Tudo o que você precisa saber antes de cortar as unhas do seu gato

Gatos que vivem em ambientes pequenos que não possibilitam o desgaste de suas unhas acabam com unhas muito grandes, por vezes afiadas de modo que até se machucam ao se coçar, em alguns felinos mais idosos as unhas racham ao meio e causam dor, nos bem novinhos são fininhas e digamos, bem afiadas.

Alguns gatinhos têm verdadeira fixação por arranhar móveis, desfiar tapetes, sofás. Alguns animais fazem isso por tédio, falta de brinquedos, arranhadores ou simplesmente para chamar atenção, mas isso é papo para outro dia. Você pode até querer cortar suas unhas por isso, mas é preciso que seja feito com muito cuidado para não machucar seu peludinho e é sobre isso que vamos falar hoje.

Conhecendo a estrutura das unhas do seu gato

Por dentro das unhas do gato, na parte rosada há um vaso sanguíneo que se você cortar por engano irá sangrar e doer bastante.

Corte somente a parte branca! Observe as fotos a seguir:

unha de gato_Fotor_Collage

Hora do passo-a-passo

Fizemos um passo-a-passo do que você precisa saber antes de cortar as unhas do seu gato:

IMG_3063_Fotor_Collage

  1. Você vai precisar de um cortador de unhas próprio para gatos e que seja de qualidade, caso contrário ele poderá rachar a unha do gato causando muita dor.
  2. O gato precisa estar confortável no seu colo, na caminha dele ou onde se sentir mais seguro. É preciso ser ágil para realizar os cortes sem estressá-los.
  3. Você pode enrolar o gato na toalha, deixando apenas a cabeça e a pata que terá as unhas cortadas de fora.
  4. As unhas se escondem nas almofadinhas. Pressione suavemente o centro da patinha para que as unhas apareçam e você consiga realizar o corte.
  5. Caso não consiga realizar todos os cortes de uma vez deixe o gato ir e quando ele esquecer comece tudo de novo.

Lembrete:

Vale lembrar que a onicectomia ( retirada completa das unhas do gato ) é crime previsto por lei “O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) publicou a Resolução 877, o artigo IV trata especificamente das cirurgias em pequenos animais e proíbe as operações consideradas desnecessárias ou que possam impedir a capacidade de expressão do comportamento natural da espécie, permitindo somente as que atendem as indicações clínicas. A legislação proíbe a conchectomia (corte de orelhas) e cordectomia (retirada de cordas vocais) em cães, e onicectomia (retirada das unhas), em felinos.

Caso ainda não se sinta seguro para fazer sozinho, procure ajuda do seu veterinário de confiança.

É isso aí galera! Semana que vem a gente volta com mais um post bem legal pra vocês!

Leave a Reply

3 Comentários

  1. Pingback: Amigo Não se CompraDicas para cuidar do seu gato - Amigo Não se Compra

  2. Gente achei muito legal e informativo o site, as dicas…
    mas meu gato não.
    Ele deve ser um agente do caos, como diz meu namorado, pq não aceitou de modo algum cortarmos as unhas dele.
    No final estamos todos unhados e tivemos que levar ele no pet.

    • Fabiana Xavier

      Olá, Fabiana!

      As unhas dos gatos formam a defesa natural dele. A gente entende que dentro de casa e sem as saidinhas, eles não têm do que se defender, mas levando em conta que eles consideram tudo ao redor presa e caça, eles acreditam que precisam dessa proteção. Talvez seja um dos motivos pelos quais ele não aceita que você corte suas unhas. Ele deve ser bem arteiro e brincalhão. Nesse caso, realmente é melhor levar em um especialista para evitar que ele se machuque durante o processo.
      >> Obs: rindo litros com o “agente do caos”. kkkkk…

      Um abraço! :D

Next ArticleBella: uma surpresa no capô do carro, parte II