um abraço!

  8. Roberta Melo

    Bom dia. Minha cachorrinha está com onze meses é uma American Bully, e teve uma crise de convulsão muito longa na semana passada, convulsionou mais de 20 vezes seguidas. O primeiro veterinário tratou como envenenamento e aplicou medicação, mas no dia seguinte ele a sedou por duas vezes, pois ela estava convulsionando sedada. Foi então que trocamos de veterinário e o atual mediu a glicemia dela é constatou que estava muito baixa, foi realizado exames de sangue pra descobrir se havia sido envenenada, mas não havia veneno algum. Foi aí que começou o tratamento de hipoglicemia, ela está tomando gardenal para evitar ter convulsões, 100 ml por dia. Houve uma melhora significativa desde então, ela está caminhando sem muita dificuldade, come sozinha, e faz as necessidades fisiológicas.
    Coisas que não estava fazendo, mas percebi que ela não reconhece ninguém, está muito assustada e apática, troca o dia pela noite, faz cocô e xixi em QQ lugar, as vezes fica agressiva, anda pela casa sem rumo, parece querer encontrar um cantinho pra ela.
    Gostaria de saber se isso é normal nesses casos e se existe algum tratamento para ela voltar ao normal. Já era tão carinhosa e brincalhona.

    Obrigada
    Roberta

    • Fabiana Xavier

      Olá, Roberta!

      Nesses casos tão delicados, indicamos uma conversa franca e honesta com o médico que a esta acompanhando. Só ele para informar através de exames clínicos o quadro real da sua cadelinha. Se os danos são permanentes ou passageiros.
      Veja se ele indica além dos tratamentos tradicionais, um homeopático ou fazer acumpultura. Algumas pessoas já relataram resultados muito positivos com terapia alterantiva, mas sem abandonar a tradicional com medicamentos.

      Um abraço!

      • Roberta Melo

        Boa tarde.
        Conversei com o veterinário e ele me disse que por ela ser nova tem grandes chances de regressão, ou seja, voltar a memória e a rotina dela. Agora apareceram abcessos no corpo dela, por conta de medicamentos que tomou na pela, de forma errada, ele passou antibiótico para curar, pois está saindo pus. Estou mais tranquila, se Deus quiser esses abcessos vão Sairé ela voltará ser como era, estou dando floral pra ela tomar.
        Obrigada pela atenção.

        • Fabiana Xavier

          Que excelente notícia, Roberta! _/\_
          Nem imagino como seu coraçãozinho deve estar! Vamos fazer uma super torcida para que ela se recupere o quanto antes! O pior, acredito que já tenha passado.

          Obrigada por retornar pra gente!

          Um abraço!

  9. Simone

    Hoje a tarde meu marido estava preparando o golden para passear (meu SRD sempre passeia depois do golden), quando meu SRD correu para porta para querer ir. Até aí normal. Quando ele virou pra mim, notei que os olhos deles estavam arregalados, pupilas dilatadas e estrábicos (um pra cima e um pra baixo). Eu chamei ele e ele veio, tava andando notmal, mas achei ele meio confuso, um olhar meio perdido, não sei bem como descrever. Minha filha veio ver e nós duas ficamos olhando pra ele, chamando o nome dele, aí ele sentou e ficou olhando daquele jeito pra nós duas. Eu peguei a lanterna do celular e foquei em um olho e depois no outro e as pupilas foram contraindo, diminuindo e ele voltou ao normal. Tudo durou uns 2 minutos no máximo, e depois ele ficou normal. Foi a 1ª vez que isso ocorreu. Falei com a veterinária e ela pediu para eu ficar observando ele, e ir com ela na segunda-feira. Pode ter sido uma convulsão??? Fiquei em pânico na hora!

    • Fabiana Xavier

      Olá, Simone!

      É muito importante que você continue acompanhando o quadro e não deixe de levar na consulta. Mas o que você fez também foi muito importante, chamar pelo nome, ver se ele conseguia andar se estava ciente.
      Vamos ficar na torcida para que nao tenha sido nada grave!

      Um abraço!

  10. Stefane Luise Santana

    Meu cão acaba de entrar em convulsão,não tenho total certeza de que é esse o seu problema, mas pelo que pesquisei, ele apresentou todos os sinais de uma convulsão canina primaria,o problema é que moro em uma cidade pequena, é dia de domingo e meu pai não esta em casa sendo assim, fica muito complicado de deslocá-lo ate outra cidade para ir a um veterinário, minha mãe entrou em desespero e chamou um amigo veterinário que não pode ajudar muito mas nos indicou um remédio ´´MERCEPTON ORAL“ me parece que comparado a alguns minutos atrás ele melhorou,mas ainda sim estou com medo fiz certo ou não ?

    • Fabiana Xavier

      Olá, Stefane!

      Bom, você fez o que pode naquele momento. Mas é muito importante que você leve seu cãozinho o quanto antes para uma consulta eletiva e realize os exames que o veterinário indicar. Convulsão é uma doença muito séria, o tratamento nem sempre é definitivo e as vezes pode deixar sequelas.
      Por isso, de coração, o leve para uma consulta o quanto antes. Não esqueça de informar o medicamento que deu ao seu cachorro.

      Um abraço!

  11. MAGALI

    BOM DIA, TENHO UM POODLE JA VELHINHO NÃO SEI QUANTOS ANOS EXATOS, POIS ENCONTREI NA RUA, HA MAIS DE UM ANO ELE TEVE UMA CRISE E DESDE ENTÃO TOMA GARDENAL DIARIAMENTE, SO FOI AUMENTANDO A DOSE, HOJE TOMA 1 COMPRIMIDO E 1/2. POREM ONTEM ELE TEVE DUAS CRISES, ESTOU ASSUSTADA SERÁ QUE VOU TER QUE AUMENTAR A DOSE DO GARDENAL?

    • Fabiana Xavier

      Olá, Magali!
      É importante saber o que aconteceu para que ele entrasse nessa crise. Foi estresse, ansiedade ou algum outro fator? E jamais você deve alterar a medicação sem consultar o médico veterinário.
      As vezes é bom até pedir uma segunda opinião médica para garantir o diagnóstico.

      Um abraço!

  12. Sônia Amorim

    oi pessoal,
    boa tarde!

    eu tenho um cachorra mistura das raças cocker spaniel com cocker americano de 08 anos e desde o ano passado ela tem tido convulsão, a última foi domingo agora as 14h30min, é a pior sensacao que já senti, pois você se torna impotente e não consegue salvar seu animal. eu dei o remedio dela Episol como o veterinario tinha recomendado pelo anus, porque pela boca ele disse que ela nao engoliria e eu poderia até atrapalhar mais na hora da convulsao. Meu marido me ajuda muito nesta parte com ela. perguntei ao veterinario porque ela passou a ter essas crises, ele disse que no caso dela pode ser de stress, cheiro, alergia (ela tem uma alergia), comida, nao tem uma causa especifica, mas lendo o artigo acima, me alertou para um caroco que ela tem abaixo do pescoço. Vou procurar um neurologista agora, talvez esse caroco seja uma das causas. obrigada pela ajuda, pois eu coloco a mao na boca dela para a lingua nao enrolar, mas to com medo agora dela ter outra crise, pois ela ficará sozinha em casa, meu marido e eu passaremos o dia todo trabalhando. isso está me deixando mega preocupada.

    • Fanny Borges

      Sonia, li seu relato… E como estou tendo esse problemas com minha peluda, procurei saber como lidar com essas situações. Só toma cuidado com esse a tentar ajudar não enrolar a lingua, isso pode prejudicar. Somente segure a cabeça do cão de lado(para que não volte a saliva) e aguarder passar a crise.

    • Fabiana Xavier

      Olá, Sônia!

      Você já conseguiu levá-la ao médico para ver o que é o caroço? Qual foi o diagnóstico?

      Um abraço!

    • Rozeneia

      Olá eu observei k meu pastor tem um caroço na barriga a Vet disse ser hérnia umbilical,mas vou pedir exames,ele teve a primeira convulsão dia 05 agora ficou internado,melhorou depois de 12dias sem remédio algum convulsionou de novo,teve mais duas entrei com gardenal e agora tô juntando dinheiro pra fazer tomografia da cabeça k aqui custa 900$ não tenho,ainda tô pagando a clínica e os medicamentos k ele usou no internamento k me custou,1,250.eu creio k logo ele estará bem

  13. Fernanda

    Meu cãozinho tem apenas 2 anos e em Janeiro/17 ele teve a sua primeira convulsão. Ele tremia muito e travou as patas. Levamos ao vet e foi nos direcionado um vet neurologista. Desde então tratamos com gadernal. Porem, com o passar do tempo as crises não foram diminuindo. Cada dia que passava as crises ficaram mais fortes e o espaço de tempo entre as crises diminuíram. Entramos com o brometo de potássio (2 ml ao dia), aumentamos a dosagem do gadernal (175 mg a cada 12 horas) alimentação cetogênica e Keppra (meio comprimido de 500 ml a cada 8 horas). Atualmente estamos dando uma prescrição de complexo B e magnésio para proteger o cérebro. As crises com tremores diminuíram, porem agora ele tem desorientação, pressiona a cabeça na parede e as vezes tem crises de sair correndo como se estivesse em perigo e sai batendo em tudo que está na frente, Estas crises tem acontecido diariamente, alternando a intensidade. Ja fiz sessão de sessão ortomolecular e acupuntura e nada melhorou. Ja fui em 8 profissionais mas até hoje não tive uma melhora boa, sendo 1 me recomendou a eutanásia. Vou conversar com mais 1 nesta semana, mas estou desesperada e não acreditando que não conseguiremos melhoras pro meu cão. Ainda não li relatos de cães com esta gravidade de conclusões como o meu. Vocês sabem de alguém que passou por esta experiência como a minha?

    Obrigada!

    • Fabiana Xavier

      Olá, Fernanda!

      Eu tenho um amigo que tinha um Pug. Ele era novinho, menos de 4 anos e tinha crises parecidas com o seu. Além dessas convulsões, também tinha outras complicações como cálculo nos rins, fígado entre outros. Infelizmente, ele não resistiu.
      Isso já faz mais de 1 ano e nós ainda não nos recuperamos por completo. vez ou outra lembramos dele.
      Sei que não é uma experiência positiva, mas o que você está passando apesar de não ser comum, acontece com outras pessoas.
      Sobre o sacríficio, somente você e seu médico podem chegar a uma conclusão sobre isso.
      Desejo força e que seu coração tenha paz para enfrentar tudo o que está passando e ainda esta por vir.

