Se está no Facebook é verdade?

Todos os dias a gente lê um monte de coisas nas redes sociais sobre o mundo dos animais. A questão é, o que tem de verdade, mentira e meia informação nessas matérias?

Ei, um gato sentou no seu colo? Dá o play e continua com o carinho aí!

Gato tem medo de pepino?

Com certeza você já viu um vídeo assim no Facebook:

E aí, é verdade ou mentira?

Mentira! Seria mais uma questão de susto que medo. Quase sempre os gatos estão comendo, bebendo água ou tirando seu soninho de beleza quando se dão conta do pepino parado ali, do nada!

Olhando assim de repente, eles podem pensar se tratar de uma ameaça, poderia ser uma cobra, por exemplo. É um estímulo de defesa, apenas isso. Se tivessem usado uma cenoura, provavelmente aconteceria o mesmo. Mas você não vai testar isso, né? É completamente desnecessário estressar um animal desse jeito por nada.

Fezes de cachorros transmitem o “Bicho Geográfico”?

A página do Facebook Pregue a Verdade, apresentou essa imagem assustadora aí dizendo o seguinte: “Quem tem cachorro e gatos em casa, cuidado ao pisar nos locais onde ele faz xixi, mesmo que já esteja seco.
Isso é Larva Migrans Cutânea, também chamado de Bicho Geográfico. Realmente é um parasita presente nas fezes de cães e gatos infectados que se hospeda na pele de seres humanos, causando irritação e muita coceira.”

Meia verdade! A informação da Larva Migrans é real, por isso existe a proibição de levar cachorros na praia (as fezes contaminam a areia que podem transmitir a doença para os banhistas). Dissemos meia verdade, porque o Ancylostoma é um verme presente no intestino dos cachorros e nesse caso houve uma contaminação por vias erráticas no ser humano, causando coceiras e processos inflamatório no local. Ressaltamos que esse tipo de contaminação não é tão comum como apresentado, fique tranquilo.

A veterinária Marcela Machado, nos explicou que esse é um verme muito comum nos cachorros, por isso a importância em manter o animal sempre vermifugado e em um ambiente higienizado. Os gatos também podem ter Ancylostoma, mas é um tipo diferente. A maioria dos vermífugos do mercado agem bem com esse tipo de verme tanto para gatos, quanto para cachorros. Não deixe de vermifugar seu melhor amigo!

A pelanca dos gatos existe para protege-los?

Essa imagem rolou em várias páginas das redes sociais, mas peguei como exemplo do instagram @mundoanimal43.

A imagem vem com a seguinte informação:

“Essa gordurinha se chama Bolsa Primordial.
Ela serve para permitir a expansão do abdômen, principalmente em gatos selvagens que precisam comer muito de uma só vez, já que não sabem quando poderão comer novamente.
Essa pele extra também reforça a proteção das vísceras em momentos de combate ou, até mesmo, na hora das brincadeiras.
A pelanquinha é bastante elástica e permite que os felinos se estiquem bastante e possam pular, correr em alta velocidade e desempenhar outros movimentos com maior eficiência.” E aí, verdade ou mentira?

Meia verdade! Vamos considerar assim porque não há confirmação científica do porquê de isso acontecer, apesar da informação fazer sentido. Após a castração também é bem comum essa “pelanquinha” na barriga. Podemos dizer que pode haver questões hormonais envolvida, mas também pode haver muitos outros motivos.

Esses medicamentos são mortais para os gatos

A página Projeto Anjos de Patas divulgou uma lista de medicamentos que podem ser fatais em gatos. Como a gente não é bobo, corremos para consultar a nossa veterinária voluntária e…

Verdade! Todos esses medicamentos são fatais para os gatos. Mas além dessas imagens de medicametos, replico abaixo a descrição do Projeto Anjos de Patas, pois estão super corretos e acredito que a informação precisa ser repassada:

A lista abaixo contém o princípio ativo e respectivamente as marcas comerciais mais famosas.

  • Acetominofeno/Paracetamol: Cimegripe®, Naldecon®, Sonridor®, Tylenol®, Vick Pyrena®
  • Ácido Acetilsalicílico: AAS®, Aspira®, Coristina D®, Melhoral Infantil®
  • Diclofenaco Sódico: Cataflam®, Voltaren®
  • Fenazopiridina: Pyridium®
  • Ibuprofeno: Advil®, Alivium®, Buscofem®
  • Benzoato de Benzila: Acarsan® / Uso Veterinário: Sabonete Mata Cura®
  • Deltametrina: Escabin® / Uso Veterinário: Coleira Scalibor®
  • Permetrina: Keltrina® / Uso Veterinário: Advantage Max 3®, Defendog®, Garma Igr®, Pulvex®, Pulgoff®

Alguns sinais de intoxicação:

  • Vômito
  • Diarreia
  • Hemorragia GastroIntestinal (Vômito com Sangue, Diarreia com Sangue)
  • Aumento da Ingestão de Água
  • Aumento da Quantidade de Urina
  • Salivação Excessiva
  • Língua e Gengiva Azuladas
  • Aumento ou Diminuição da Temperatura do Corpo
  • Diminuição da Pressão Arterial
  • Arritimia Cardíaca
  • Diminuição dos Batimentos Cardíacos
  • Dificuldade de Respirar / Falta de Ar
  • Inchaço das patas e face
  • Perda de Reflexos
  • Letargia
  • Vocalização Excessiva
  • Incoordenação Motora
  • Tremores das Patas, da Cabeça e/ou do Corpo Todo
  • Movimentos Rápidos de Orelha
  • Contrações dos Músculos da pele e face
  • Pupila Muito Dilatada ou Muito Contraída
  • Paralisia
  • Convulsão
  • Coma
  • MORTE

CASO SEU GATO TENHA ALGUM DESSES SINAIS, LEVE-O IMEDIATAMENTE AO VETERINÁRIO!

Gato com reflexo duvidoso

Shirley, fica tranquila. Essa imagem é mentira! 😜

A grande parte das informações que eu colhi das redes sociais, de fato faziam sentido. Mas não é por isso que você deve acreditar em tudo o que lê por aí, na dúvida, pesquise em sites sérios, como o nosso, ou converse com um veterinário de sua confiança.

Até a próxima! 🤓

O texto de hoje foi revisado pela médica veterinária voluntária Marcela Machado CRMVRJ 9867

Leave a Reply to tercio Cancel Reply

2 Comentários

Next ArticleSaiba tudo sobre bichoterapia