      Um abraço!

      • Pâmela

        Fernanda, houve alguma melhora com o seu cãozinho? A minha está passando pelo mesmo problema, as crises de convulsões pararam, mas esses comportamentos adversos começaram a aparecer. Já passei em alguns veterinários, disseram que é problema com a dosagem, mas mesmo com as mudanças, até agora nada. Ela continua pressionando a cabeça na parece e demonstrando desorientação. Ela chega a andar por horas seguidas, sem parar, estou muito preocupada.

    • Rafall

      O meu boder Collie está nesta mesma situação, não responde a nenhuma medicação já teve dias que foram 14 crises seguidas, agora é raro o dia que ele não tem convulsão, são já 3 meses com crises diárias, Gardenal diazepan Gaba nimodipina e até ritalina alguns destes com 3 doses diárias e mesmo assim nada foi capaz de acabar com as crises agora introduzi o epi control mas já foram 3 dias e não vi melhoras, sinceramente já não sei o q fazer, moro no interior e não localizei nenhum neuro num raio de 400km, seu irmão tb teve crises mas resolveu com Uma dose de Gardenal apenas. Estou decepcionado com a impotência perante a esta dor q ele tem… agora ele está ali cambaleando depois de mais uma noite de crise…

  14. Wilson

    Minha cadela Julie acabou de passar por isso ela teve convulsão, ela sempre se incomoda com a costela depois de ter levado ela em um pet shop mais achei que teriam machucado ela somente isso, ela está no veterinário foi diagnosticado que foi sim uma convulsão e está tomando soro e de agora pra frente o que posso fazer?

    • Fabiana Xavier

      Olá, Wilson!

      De agora em diante, ela vai precisar fazer um check-up para tentar identificar os motivos que a levaram a ter uma convulsão e saber se ela vai precisar tomar alguma medicação de uso contínuo ou se você vai precisar ter alguma medicação em casa para um caso emergencial.

      Vamos ficar na torida pela Julie!

  15. Nayara

    Olá!! Ótimo post, muito bem escrito, informativo e super importante para nós. Encontrei o site de vocês pesquisando sobre o tema mesmo, pois meu cachorrinho de aproximadamente 12 anos (resgatado em março deste ano) sofre crises de convulsões.
    Ele já está medicado (Gardenal pediátrico, todos os dias, 10 gotinhas no total), receitado pelo veterinário neurologista, que nos deu todas as orientações de como agir e nos explicou as possíveis causas. Como ele foi resgatado da rua, não temos seu histórico, e por ter idade avançada o vet. optou por não fazermos exames complexos para saber qual a causa exatamente, mas sim encontrar o melhor tratamento para ele que tenha uma vida saudável e com menos crises possíveis. Tem funcionado e ele passa os dias bem, porém notados que alguns dias está mais sensível do que outros, mesmo que já tenha tomado os remédios. Também já notamos algumas situações que o estressam e tentamos eliminá-las, como por exemplo andar de carro dentro da bolsinha de transporte (ele já teve uma crise nesta situação), barulho alto na televisão de explosão ou tiro (não teve convulsão, mas reagiu com muito estress), usar o colar no pesçoco pós cirúrgico (teve a primeira crise que presenciamos 1 dia depois de estar com eles, após a castração)… e por aí vai. Como administramos as gotinhas do Gardenal nas refeições, se por alguma razão ele não come, fica bastante sensível. Foi o que aconteceu hoje… notamos que ele estava com uma pequena diarréia de manhã e não quis comer a comida, consequentemente ainda não tinha tomado o remédio… no finalzinho da manhã teve uma nova convulsão =( . Conseguimos ajudá-lo na hora, porém só depois é que pensamos que nos dias em que ele não comer a comida logo cedo, precisaremos dar o remédio de alguma outra forma, para evitar uma nova convulsão. Uma coisa que fazemos no momento que ele está em convulsão é arejar bastante o local, abanar e etc… será que ajuda em alguma coisa? O restante das dicas já seguimos. Grata!!

    • Fabiana Xavier

      Olá, Nayara!

      Durante as crises, se possível enrole com alguma toalha ou manda. Tente segurá-lo, mas ele for grande, tente apenas mantê-lo seguro. Não coloque a mão na boca dele, mas se certifique de que a cabeça esta posicionada de forma a facilitar a respiração.
      Desligue rádio, tv e evite fazer barulho. Não grite e tente não chorar para que ele não fique ainda mais nervoso.

      Nem sempre essas crises tem cura, mas muitas vezes podem ser controladas. Espero que ele fique bem.

      Um abraço!

      • Diego constantino

        A minha cadela e um pitbull,e durante sua primeira crise fiquei desesperado e tentei ajudar segurando pra ela não bater a cabeça , ela acabou me mordendo e rancou um lasca do meu braço.
        Começamos tratamento com episol,
        Mas!! As crises só vem aumentando
        Dava de 15 em 15 dias passou para semana em semana e nesta madrugada deu 3 uma atrás da outra, Agora já da quase todo dia
        O problema e que tenho duas e a que da convulsão fica desorientada perde a memoria e rosna para mim.
        Tenho medo dela atacar a outra ai vai ser uma grande tragédia
        Além disso ela tem todos os sintomas de problemas no coração eu não consigo mais viver gastei tudo que tinha pra melhorar a vida do meu filhote que vai fazer 2 aninhos ainda não durmo mais a noite qualquer barulho aja acho que tá convulsionando ,tá tenso acredito que vou ter que sacrificar para não acontecer uma tragédia já que tenho outro cachorro e tem crianças aki tbm complicado to sofrendo demais e só durmo se tomar rivotril
        Obg pelo espaço precisava desabafar com quem senti o amor que sinto pelos cães…

  16. Cláudia Langone

    Minha menina teve convulsões levei no médico não apresentou nada nos exames neurologico nada no se sangue .vou fazer agora um ecocardiograma. Mas eu fiz a um ano e TB não deu nada .vou prosseguir até o médico descobrir .mas é desesperador n poder fazer nada .ele babá um pouco e fica rígida mas sempre consciente.ja achei q fosse pisicologico ou emocional.

    • Fabiana Xavier

      Olá, Cláudia!

      Muitos podem ser os motivos que levam às crises, por isso, é importante continuar com exames.

      Vamos ficar na torcida para que ela fique bem!

      Um abraço!

  17. André Corrêa

    Olá. Tenho um bexano de cerca de 4 anos, nesse último ano convulsões começaram, levei pro pet e como em todos os outros relatos foi indicado Gardenal, meio comprimido em dias que eu sentia ele meio agitado. Mas, agora as crises estão se tornando mais frequentes, a cerca de 5minutos teve outra…nesses últimos dias ando sentindo ele bem estranho, às vezes tem diarreia, a cerca de 5 dias teve uma diarreia sem cor, ontem ele vomitou um estilo de gosma meio amarelada, já fui em vários veterinários e nenhum sabe me dizer o que é…só diz pra acompanhar o pet..o que posso fazer ?

    • Fabiana Xavier

      Olá, André!

      Infelizmente também não podemos ajudar com o diagnóstico. É preciso ver exames e realizar uma análise clinica com o animal para se chegar a uma conclusão. Só pelos sintomas ditos assim, não temos como afimar nada.
      Mas continue seguindo as orientações do veterinário. Nós vamos ficar na torcida para que tudo fique bem.

      Um abraço!

  18. Adriana

    Oi meu e Adriana minha grandona e a Lola uma cadela da raça American Staffordshire Terrier ela tem confusão está tomando medicamento fenobarbital 50mg. Quando levei ela pela primeira vez no veterinário ela fez um exame de sangue que constou parvovirose + cinomose com isso tomo muitos medicamentos ao ponto de nem quere alimenta mais passei dificuldade com ela, quando acabou os medicamentos foi em outro especialista que fez exame de sangue e contou que não era doença. Fique aliviada pois está doença é muito grave, e a penas uma convulsão. O exame deu alterado pois tinha pouco tem que tinha tomado a vacina então foi reação, fique com tanta raiva do veterinário que não olhou o cartão de vacina direto pois as vacinas são todas importadas, coitada da minha grandona sofreu com tanto remedremédio atoa, agora as convulsão são poucas mas é muito triste quando ela tem eu sofro muito tem uma que ela ficou cega debatendo contra as coisa está e que sofri mais.

    • Fabiana Xavier

      Olá, Adriana!

      Puxa vida! Você retornou ao médico? Ele se resposabilizou por algo?
      Quando eles sofrem, a gente sofre junto. Entendo você!
      O atual veterinário te passou alguma recomendação para você fazer nos momentos de crises?

      Um abraço!

    • Diego constantino

      Tenho uma american starfodshire tbm Adriana e esta tendo várias convulsões
      Se possível me adicione no Facebook por favor queria trocar experiencia com quem tem um cão da mesma raça OK
      Sou Diego Constantino
      Do estado do ES

  19. Marisa De Freitas

    Minha cachorrinha tem 14 anos e começou a ter crise de convulçao depois q ficou praticamente cega e surdina.Faz 3 dias desde a primeira vz e ela vem tendo uma crise por dia.É agoniante não poder fazer nada.Estamos tentando descobrir a causa.

    • Fabiana Xavier

      Olá, Marisa!

      O médico dela indicou alguma medicação emergencial para esses casos de crises? Tente levá-la ao médico, em alguns casos eles indicam a internação até passar por essa fase crítica.

      Melhoras pra ela!

  20. carlabahienserezende

    Boa Tarde! Tenho um boxer de 10 anos , ontem ele teve 3 convulsões a noite.
    Fiz todos os procedimentos, já ajudei muitas pessoas na crise, afastei objetos, protegi, acalme, etc…
    No dia seguinte, chamei o Vet. Moro no interior e na minha cidade não tem emergência e também não consegui nenhum Vet disponível devido ao feriado.
    Prescreveu gadernal e vários outros medicamento.
    As crises cessaram, mais.acho que ficou com alguma sequela .
    Não levanta, não come, não urina e nem defeca.
    Olhar paralisado.
    Será que vou ter que sacrificar? Não consigo Ver nesse feriado.
    SOS!!! URGENTE, Por favor.
    Obrigada

    • Fabiana Xavier

      Olá, Carla!

      Infelizmente não há como ajudar sem ver o cachorro. Você precisa levá-lo ao veterinário o quanto antes. Somente um profissional poderá avaliar o estado da saúde e indicar o tratamento adequado ou eutanásia.
      Vamos ficar na torcida para que haja tratamento e que ele fique bem.

      Um abraço!

  21. ISLAINE MARESSA LIRA PELEGRINA

    Hoje minha cadelinha poodle completou 16 anos e para meu susto ela amanheceu tendo 2 crises convulsivas seguidas com intervalo de menos de 1 minuto uma da outra… Ela sempre foi saudável apesar de ter vencido erliquiose e babesiose nos dois primeiros anos de vida. Isso me assustou muito, pois há 10 dias ela precisou ser submetida a uma cirurgia para remover útero e ovários por um sangramento fora de época. Levei imediatamente ao veterinário que medicou com gardenal injetável e prescreveu em gotas por 2 meses . Até o momento ela está em observação, mas não temos ideia do que possa ter sido a causa! Ela estava dormindo quando aconteceu… Tenho medo de que seja um tumor…

    • Fabiana Xavier

      Olá, Islaine!

      Nem consigo mensuar como esta seu coração nesse momento! Mas sinto muito!
      Como ela está agora?

      Nos dê notícias.

      Um abraço!

  22. Bruna Muniz

    Eu tenho uma cachorrinha que tem 2anos e alguns meses o nome dela é Estrela é uma Shitzu ela começou a convulsionar com 2 anos e as convulsões dela são super fortes em um dia 11 convulsões 10 ,9, e já fizeram exames e não descobre pique ela tem ,ela toma gardenal diariamente e as convulsões que ela tem ela falta morrer não sei mão soque faço

    • Fabiana Xavier

      Olá, Bruna!

      Você chegou a consultar uma segunda opinião médica? O Gadernal é a medicação mais comum, mas existem outros. Até mesmo a dosagem é variável, de acordo com o peso do animal e gravidade das convulsões.

      Desejamos que ela fique bem.

      Um abraço!

  23. Flavia

    Adotamos uma fêmea aparentemente sem raça definida que provavelmente foi abandonada nua rodovia após uma crise convulsiva. A kiara foi levada ao veterinário e após descobrirmos o quadro. Toma 1x ao dia gardenal 100ml porém as crises estão constantes. Sofremos muito com isso e não sabemos mais comp proceder.

    • Fabiana Xavier

      Olá, Flavia!

      Em alguns casos, a medicação é contínua mesmo. Sobre as crises, diversos são os fatores que podem influenciar: barulho, lugares estranhos, ansiedade, estresse, entre outros. Convese com o veterinário de confiança ou mesmo busque uma segunda opinião médica sobre o melhor tratamento a ser seguido.

      Um abraço!

  24. Monica Menezes

    Olá, tenho uma fox paulistinha de 12 anos. Há uns 4 anos passou a ter convulsões. Desde o início ela toma gardenal de brometo potássio. Nos últimos 2 meses ela não teve crises. Mas dentro das últimas 24 horas, teve 6 crises. Não sei mais o que fazer. Gostaria de alguma informação que pudesse ajudar. Obrigada

    • Olá, Monica!

      Nesses casos indicamos que você busque uma segunda opinião médica. Há diversos motivos que podem ocasionar crises de convulsões. É possível inclusive, que o médico reveja a medicação, dosagem ou acescente outro. Infelizmente não é possível indicar nada sem consultar a cadelinha.

      Estimamos a melhora dela.

      Um abraço!

  25. Neidjane

    Tenho uma pincher e ela teve coágulo no cérebro. Ela estava deitada na cama embaixo do lençol e tremendo como se tivesse muito frio saiu desceu da cama e começou a esticar como se tivesse se espreguiçando sendo que ela ficou nessa posição corri pra pegar remédio pra dor quando olho ela tá desfalecendo peguei a coleira e nenhuma reação corri com ela pro veterinário isso não durou 5minutos chegando lá ele aplicou algo pra o coração voltar a bater e fenobarbital. Quando ela voltou tava sem enchegar e gritava muito ele aplicou um calmante e depois gardenal e como a clinica ia fechar mandou eu pra casa com duas ampola de gardenal. Eu com muito medo vendo que era grave decidi levar pra uma clínica 24hs. Chegando lá ela tava desidratada. E foi internada as pressas fez exames no cerebro quando descobriu dois coagulos de 2,7 e outro que não lembro o tamanho tomou remédio pra diluir e teve alta 4 dias depois em casa fez continuou o tratamento com remédios pro cérebro fez de novo o exame d cabeça o coágulo diminuiu e continia tomando o gardenal não consegui tirar ela passa mal e no começo do ano vamos fazer outro exame da cabeça pra vê se sumiu. Se não tivesse em casa hoje não teria essa história pra contar espero ter ajudado. E antes que me esqueça ela fez xixi quando teve a vinculação mas só vi depois tamanho desespero.

    • Fabiana Xavier

      Olá, Neidjane!

      Importantíssimo o seu depoimento!
      Achei o primeiro veterinário muito irresponsável. Ela poderia ter morrido! Ainda bem que você a levou na clínica 24h!
      O coração da gente fica apertado quando eles passam mal, mas pelo que vejo, você é uma mãe muito carinhosa e atenta. Tenho certeza que ela ficará bem ao seu lado.
      Vamos ficar na torcida para que os novos exames sejam melhores.

      Um abraço!

  26. Vanessa

    Minha cadela tem 12 anos de idade a serva de um ano começou a ter convulsão sempre que temos que sair de casa pra ela começar a se sentir mal e começa a se debater babar , defecar e urinar isso dera uns 2 ou 3 minutos mas é horrível depois ela fica cambaleando até que volta ao normal é um pesadelo sair com ela de casa.

  27. erica de oliveira

    Meu cachorro vai fazer 18 anos dia 14/01/2018. E a noite passada acordei com ele todo tremendo , peguei no colo e coloquei ele no sofa , ficamos do lado até ele melhorar pq ficou meio atordoado. Depois andou um pouco e coloquei ele na cama mas demorou muito pra ele relaxar e deitar a cabeça parecia que não queria dormir ou estava com medo de apoiar a cabeça. Fiquei arrasada , ele nunca tinha tido isso.

    • Fabiana Xavier

      Olá, Erica!

      Ele já um idosinho né? Seria interessante você levá-lo ao médico para um check-up. O que ele teve é um sintoma clássico de convulsões, mas é interessante tentar compreender o que levou que ele tivesse essa convulsão.

      Depois nos dê notícias.

      Um abraço!

  28. Jenifer

    Tenho uma labradora filhote com 1 mês e alguns dias ,ontem ela teve a primeira convulsão e desde então quando acorda depois de uma soneca tem outra convulsão e começa a caminhar pela casa toda sem parar uivando .Não consegui levar ela ao veterinário ainda ,pois estou sem dinheiro,estou desesperada toda vez que ela acorda tem uma convulsão tenho medo que ela morra .Como posso fazer para evitar as convulsões?

  29. simonr

    Olá tenho 6 cachorros, todos srd
    5 deles dormem comigo no meu quarto, a Megh é uma delas, ela já tem 12 anos resgatei ela bebezinha, foi jogada na beira de um córrego. qdo a pegamos ela estava coberta de pulgas, quase perdeu a visão de tantas pulgas. ela ficou linda, mas sempre foi um pouco estressada, com o passar dos anos ela foi ficando mais histérica com os outros cachorros, mas com a gente é um amor….na noite passada ela começou a emitir sons muito estranhos qdo fui ver ela estava ao lado da minha cama toda dura e esticada com o corpinho frio e fazendo sons horríveis, comecei a fazer carinho no peito dela pois ela estava de lado, então de repente ela voltou ao normal e voltou pra cama dela.
    hj ela passou o dia td bem e tranquila ser a que foi convulsão?
    amanhã a levarei no ver

  30. GABRIELA REGIS

    Boa noite, meu filhote de shituzu com menos de dois meses após a primeira vacina v10 teve uma convulsão por dia entre 3 dias, eu não sabia o que era, achei q era alguma dor devido a vacina pois ele gritava, após a terceira crise me apavorei e levei no veterinário, ele passou fenorbabital, mas após a terceira crise ele ficou com a cabeça meio tremola e um pouco sem equilíbrio, ele anda um pouco e cai. Não sei se é sequelas da convulsão e se vai voltar ao normal, pois é muito triste ele querer brincar e não consegui.

    • Fabiana Xavier

      Olá, Gabriela!

      Animais com tendência a convulsões devem viver com certas restrições, como por exemplo: estimular que fiquem demasiadamente excitados, ficar muito tempo sozinhos, ficarem expostos a sons muito altos. Tudo isso pode fazer com que tenham crises.
      Após uma análise clínica, o veterinário pode informar mais situações a serem evitadas de acordo com a sua rotina.

      Um abraço!

  31. Minha vira latinha linda (18anos) teve a primeira crise em Ago/2017. Tive mto medo e do susto (pois eu estava sozinha em casa com ela), ela babou muito, se contorceu toda e quando voltou, estava totalmente desorientada.
    Levei no vet (ela ainda dormiu uma noite lá em observação), fizeram os exames de sangue e ultrassom do corpo, nada errado neles. O vet receitou gardenal 2x ao dia. Ela está tomando mas teve 1 crise por mês bem mais fraca onde acorda desorientada e logo volta ao normal, ele crê que dê pra eliminar as convulsões totalmente, pela idade avançada dela, principalmente. Marquei outro Vet para pedir uma segunda opinião, ela está velhinha, penso que tenho que oferecer a melhor qualidade de vida que eu puder à ela.

    • Fabiana Xavier

      Olá, Amanda!

      Faz muito bem. Uma segunda opinião é muito importante!
      Realmente, pela idade avançada dela, todo cuidado é muito importante. Continue assim zelosa, amorosa e carinhosa.
      Vamos ficar na torcida para que ela fique bem. Mas estamos bem tranquilos por aqui, você parece ser uma ótima mãe!

      Um abraço!

  32. Islane

    Eu tenho um SRD(mistura de labrador e cocker) de 3 anos, ele já teve um princípio de convulsão no início do ano mas pensei que não fosse convulsão pois ele não chegou a babar e nem se bater, porém hoje ele teve uma convulsão intensa, eu fiquei sem chão quando o vi naquele estado, ele foi apenas se espreguiçar pq tinha acabado de acordar e do nada ele se jogou no chão e começou a se entortar se batendo, na hora eu não tive a ração de deixa-lo no chão eu o peguei no colo e saí correndo pro veterinário, ele já teve a doença de carrapato assim que me deram ele (ele era um bebê) hoje eu soube que a doença pode voltar, o Dr transcreveu uma receita a ele, o medicou com gardenal e terá de tomar por 30 dias. Eu não sei o que faço! Pq houve relatos que alguns bichinhos morreram por esta causa, e eu tô desesperada… Espero que essa medicação contre essas crises, pq eu não penso na possibilidade de ficar sem ele.

    • Fabiana Xavier

      Olá, Islane!

      O mais importante você já fez, que é levar ao médico e iniciar o tratamento. Agora é só questão de adaptar a medicação para ele estabilizar. Mas isso é um processo e também não estou dizendo que vai ser fácil, mas é possível ele ter boa qualidade de vida.
      Vamos ficar na torcida para que ele estabilize e fique bem!

      Um abraço!

  33. Eduardo

    Bom dia
    Eu e minha esposa saimos ontem e dormimos fora por causa do natal. Qdo chegamos agora de manha minha cadela ficou extressada com nossa chegada e teve uma leve convulsao… O que pode ser…. Pois foi depois de uma forte emoçao….

    • Olá, Eduardo!

      Como você mesmo falou, pode ter sido pela emoção de reencontrar vocês depois um tempo sozinha. Em muitos lugares é comum pessoas soltarem fogos de artifício e isso perturba demais os animais. Ela pode ter passado um grande estresse sozinha, achou que vocês não iam retornar e quando os viu ficou muito emocionada.
      Sugiro que procure ajuda médica o quanto antes. Existem técnicas de relaxamento e medicamentos que podem ser ministrado nesses casos.

      Um abraço!

  34. TALITA OLIVEIRA ALMEIDA

    Tenho um vira-lata de porte médio, com 3 anos de idade mais ou menos e desde o ano passado ele passou a ter crises convulsivas. Pelo seu histórico, pois era um cachorro de rua, ele sofreu alguns traumas, mas depois que o adotamos não apresentou nenhum sintoma. Minha mãe já o levou no veterinário, ela receitou gardenal, por um tempo ele não apresentou mais crises, mas em algumas vezes, mesmo tomando o medicamento ele sofreu uma crise. Estou preocupada, pois a médica pediu um novo exame para ver se diminui na dosagem do remédio, ou se irá aumentar.
    Obrigada pelo site!

    • Fabiana Xavier

      Olá, Talita!

      Fazer esse acompanhamento é fundamental. Não há cura para a epilepsia, mas há tratamento e controle. Pode ser que agora ele precise tomar doses mais altas do Gadernal, mas não siginifica que será sempre assim. Quando ele estabilizar, talvez o médico queria retomar a dosagem antiga. É importante manter a vigilância e cautela.

      Vamos ficar na torcida para que ele fique bem!

      Um abraço!

  35. Sonia

    Tenho uma american staffordshire de 11 anos. Estamos tendo dificuldade com ele nos últimos meses, pois ele tem algo no nariz , mas nao conseguimos ver o que era na rinoscopia, pois o mesmo teve uma convulsão no pre anestésico . Depois dai foram feitos varios exames, mas a rinoscopia era essencial , pois poderia nos dizer o que ele tem, pois sangra muito o nariz. Fora que depois disso viemos a descobrir que ele tem convulsões a maioria das vezes a noite. Está tomando remedios como tramal e um outro pra conter a hemorragia. A situação é difícil ele sofre e eu sofro mais ainda pois me sinto impossibilitada de fazer algo. Na radiografia do cranio eles falaram sobre um possivel tumor no nariz. Mas devido a convulsão nao prosseguiram com a cirurgia.

    • Fabiana Xavier

      Olá, Sonia!

      Com 11 anos ela é uma idosinha e isso por si só já aumenta o risco da cirurgia. Não é possível uma USG ou Tomografia? O médico chegou a liberar algum laudo?

      Um abraço!

  36. Daniele

    Adorei a Ciça há 1 ano numa página página de doações na internet. Ela foi encontrada com coleira e leite nas mamas, mas sem filhotes. Uma semana comigo e teve a primeira convulsão. Desesperador. Ainda não sei o motivo das crises, que acontecem uma vez por mês, mas percebi que sempre acontecem quando MINHA CARTELA DE ANTICONCEPCIONAL ACABA! É como se ficássemos de “tpm” ao mesmo tempo! Será que tem a ver com a influência da lua? Será hormonal? O veterinário não sabe como explicar. Mas como eu posso “prever” quando a crise virá, dobro a dose de Gardenal que ela já toma diariamente. Alguém passa por situação parecida??

    • Fabiana Xavier

      Olá, Dani!

      Eu também não tenho uma resposta científica para te dar, sinto muito. A Ciça é castrada? Essa dobra foi autorizada pelo veterinário, correto? Acho importante você redobrar os cuidados no período já esperado da crise, acho que está no caminho certo. Vamos ficar na torcida por vocês.

      Um abraço!

  37. Vitoria

    Olá, eu tenho uma cachorrinha da raça dachshund (o famoso salsicinha) ela já está com 15 aninhos, e de uns meses rpa xá ela começou a ter crises convulcionando, já passamos ao veterinário diversas vezes, fizemos exames e ela nos passou o gardenal, duas vzs durante o dia. Hoje ela teve uma outra crise no meu colo, me senti arrasada por não poder ajudala…. Gostaria de saber se o melhor é deixar que ela durma comigo ou pelo menos perto de mim durante a noite, ela dorme na sala, se algo ocorrer e ela ter outro ataque é muito longe para eu poder ouvir e ficar ao lado dela esperando q passe e mostrando q estou perto… Eu só não quero q ela se sinta sozinha nesses momentos difíceis.
    ..

  38. luis

    minha cachorinha teve convoluçao ela tem 14 anos e uma pinscher ela nuca teve foi a primeira vez e depois ela ficou desoriantada perdida . queria saber se ela valta ao nonal dela

  39. Tenho uma cadelinha vira-lata de pequeno porte, a Cindy. Ela está apresentando umas “crises” que de primeiro momento eu pensei que fosse algum tipo de cãibra. Mas, estou fazendo cursinho de auxiliar veterinário e tirei essa dúvida com a professora pois, essas “crises” estavam cada vez mais frequentes. Quando eu disse a ela o que estava acontecendo, ela me disse que provavelmente era uma convulsão e que era bom eu levar minha cadelinha ao médico para tratamento e saber o que realmente ela têm. Quando minha cadelinha fica com essa “crise” ela fica se contorcendo toda e flexionando os músculos das pernas principalmente, e, como medida de ajudá-la eu começo a fazer massagem nela tentando fazer ela voltar ao normal, isso funciona, mas as “crises”, como eu já venho dizendo, estão cada vez mais frequentes. O site e as informações aqui me ajudaram bastante! Obrigado a todos os responsáveis!

  40. Kelly

    Olá!! Eu tenho uma cachorra e ele teve algumas convulsões, mas logo na primeira eu levei ela no veterinário, ele falou que era pra esperar e que se desse mais umas 3 ia entrar com o gardenal, fez exames e apontou que ela tava com a doença do carrapato e com baquetas baixas, algo do tipo, enfim estou fazendo o tratamento com antibiótico para a doença do carrapato um ciclo de 21 dias de 12/12 e dando uma vitamina 1 comprimido a cada 24h por 30 dias. Complemento também com ficado e ovo pra ela melhorar da anemia. Ela não teve mais nem uma crise então a veterinária suspendeu o gardenal, ela tomou apenas os 7 dias que a veterinária passou.
    Mas a minha dúvida é porque ela está muito estranha, anda em círculos as vezes, ou anda ao redor da casa, está com medo ( assustada) o tempo todo, com o olhar perdido, não tem reação quando chamamos e ela ainda meio que quis morder meu filho de 2 anos. Mas eu não reclamei com ela porque ela ainda não está bem.
    Ela vai ficar assim daqui pra frente??

  41. Eliane

    Oiã tenho duas cadelas Meg filha de 3 anos e 4 meses SRD e a pretinha Também SRD que me adotou a alguns meses de acordo com o veterinário possivelmente ela tenha mais de 7 anos . Neguinga e epiléptico medicada mesmo assim tem crises eventuais. Por que Meg me avisa quando neguinha passa mal? Meg está muito agressiva, possessiva com objetos e lugares e não gosta que neguinha se aproxime porque acontece isto? Meg também está sofrendo, o que posso fazer principalme pela Meg? Ela tem avançado em mim se eu tocar ou chegar perto do espaço ou objetos dela e acho que sua mudança de comportamento pode ter a ver com a chegada e a doença da neguinha me ajude porr favor.

  42. Bela

    Estou sofrendo muito com minha cadela Belinha! Ela está tendo convulsões está com câncer nas mamas e agora um caroço que ela tinha no lado esquerdo do resto dela está em carne viva sangrando muito. Hoje ela teve 1 convulsão as 04:25 da manhã fez coco xixi e depois outra 12:20 nas 2 crises depois que passou eu dei o remédio que a médica dela passou, foi o Gardenal ela toma todos os dia de 12 em 12 horas. Não estou aguentando ver ela assim mais

  43. Julia

    Eu tenho uma daschund de 13 anos e estou na dúvida se o que ela teve foi uma convulsão. Ela recém tinha tomado água e estava tipo com um soluço, como se estivesse com falta de ar, mas isso da nela de vez enquado, aí quando coloquei minha mão nela pra ver se estava bem ela caiu do nada com as patas abertas e começou a se tremer, tentei ajudar mas ela não conseguia se levantar e começou a chorar, durou pouco tempo e depois disso ela se levantou normal e começou a abanar o rabo pra mim, ela parecia estar consciente, mas não tenho muita certeza. Ela tem varios tumores, já levei no vet e me falaram que não dá pra operar por causa da idade. Fiquei com dúvida se era convulsão por que na hora também pensei que podia ser problema na coluna e ela estivesse com dor, mas depois que passou ela ficou normal. Alguém pode me dizer se pode ser convulsão ou algum outro problema?

  44. Nayara

    Tenho uma mestiça de poodle toy com poodle conhecido por n2,ela está para completar 7 anos,sua primeira crise foi em agosto do ano passado,e hj 2 de março teve mais uma,achei estranho que ela fez xixi na cozinha e chamei ela,ela veio cambaleando como se tivesse girado ela,já me desesperei na HR,na primeira não estava presente (trabalhando)fui avisada por minha mãe,não pensei duas vezes,larguei TD e corri o mais rápido pra casa,a dr. Prescreveu predinissona,ia completar um ano dessa primeira convulsão,o pior é fica sem ter o que fazer e horrível, preferiria que fosse em mim,trato ela como uma filha que não vai passear dos nove meses, é meu neném,i pior é que já tomo vários remédios controlados por conta de crises de pânico,meu marido não sabe o que fazer pois ela passa mal e eu passo junto,não tem explicação e horrível.

  45. Cláudia a.

    Há cerca de 40 dias percebemos que meu cão (Poodle grande-10 anos) estava tendo dificuldades para urinar. Levei ele em uma clinica veterinária aqui da cidade e o veterinário pediu uma ultrassonografia. Feito, levei o exame para ele que constatou um calculo na uretra. O veterinário passou a apertar a bexiga do meu cão para que ele conseguisse urinar, e administrou diurético por injeção todos os dias por cerca de uns 8 dias. Disse que nao teria como passar sonda pois teria que ceda-lo. Como eu nao tinha conhecimento e acreditei nele achei que estava tudo certo…
    Depois de uns dias me indicou leva-lo num Hospital Veterinário de uma das melhores faculdades Públicas do país (que nao vou mencionar o nome mas devia) daqui de minha cidade. Lá eles refizeram todos os exames (de sangue, urina, raio-x e ultrassom) e continuei dando o diuretico-Ranitidina como eles tbm me pediram. Me falaram que o que o meu cachorro tinha era um câncer na próstata, que passou para a bexiga e pulmão e que teria que viver para sempre com uma sonda para poder urinar (onde eu tinha que tirar a urina 4x ao dia com uma seringa) e investir numa boa qualidade de vida. Eu inconformada fui atrás de uma terceira opinião. Eu não acreditei que ele estava com cancer. Mas antes fiz uma promessa, de que se não fosse cancer, eu nao faria nada contra o diagnost. errado deles.
    Este terceiro veterinário é um dos melhores e mais indicados aqui da cidade e a pedido desse, levamos ele para uma cidade vizinha numa das melhores clinicas de raio-x e ultrassonografia para repetir estes exames e deu que o que ele tinha eram muitos cristais na bexiga, cistite e uma gastrite que com o passar dos dias e das aplicações indevidas dos medicamentos -como do diurético em excesso-, se agravou muito a gastrite.
    Iniciamos um novo tratamento onde ele foi voltando a urinar aos poucos, mas porem ele parou de comer. Não suportava cheiro de ração ou qlq coisa que lhe oferecesse. Ele emagreceu muito. Sua aparência espantava qlq um. Ele ficou sem comer nada e só tomando soro pois tudo o que eu dava ele vomitava.
    Ontem eu estava tratando dele na boca no meu quarto (única forma dele comer) quando sem querer ele encostou na minha escrivaninha e se assustou. Na mesma hora ele começou se contorcer e “rodopiar” no chão tendo crise de convulção. Eu fiquei DESESPERADA e nao sabia o que fazer. Ele não parava de rodar. Corri com ele no vet e la colocaram soro e fizeram exames de sangue. Deu a mesma crise lá tres vezes no intervalo de menos de duas horas. Eu vi que seus olhos estavam estranhos como de quem esta tendo algum tipo de alucinação.
    O veterinário sedou ele duas vezes, pois uma nao foi necessária. Combinamos de deixar o cachorro sob sua observação e aguardar o efeito do sedativo passar que ele entraria em contato comigo, pois eu estava tão nervosa que ele me pediu pra ir para casa.
    As 17:07 ele me ligou dizendo que o efeito havia passado e que ele estava tendo outra crise e perguntou se eu autorizava eutanasiar que não tinha mais o que fazer.

    Me garantindo que não tinha mais o que ser feito e explicando o por que das crises (que nao me lembro pois estava muito nervosa e hoje nao voltei lá ainda), eu tive que tomar a pior decisão ja tomada na minha vida.

    Nunca imaginei que uma coisa pequena se agravaria a ponto de isso acontecer. Dói muito em mim mas TUDO o que estava ao meu alcance eu fiz por ele. Sem medo de gastar o que nao podia, o importante era apenas ele sarar, o resto a gente corre atrás.
    Portanto, saibam escolher em qual medico veterinário levarem seus bichos. Se eu no primeiro dia tivesse levado ele nesse ultimo veterinário, as chances de hoje ele estar aqui e de ter sarado eram muitas. Em decorrência de um diagnostico errado e de excesso de remédios eu perdi meu companheiro.
    Isto é apenas um resumo do que passamos.

  46. Renata Freire

    Estou passando por isso com meu bebê. É um Pug está com 3 anos e meio, começou a ter convulsões. Foi feito hemograma completo e foi examinado TD normal, sem alterações. Segue com a as crises, , desorientado, tomou 2 x gardenal injetável. Nossa não sei mais o q fazer. Estou sofrendo com ele. Se alguém já passou por isso me ajudem pf.

  47. marcos

    Boa tarde
    Meu filho ganhou um animalzinho lindo, cruzamento com chouchou e hasky siberiano um animal doce de um mês e meio de vida, todos nos de casa se apaixonamos por ele, mas da noite pro dia sem explicação ele teve uma convulsão ,minha esposa ficou desesperada sem saber o que fazer com tal situação, levamos o cão para o veterinário e até ontem não sabíamos o que tinha acontecido com ele , pressão arterial ,febre tudo normal,foi feito um exame de sangue hemograma ,exame de virose e tudo deu normal , depois de um raio x foi detectado manchas no pulmão , hoje ele esta internado e ainda a veterinária esta em duvida do que pode ter acontecido com o animal esem nos dar garantias nenhuma do estado de saúde dele, pergunto se nesse caso das manchas do pulmão do animal pode provocar convulsões ?qual tratamento?

  48. Nilzilene bernardo baiense

    Olá meu cão É um filhote de 4 meses,ele fica em pé batendo a boca e salivando,isso é sintoma de convulsão?

  49. Nilbson Silva

    Olá estou passando pelo mesmo problema onde meu cachorro vira lata está tendo esses ataques de convulsão, ele começou com este problema já há uma semana, neste período ele já teve 4 ataques de convulsão onde ele fica todo se tremendo, saindo espuma da boca, perde até um pouco do peso depois que melhora, fica inconsciente e depois volta ao normal. Gostaria muito da ajuda de vocês, meu cão tem seis anos de idade e isso nunca tinha acontecido antes, ele por muitas vezes fica muito stressado e quando tem esse ataque não sei o que fazer, me preocupo muito com a situação do meu cão. A convulsão dura quanto tempo na vida do cachorro ?

  50. fatima aparecida lacerda

    Tenho um Srd mistura de rotivailler e pastor de 8 anos, tb tem convulsões acredito que comeu nafitalina na grama da vizinha de frente a minha casa, pois encontrei muitas na grama e qdo a questionei ela me disse que era pra que os cacorros não fizessem sujeira na grama, quase que a matei, ai surgiram as primeiras convulsões.A primeira que ele teve foi no dia seguinte ao comer as nafitalinas era um filhote ainda tinha 1 ano, fiquei muito assustada e levei ao Veterinário onde ficou uma semana internado e nada foi constatado, gastei muito, levei a outro veterinário que receitou Gardenal de 100mg de 12 em 12 hs, continuou a ter, de 6 meses passou para 3meses e agora tem muitas convulsões uma atras da outra ,fiz exames de dosagem do Gardenal e passei a dar comp de 2 de 12 em 12 hs ,mas nada ajuda, não sei mais o que fazer.
    Quando ele tem fica batendo a cabeça no chão e eu tenho que segurar pra não se machucar , fica sem a visão e se bate nos muros ou em qualquer lugar.
    Demora uma semana ou mais até voltar ao normal com episodios de uivos e tb de subir nas pessoas, não durmo mais e fico ao lado dele, mas ele sofre muito e eu tb. O que posso fazer me ajude?

  51. Geisiane

    Antes de ontem notei que havia um sapo no meu quintal ,não dei muita importância, depois de um tempo encontrei meu cãozinho caido salvando e paralisado,pesquisei e fiz os primeiros socorros como indicado,lavei a boca dele e tal,aos poucos ele foi se recuperando,não tinha dinheiro para leva _lo no veterinário mas achei que ele estivesse normal,e agora depois de 2 dias ele começou a salivar com espuma excessivamente e fica batendo o maxilar,isso aconteceu hj o dia todo com intervalo de uns 20 minutos,pode ser convulsão por causa da intoxicação?

  52. Renan zanella

    Tenho um labrador de 3 anos ele foi atropela com 2 ano de idade levou uma pancada forte na cabeça dês de então ele tem crise de convulsões, chega a duras horas a crise, uma atrás da outra com o intervalo de média 2 minutos entre uma convulsão para outra dura em cerca de 30 a 110 segundos cada uma,
    E medicado com 2 gardenal de 100 por dia.
    A veterinária informou que e uma patologia de nascimento, porém mesmo medicado, nota-se pequenos espamas em sua cabeça, que nao param nunca.
    Isso pode ser um tumor ou realmente uma doença genética ?
    Não acho qie seja normal ter vários convulsões uma atrás da outra,ele se minha inteiro e se vaga, morte toda a boca pela crise, e quando se recupera por um curto período de tempo cerca de no máximo 2 horas até voltar a ter crise novamente, ainda sim fica desorientado batendo a cabeça nas paredes, potes em todo lugar.
    Devo procurar outro veterinário ou realmente e normal ter essa quantia de crise sendo genetgenético?

    • Itamara Martins

      A recorrência não é normal. Se for de SP tenho um veterinário que indico, ela cuida da minha e nunca mais teve convulsão, mas tbm não esqueço um dia se quer do remédio. Quando ela tinha até ajustar a dose, ela ficava desnorteada aí eu dava dipirona 1 ml pra cada kg.
      Sugiro que veja com o veterinário, possa ser uma questão de regular a dosagem pra sua dog e quando ela tiver a convulsão dar algum analgésico pra aliviar o pós. ABS!

  53. vanessa

    Minha cachorrinha tava dormindo comigo na cama quando derepente começou a se bater levantei a coberta e ela tava deitada tentando levanta se batendo muito e spltando uma baba acalmei ela e coloquei deitadinha nao sei oq é. Nunca teve

  54. Tenho.uma shitzu de 5 anos. Levei para castrar no sábado dia 14/04/18 voltamos pra casa as 18hs e aparentemente estava bem. As 21horas desse mesmo sábado ela teve uma convulsão de uns 5 minutos. Esta internada e teve outra convulsão ontem dia 18/4/18 e esta bem torta pra um lado. Ninguém sabe me dizer o q é. Fez exame fe sangue e deu infecção. Mas não sei se a convulsão foi pela infecção ou a infecção veio pela convulsão. Será q quando operaram ela fizeram alguma coisa errada? Ela vai melhorar? O q eu posso fazer?

  55. Veronica Vilimovic

    Meu cachorro ficou triste e sem querer comer derrepente,notei que ele estava andando com dificuldades e que o problema seria na parte traseiras,levei ao veterinário onde foi medicado ,no dia seguinte ele começou a convulsionar,retornei ao veterinário,ela disse que é ataques epilético e que ele irá tomar gardenal p sempre,tô muito triste ,pois meu cachorrinho era muito ativo,depois do gardenal,come e bebe desesperadamente,mas fica perdido no tempo,e não encherga direito,gostaria de saber se isso tem cura ,ou tenho que tratar p sempre com gardenal?

    • Ana Paula Poli

      Olá
      Minha cahorra teve uma convulsão há 3 dias atrás de manhã e a noite teve outra..comecei dar gardenal como a veterinária passou..ela teve mais uma e agora não teve mais.
      Só que ela está com esse mesmo problema, está perdida.. não tem equilíbrio nenhum..cai toda hora..a cabeça cai pra frente na hora de comer e beber..tromba nas coisas..entra atrás de lugares e não consegue sair..o que será que está acontecendo?

      • Pãmela

        Olá Ana Paula, td bem? Descobriu o que houve com a sua cachorrinha? Estamos com o mesmo problema, o veterinário está fazendo mudanças na medicação e dosagem, mas nada melhora. Estamos preocupadíssimos.

  56. Denize

    Temos uma vira-lata que foi adotada aos 4 meses, ele convulsiona sempre. Nao conseguimos ate hoje controlar, na verdade as consulsões so aumentam, ja trocamos de profissional, de remedio, tudo que é solicitado nos fazemos e nada. Pontualmente ela convulsiona de 15 em 15 dias e as vezes tem até tres, geralmente duas….Sofremos muito, mas continuamos tentando um melhor tratamento pra ela. Toma atualmente Gardenal 100mg e alguns outros medicamentos manipulados, mas nada…..Muito triste…

  57. Jucileia

    Olá boa noite minha cadela teve uma crise dessas mas ela está com tremores acho que é distensão muscular e grunge o que posso fAzer pra ela melhorar

    • Fabiana Xavier

      Olá, Jucelia!

      Procure acalmá-la, tente deitá-la e massagear suavemente. Mas é importante procurar um médico veterinário para identificar as causas da convulsão e poder iniciar um tratamento.

      Um abraço!

  58. Renata

    Meu vira lata de mais ou menos 8 anos , teve uma crise feia ontem , levei no veterinário e ela disse que poderia ser algum problema renal e colheu exames de sangue ( função renal ) , e já iniciou tratamento com Gardenal !! No texto acima não faz referência a problema renal ! Será que ele deve fazer outros exames ?

    • Fabiana Xavier

      Olá, Renata!

      Eu fui buscar uma resposta com a nossa médica veterinária voluntária Drª Cecília, e ela disse o seguinte: “Normalmente os problemas renais não causam convulsões, mas depende de grau, do tempo que esta com essa insuficiência renal, de outras lesões causadas no organismo, mas pode acontecer sim. No entanto, é importante realizar alguns exames complementares para destacar a hipótese ou confirmar e assim poder seguir com o tratamento.”
      Espero ter podido ajudar. Desejamos que ele melhore.

      Um abraço!

  59. Quando a minha cachorra pudloull da convução coloco ela na caminha dela e faço carinho a boca dela se fecha mais abro a boca dela e boto a língua no lugar eu estou fazendo errado ??????

  60. Marcilene Oliveira Pereira Lima

    Minha Poodle Toy de 7 anos tem tido crises pelo menos eu acho que é convulsão ela trava a boca fica corpo todo duro torto a lingua pra fora as vezes escura as vezes não e olho aberto e não respira, teve final do ano uma muito forte achei que ela ia morrer mas graças a Deus ficou bem e ontem 03/06/18 ela teve outra mais fraca voltou mais rápido. Qdo ela teve no final do ano levei ela ao vet fez exames ecocardiograma, rx e não deu nada. A vet pediu para observa-la e evitar stress pois a crise vem sempre depois de um susto ou se ela fica nervosa. Agora vou passar ela em consulta com o Neuro suspeito que seja alguma coisa neurológica. Fico apavorada qdo vejo ela mal.

    • Fabiana Xavier

      Olá, Marcilene!

      É muito difícil, sim. A preocupação também é grande, mas você está no caminho certo: buscando apoio na medicina. Com os exames em mãos, amor e carinho, tenho certeza que sua bebê vai ficar bem.

      Forte abraço!

  61. Luis

    Tenho HM lavrado ele tem convulsão levei ele pro veterinário ele Paso remédio gardenal 50
    Air do HM de manhã HM de noite
    Mais queria sabe se isso vai fica pó resto da vida dele

    • Fabiana Xavier

      Olá, Luis!

      É comum que o tratamento seja algo para o resto da vida sim, no entanto, pode haver alteração de dosagem ou mesmo medicação de acordo com o quadro clínico, mas ainda assim, será algo que deverá ser acompanhado para sempre.

      Um abraço!

  62. Itamara Martins

    Tenho uma SRD de 2 anos, chama-se se Cacau. Resgatei em junho 2016 estava muito debilitada, até achei que não ia sobreviver, tinha berne na pata, carrapatos enormes e febre de 40 graus, mesmo assim seu rabo abanava de tanta felicidade por ter ganho um lar. Fez um check-up, foi diagnosticado cinomose e anemia, Tomou Glicopan, Doxiciclina por 30 dias de 12h em 12h, repetimos os exames e se estabilizou. Passado um ano, reparei que ela tinha uma sensibilidade nas vértebras, nas patas e dependendo se encostasse ou pegasse nela pra por no colo ela reclamava, sempre observava e não se tratava de algum osso quebrado, se tratava de sensibilidade.
    Pois bem, em janeiro de 2018 ela teve sua primeira convulsão. Desesperador, eu achava que ela ia ter um ataque no coração e por fim desfalecer e morrer ali. A primeira durou os mais longos 53 segundos da vida.
    Comecei a reparar que quando ela ia ter ataque ela se encontrava em sono profundo, de repente acordava, rodava atrás do rabo e começava a ter o ataque. Tremia o corpo todo, olho arregalado, babando e patinhas pedalando… Muito triste, quando acabava levantava desnorteada, cheirando tudo e o que tinha na frente ela atropelava.
    Com todo esse relato levei a veterinária, fiz o check up novamente e iniciei a dose por dia com o Gardenal de 12h/12h.
    O desnorteamento é devido a uma forte dor de cabeça que os acomete onde os deixa com uma cegueira temporária. Pra isso foi receitado dipirona 1 ml para cada kilo.
    E a sensibilidade é a sequela que a cinomose tratada deixou.
    Não desista de seu pet, ele merece todo o seu amor. Eu mesmo fui resgatar a cacau em um lugar tão longe, carregada de doenças… O que é mais gratificante é que apesar de todo esse sofrimento ela é grata.

  63. Miriã Ferrerira

    Boa tarde!
    Tenho um shih tzu. 2 meses e 7 dias, hoje ela teve uma convulsão, levei ao veterinário a veterinária após alguns exames rapidos, me passou gardenal duas gotinhas de 12/12h
    Ereditario a irmã da minha shih tzu tem o mesmo problema mais so hj fui perceber os sintomas .

  64. Suely Frei

    Adotei uma pastora com 5 anos de idade, e só depois de estar aqui em casa me falaram que ela tem que tomar meio comprimido de Gardenal dia sim dia não. Descobri que as crises convulsivas são desencadeadas por estresse, quando ocorrem trovoadas ou alguém solta fogos. Assim, dou o medicamento durante todo o verão, na época das festas juninas, e agora na copa do mundo. Não havendo barulho ela passa bem sem o remédio. Não sei se estou fazendo certo…

  65. Hoje ganhei uma cachorra da raça rotwailer de 7 anos quando chegou na minha casa ela teve uma convulsão oque pode ser o antigo dono disse que ela nunca teve isso será pelo stress da mudança.

  66. Antonio

    Em uma convulsão que durou aproximadamente uma hora, essa duração já haveria a morte cerebral ?

  67. Nikolas

    Meu cão é um vira-lata com 3 anos de idade. Quando ele tinha pouco mais de um ano ele teve duas convulsões seguidas, porém, duraram pouco mais de 1 minuto. Mas há quatro dias teve um encontro de carros do lado da minha casa, ele ficou a tarde inteira com o grave dos sons na cabeça… 5 hrs da manhã, no outro dia, ele teve outra convulsão e não parava mais, tivemos que ir ao veterinário 24 hrs, na cidade vizinha, ou seja, ele ficou mais de 40 minutos sem parar de convulsionar! Quando chegamos lá, ele recebeu o medicamento e a convulsâo parou, ele ficou um dia internado, ele teria que ficar mais alguns dias, mas como cada dia custaria 200 reais, tivemos que traze-lo sem ter alta. No primeiro dia ele nem conseguia ficar em pé! Teve que dormir dentro de casa. No outro dia de manhã, ele conseguiu ficar em pé e andar um pouco, agora, ele ainda tem dificuldade para ficar em pé, mas a cada dia ele melhora um pouco. Estou torcendo para ele ficar melhor logo!
    Obs: ele terá que tomar gardenal a vida toda kkkk

  68. Maria Aparecida Tambalo

    Tenho uma cachorrinha virá lata ela tem 13 anos, começou à ter convulsão a um mês já levei ao veterinário fez exames de sangue mas não constou nada.Estou preocupada porque as convulsões se tornaram frequentes mesmo tomando gardenal não sei o que fazer me ajudem por favor.

  69. Jailton

    Minha cachorra ta tendo convulsões sucessivas isso vai fazer três dia no primeiro dia ela deu 8 mas estava comendo e bebendo no segundo dia ela ficou com fraqueza nos músculos e já não quer mais comer e no terceiro dia deu apenas 5 eu nao sei o q ta acontecendo ela é pitbull na minha Cidade não tem clínicas veterinária alguem me ajude por favor?

  70. Deise Santos

    Meu cãozinho apresenta o sintoma de baba, nariz com catarro , fica se batendo, não está comendo sangramento e fezes com sangue. Já fiz de tudo mais ele continua com os sintomas. Me indiquem um lugar para leva-lo. Pois sou aposentada e as condições são difíceis.Mas é triste ver o animal passando por isto.
    Ele tem 07 meses.

  71. Christina

    Estamos desesperados,pois nossa Athena,está tendo convulsões,depois de ter contato com um sapo,começou após uma semana (fev/2018),e ultimamente ela está tendo mais vezes!!! Temporariamente sem condições,pra leva num veterinário,hoje mesmo(20/07/2018),ela já teve três crises,por Deus me ajudem Muito Obrigado

  72. Victoria

    Tenho uma pischer há 8 anos, na tarde de ontem ela teve sua primeira convulsão, como não sabia o que fazer apenas a deitei de lado e segurei sua cabeça torcendo para ela não engasgar. Ela teve outras 2 crises em um espaço tempi de menos de 20 minutos, sendo a 2° no caminho da clinica veterinaria e a 3° ao chegar no local (que fica à uma quadra de casa). Durante as crises ela se contorcia, babava, urinava e gritava, houve uma duração de 1 minuto cada uma. Após suas crises ela ficou um pouco desnorteada e não conseguia se manter em pé. Na clínica ela ficou internada durante toda a noite no soro e tonou 1 dose maxima de gardenal. Hoje ela teve alta mas ainda está com sequelas, anda meio tontinha, da algumas voltas pela casa, cai, e busca nossa voz. Gostaria de saber se isso pode ser sequela da convulsão ou efeito do remédio forte. Vou aguardar 24h para dar um retorno ao veterinário.

  73. Pingback: 5 dicas de primeiros socorros para o seu pet

  74. Tenho uma Pit Bull, hoje com um pouco mais de 1 aninho que já adotei muito maltratada com sarna negra e parvovirose e logo que percebi seu grave quadro levei para o veterinário que internou ela por 6 dias , graças ao bom acompanhamento e medicamentos ela sarou bem destas doenças. Alguns meses depois cheguei em casa ela estava babando muito de um jeito que nunca vi antes. Logo levei a correndo para o veterinário e lá ficou internada mais 3 dias sendo diagnosticada com quadro de convulsão. Foi receitado Gaedenal 50 mg que dou até hoje de 12 em 12 horas porém ela teve 1 crise ontem que durou uns 90 segundos depois voltou ao normal. vou levá-la em outro veterinário hoje para uma segunda opinião. O que gostaria de saber é se o uso do Canabidiol teria algum efeito positivo para os cães também, já que para os humanos é comprovado que há uma considerável redução nos quadros de convulsão.

  75. Natalia

    Olá tenho 7 vira – lata Mel é a casula adotamos ela da rua adora brincar, mas a dois anos descobrimos uma vertebra dela machucada ela ficou alguns meses sem andar e depois de 1 ano começou as crises de convulsão, faz dois anos que ela tem essas crises eu controlo com remedio. mas no começo ate regular a dosagem ela chegava ter duas crises por dia. hoje antes dela ter a crise ela me da os sinais que ela nao esta bem, as crises sao bem mais raras agora. Hoje a minha cachorra mais velha a Lady teve uma crise vou leva la para fazer exames para saber a causa e vamos trata la tbm. Obrigada por nos passar informação aprendi muito aqui hoje vou acompanhar sempre, grande abraço

  76. Elisangela

    Boa tarde amigos estou muito triste meu irmão de 4 patas faleceu 21/08 as 5h da manhã
    Binho tinha 12 anos era um yorkshire que tínhamos que lembrar que ele era um cachorro pois se comporta como humano gostava de sorvete de creme e não de chocolate.Pois ele nunca me deu trabalho apenas cuidados básicos mas há 3 meses a trás começou a patinar e não conseguir andar e começou a ter convulsões levei ao médico estava com uma infecção foi medicado mas não ficou o mesmo às vezes tinha umas crises mesmo tomando um remédio que o médico orientação 12 h para melhor circulação pernas e celebral devido à idade
    Pois segunda as 16 teve uma convulsão muito agressiva em que levei ao médico e me orientou a dar Gardenal voltei para casa alimentamos ele com uma sopinha de batata e frango dei o remédio mas as convulsões se tornaram mais constantes lendo aqui os comentários agora acho que era quando o coitadinho dormia de 1 em 1 hora lá pelas 1 da manhã parou e as 5 ele começou a gritar e de debater corri para acalmar e fazer carinho como fazíamos pôs crise mas só foi pegar ele nos meus braços que ele veio a óbito depois vi que o banheiro de casa estava sujo acho que ele teve uma melhora na madrugada e foi fazer coco no tapete mas tinha muito sangue
    Ferrou muito triste penso que poderia ter levado meu amorzinho para uma segunda opinião ou até mesmo ter levado de madrugada no hospital já que as convulsões estavam aumentando ,pensei que o Gardenal faria efeito e ele ficaria bem como antes
    Meu amor cachorrinho binho eterno no meu coração ❣ como doi

  77. ELIANA ALVES SIEGA

    Tenho uma fox paulistinha de 4 anos. ela começou a ter crise há uns 5 meses. normalmente 1 crise por mês.Um dia ela teve 5.mesmo tomando remedio.voltou para 1.de ontem para hoje já teve 7.estou com consulta marcada em bhte, pois não temos especialistas aqui.Tenho medo de ela não conseguir esperar.A consulta é dia 31.Alguma sugestão?

  78. Andreia

    Boa tarde eu passo isso com meu peludo ,ele toma gardenal e brometo de potássio tem mês q da uma vez só, tem mês q nao da nenhum dia este mês de Agosto por exemplo já deu 5 vezes mesmo tomando os remédios direitinhos nossa da uma dó muito grande

  79. Joyce

    ESTOu com uma poodle com 13 anos que está com crises bem frequentes. Dou 2 medicações associados… e mesmo assim está tango 1 ou 2 crises diárias. É complicado, pq não temos muito o que fazer a não ser torcer que responda a medicação. A medicação que está sendo usada é o gadernal e brometo de potássio 2 x por dia, cada.

  80. Lu

    Tenho uma pastor alemão idosa que resgatei da rua, ela tem pelo menos duas convulsões mensais, o veterinário a trata com duas doses diárias de fenobarbital mesmo assim o ocorre a convulsão, como não sabemos seu histórico ao longo da vida e não tendo doença ou tumores achamos que desenvolveu por maus tratos porque estava muito debilitada qdo eu a resgatei

  81. Raquel

    Minha cadela, uma rottweiler de 6 anos, teve uma convulsão bem longa, acho que uns 10 minutos. Ela tem insuficiência renal crônica. Fiquei louca, é uma cena terrível. Ficou se batendo, revirando os olhos, babando, fez cocô. Agora ela está internada direto no soro, anêmica, não quer comer, com náusea constante, respiração ofegante e um pequeno sangramento na gengiva.
    Estou muito aflita.

  82. Malu

    Minha cachorrinha tinha convulsões desde os seis meses de idade. Fiz todos os tipos de tratamento, inclusive com Gardenal. Ela se curou com a acupuntura.

  83. Luciana Magalhães

    Olá pessoal tenho um yorkshire desde 6 meses de idade apareceu com crises convulsivas até então morava no Brasil e o levei na Veterinaria aonde começou com dose pequena de cardenal estou vim para os Estados Unidos e trouxe ele pra cá e as crises aumentaram e os remédios mudaram hoje ele toma três tipos de remédios diferentes e continuam dando crises e piores já chorei e choro muito não sei o que fazer a última vez aqui gastei 600 dólares é muito caro ter pet e criar aqui nos Estados Unidos , a Veterinaria chegou a me falar que se ele continuasse assim era melhor sacrificar sinceramente não sei o que fazer !!!!! Mas também não quero ver ele sofrer mais

  84. Jessica

    Eu tenho uma poodle de 15 anos, ela teve uma convulsão nessa madrugada e desde então ela está inquieta, andando em círculos, bem desorientada . Ela já teve outras vezes a convulsão mais sempre voltava ao normal , estou muito preocupada , já vai fazer 24 hs que ela está de um lado pro outro , me parece bem cansada .pego ela no colo ela não quer . O que faço? O pior que não tenho condições de pagar o veterinário…

  85. Larissa

    Oi me ajudem Minha cachorra deu convulsões levei no veterinário e me passaram vários remédios e o gadernal ela voltou das convulsões sem os sentidos não escutava não sentia gosto e não reconheci a ninguém já faz 10 dias que estamos tratando dela e até hoje ela não voltou a reconhecer nem escutar nem sentir gosto, isso é normal ?ela pode voltar como era antes ou fica assim para sempre?

    • Talyta

      A minha também está assim a sua melhorou?? Estou desesperada

  86. Karina Costa

    Olá.
    Tenho uma labrador de porte médio chamada Flor. Ela começou a ter convulsões quarta – feira a noite. Tomei um susto danado achei que ela estava morrendo, no meio da turbulência peguei água passei nela comecei a chamar por ela, e
    Tentando esconder do meu filho de 12 anos que ama ela demais (eles tem uma relação linda), bom resumindo não temos dinheiro para levar ela no veterinário, aí eu coloquei ela para dentro de casa. No dia seguinte ela estava Féliz na rua brincando, mas as 22 horas deu outra convulsão, mas um vez tratei com carinho e atenção aí passou. Já na sexta deu uma as 18 e outra as 23 horas. Fui até a uma agropecuária e o rapaz que me atendeu disse que poderia ser vermes, comprei e dei o remédio mas nada. Estou assustada por não ter condições de pagar a um médico e perder nossa parceira. Desculpe o desabafo. Mas me sinto impotente diante do sofrimento dela. Obrigada

    • Talyta

      O ideal é levar ao vet, mas vou te falar tudo oq o meu disse: quando as convulsões começarem, afaste dele tudo oq pode machuca-lo, mas não toque nele, Penas converse com ele. Não precisa se preocupar pois apesar de ser horrível, não oferece risco de morte e é mt difícil deixar sequelas se vc tratar corretamente. Ele receitou gadernal infantil de 40mg, de 12 em 12 horas, 0,001 ml por grama. A minha tem 1,2 kg, então está tomando 0,12 ml. Ainda recomendo fortemente que leve, minha consulta foi 70 reais e ela não convulsionou mais. Espero ajudar seu cãozinho

  87. Alexandro Lopes

    Tenho um Fila de 4dias e esta dando convulsão td vez que ele acorda. Esta muito fraco o que posso fazer?

  88. Juliana

    Gente, fiz tudo errado com a minha. Estamos dormindo, ela na cama comigo, quando escutei o baque e quando olhei ela estava tremendo, tremendo muito. Eu me desesperei. Fui tirar ela (puxando pelas patas com cuidado). Ela babou muito, urinou e defecou. Começou a fazer movimentos de pedaladas. Essa agonia e tortura durou uns 30 min. Eu sozinha em casa, não sabia o que fazer, achava que estava perdendo meu pet. Corri pra clinica veterinária. Lá ela teve outras convulsões e movimento de pedalagem continuou por mais 1 dia.
    Estou no 2º dia de internamento dela. Meu coração despedaçado. Ela ta reagindo bem, se alimentando, parou as convulsões, com as pedaladas. Mas ainda não consegue ficar em pé, a língua ainda dura, caída pra fora da boca.
    Enfim.. foi mais um desabafo e na esperança de buscar conforto em quem já passou por isso.

  89. Talyta

    Tenho uma viralata de 45 dias, que há 3 dias acordou chorando muito, convulsionou e teve uma parada respiratória, tivemos que reanimar. Ela teve 3 durante a noite, e sempre voltava cega e paralisada. Levamos ao vet ela convulsionou pela última vez lá, e ele aplicou uma dose de um remédio pelo ânus dela, e ela passou o dia paralisada e sedada. Aos poucos ela está se recuperando, já come, bebê água, caminha normalmente, mas passa o dia todo chorando como se não nós reconhecesse ela era um bebê tão alegre e carinhoso, e agr parece sempre perdida, não brinca, só morde e chora. Me sinto tão arrasada! É normal esse tipo de efeito colateral? Você acha que é dos medicamentos, ou ela vai ficar assim p sempre??

    • Talyta

      Ela sempre voltava paralisada, mas recuperava os movimentos em umas 2 h e ficava normal, e dps q fomos lá e ela passou a tomar gadernal mudou totalmente o comportamento. Parece q ficou sem consciência, ou sem memória

  90. KARINA

    Tenho uma vira lata q recolhi da rua,quando ainda filhote, desde sempre ela tem convulsões e toma gardenal desde sempre tbm.ultimamente as convulsões tem aumentado assim como as doses de gardenal,hoje ela toma 3 ao dia e pelo menos três vezes no mês ela convulsiona e convulsiona seguidamente uma atrás da outra isso dura uns dois dias.Ela fica desorientada, ofegante e perde a força muscular. Já quebrou 2 dentes tendo convulsão.teve glaucoma e perdeu um olho.Não sei mais oq fazer a única coisa q os veterinários me dizem é:é assim msm,continue com o gardenal.mesmo eu dizendo q as convulsões estão piorando eles me dizem q não há oque fazer.é assim mesmo não tem outro medicamento via oral q eu possa tentar controlar melhor as convulsões?

  91. neria

    Eu tenho um vira latas de porte grande, ele tem 35 kg e é lindo, com 9 meses de vida ele começou a ter crises e eu ja corri feito louca ao vet e ele começou logo o tratamento, na verdade o vet pediu pra observar se ele ia ter mais e ele teve e em dois dias começamos o tratamento. Ele tomava gardenal de 50 mas em uma semana ele voltou a ter e ai aumentamos pra 100 mg de 12 em 12 hs e ele se manteve bem por 30 dias e teve uma crise e depois mais 30 dias e teve outra e assim foi por quase dois anos, uma unica crise a cada 30 dias, eu ficava ansiosa mas ja estava aceitando bem e ai começou a ter a cada quinze dias e depois duas vezes por semana, foi quando surtei e levei pra fazer a tomografia, não deu nada, é totalmente idiopática, entramos com brometo mas não resolveu muito e agora estamos so com gardenal e uma formula fitoterápica. Não seimais o que fazer e nem se isso é prejudicial a ele, o quanto isso pode prejudicar. Ele tem crises rapidas de um minuto em geral. Alguem teria como me ajudar?

  92. Ivelise

    Olá, bom dia
    Tenho uma SRD de 10 anos. Nesse dia 10 ela passou mal, levei ela pro veterinárioe foi feita cirurgia as pressas, pois descobriu- se um tumor no baço, e hemorragia interna.
    Logo que teve alta, trouxe ela pra casa, e no dia seguinte ela teve crises convulsivas. Estava com um pouco de febre, porém, a vet dela disse que não estava em temperatura tão alta para uma convulsão febril. Estão achando que é metástase no cérebro, a biopsia ainda não ficou pronta. Eu nao consigo acreditar que seja isso, pois se ela tivesse metastase ja teria dado sinais, sendo que antes da cirurgia ela nunca teve nenhum problema neurológico. Essas crises convulsivas aconteceu com menos de 24 horas pós cirurgia. Gostaria da opinião de vocês. Ela segue internada, se recuperando, e eu muito desesperada. Gostaria que pudessem me responder e dar uma segunda opinião. Obrigada

  93. Emanuelle Lima

    Boa tarde!
    Meu cachorro foi diagnosticado com Doença do Carrapato, a Veterinária passou o tratamento, e Gardenal, ele continua tendo crises, ate mais do que quando não tomava. Tenho medo de perder ele, e vejo que ele está sofrendo muito. Já aumentamos a quantidade diária mas ele continua dando crises.

  94. Silvana

    Olá! Meu nome é Silvana e meu Fredinho acabou de ter mais uma convulsão de tantas outras, que dó. Acho que vai ter que trocar a medicação. Com o passar dos anos aumenta a dose e de novo voltou a ter crises, não sei mais o que fazer. A cada crise uma é pior que a outra, tenho medo dele morrer a respiração vai ficando mais dificil durante a crise. Af

  95. Kelly cristina

    Olá, Boa Tarde, eu tenho um ilhasa apso e hoje ele tem 5 anos ele já está comigo há 4 anos, eu ganhei ele de um senhor que não podia mais cuidar dele Porém não sabia situação na primeira semana ele apresentou uma convulsão imediatamente Levei ele no veterinário ou fizemos exames e foi constatado que ele tem epilepsia E desde então ele sempre teve convulsões já tomou vários remédios e sempre tendo convulsões entre Março e abril de 2017 ele teve uma convulsão muito séria e ficou 3 meses sem andar eu tinha uma academia me desfiz da academia para poder pagar os tratamentos inclusive com injeções na espinha para que ele voltasse a andar as convulsões melhoraram e mesmo assim ele continuou tendo de seis meses para cá ele vem tendo convulsões de 3 A 4 vezes por semana ele já não anda com a mesma com a mesma frequência que ele andava ele só levanta para fazer urina e fezes porém ele bate nas coisas ele não tem noção nenhuma do que faz ele mora de quem for que chegar perto para a gente dar banho nele a gente precisa colocar focinheira nele e tudo que vamos fazer com ele ele tem que tem que colocar focinheira nele eu tenho notado que as convulsões tem deixado ele cada vez mais prostrado e é muito sofrimento porque nenhum medicamento mas está fazendo efeito Hoje ele toma Gardenal e brometo de potássio mesmo sem a gente não está conseguindo mais espaçar as convulsões já pedi uma segunda na terceira ele tem 4 veterinários e um sempre mudando só tem um que está mudando as os medicamentos mas a gente já não está tendo o mesmo sucesso como a gente tinha antes e um deles diz que o melhor resultado para ele hoje para não sofrer mais seria a eutanásia eu queria pedir uma opinião porque eu não tenho coragem porém me corta o coração e me faz sofrer muito ao ter que pensar em levar ele para o sacrifício eu tenho passado muito mal eu tenho problema de pressão e cada vez que ele fica doente eu fico junto mas só de pensar que sacrificar eu fico mais doente ainda eu peço a vocês que me ajudem porque eu não estou conseguindo pensar mais obrigado espero resposta em breve porque eu realmente já estou muito doente

  96. Sandra Mireilles de Castro

    Tenho um Shit zu de 4 anos, começou a ter crises convulsivas aos 2 anos, levei veterinário e ele passou a medicação epsol, mesmo tomando o epsol as crises eram de 6 em 6 meses… recentemente passaram a ser de 15 em 15 dias mesmo sendo medicado de 12/12 h. Muito triste, não sabemos mais o que dazer, as crises dele são muito forte, perde a convivência e se debate e dura aproximadamente uns 2 minutos e repetem 3 a 4 convulsões seguidas, nas crises medicamos tambem com gardenal e floral.

Next ArticleVeja 6 ideias para incentivar a adoção de animais