Viajando de ônibus ou de carro com seu bichinho

 

Viajando com seu cão

Oi gente, tudo bem?

Temos uma nova escritora aqui no blog do Amigo Não se Compra! A Maria Clara foi uma das pessoas que acreditou em nosso site desde o início e agora vai fazer parte de vez do time, escrevendo pro blog! Aí vai o primeiro texto dela:

Olá! Meu nome é Maria Clara Marcondes. Moro em Brasília e sou aposentada. Conheci o site “Amigo não se compra” quando ele ainda estava nascendo e colaborei pra que ele entrasse no ar. Assim, quando a Natália pediu ajuda para o site e para o blog me ofereci para colaborar, já que amo animais, gosto de escrever e tenho tempo livre. Hoje estreio aqui dando dicas sobre como viajar com nossos pets de onibus ou de carro. Espero que vocês gostem tanto quanto eu gostei de escrever. Obrigada por ler. Sintam-se a vontade para comentar!

O blog já falou sobre viajar com nossos pets de avião e hoje vamos falar sobre viajar de ônibus ou de carro. Para tanto, pegamos um depoimento sobre cada caso.

Viajando de ônibus:

Meu filho Rodrigo levou sua cadela Manchita do Rio a Porto Alegre de ônibus. Uma longa viagem: mais de 24 horas. Ele levou água e comida, conversou com ela durante a viagem e fez bastante carinho. No fim, ela se comportou como uma princesa! E olha que não era acostumada a viajar nem a andar de carro. Caixa de transporte para cães

Para poder levar a Manchita o Rodrigo teve que seguir as normas das empresas de ônibus que não exigem a GTA (Guia de Trânsito Animal) mas sim um atestado, assinado por um veterinário, que comprova as boas condições de saúde do animal. Esse documento deve ser emitido no máximo 15 dias antes da viagem. Além desse atestado, algumas empresas podem exigir a carteira de vacinas atualizada.

O Rodrigo pagou uma passagem (o valor é o mesmo pago por qualquer passageiro) para que a Manchita fosse acomodada na poltrona ao lado da dele. Ela teve que viajar numa caixa de transporte, a mesma que deve ser usada em viagens de avião e só pode sair da caixa durante as paradas. A garrafinha que vira bebedouro

Ao contrário das viagens por avião, em que o animal não pode estar sedado no momento do embarque, nas de ônibus é possível fazer isso com a orientação de um veterinário. O Rodrigo preferiu não sedar a Manchita mas tinha a mão um remédio, receitado pelo veterinário, caso ela desse alguma alteração e incomodasse os outros passageiros, o que não aconteceu. As empresas só costumam embarcar animais de pequeno e médio porte. Se seu pet nunca viajou e nunca usou a caixa de transporte convém habituá-lo pelo menos uns 15 dias antes da viagem. Uma boa dica é colocar a caminha que ele normalmente usa dentro da caixa e deixá-lo dormir lá.

Viajando de carro:

Cinto de segurança para viajar com seu cão

Já para as viagens de carro peguei todas as dicas com a médica veterinária Roberta Dumpel. Além de veterinária especializada em fisioterapia para cães e gatos, Roberta também é a orgulhosa mamãe do Scott, um beagle que desde de pequeno viaja com ela de carro para o Rio de Janeiro. Apesar de acostumado a viajar, durante a viagem o Scott não gosta de comer e essa é uma boa dica: evite dar muita comida ao seu pet, antes ou durante a viagem, porque o balanço do carro pode provocar enjôos. Se seu pet já enjoa quando anda de carro, convém pedir ao veterinário que passe um remédio para ser usado na viagem.

A Roberta tem uma capa para cobrir o banco do carro e costuma levar também a caminha do Scott. Ele vai no banco de trás preso com um cinto próprio, o mesmo que se usa para pequenos passeios e que é preso à coleira – aliás, este cinto é obrigatório para transporte de animais em carro nas cidades e estradas. De tempos em tempos ela oferece água ao Scott numa garrafinha que vira uma vasilha. A garrafinha e a capa são facilmente encontradas em pets shops. Como é uma viagem longa, eles sempre param num hotel para dormir. O hotel aceita pets e, se você também pretende se hospedar em um hotel, pesquise antes um local para paradas que aceite animais ou verifique se na cidade existe um hotel para pets.  Capa para proteger o banco o carro

Como vocês podem ver, não é tão difícil contar com a companhia do seu melhor amigo também em viagens! Seja qual for o meio de transporte, ou mesmo se vai deixá-lo em casa aos cuidados de outra pessoa, o mais importante é nunca deixá-lo sem cuidados. ;-)


Fontes:

Site do IDEC – Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor e www.guiadedireitos.org
Dra. Roberta Dumpel, CRMV 2261- Clinica Fisio Life – Brasília – DF

 

Leave a Reply

11 Comentários

  1. Fabiana

    Que texto maravilhoso! Parabéns Maria Clara! Viajei poucas vezes de ônibus com meu gatinho e precisamos de cuidados especiais sim, mas nada que tire o brilho de passear com nossos filhotes!

  2. Júlio Silva

    Excelente texto.. informações precisas e realmente úteis.. grato pela orientação. Aguardando por textos de igual ao nível.

  3. Roberta Dumpel

    Parabéns, Maria Clara!!!!!
    O texto ficou excelente, com todas as informações importantes e necessárias para uma viagem com pets!
    Adorei!
    Bjss

  4. Carol Del Masso

    Adoreeei!!
    Nao sabia de 80% das informações que vc passou! Obrigada :)

  5. Cláudia Del Percio

    Muito legal o texto. Eu nem sabia que era permitido viajar de ônibus com pets! Muito informativo. bjs

  6. Pingback: Guia de como se divertir nas férias com seu petAmigo não se compra

  7. Pingback: 10 passos para deixar seu cachorro mais feliz

  8. Pingback: 7 motivos para não ter um animal em casa

  9. Tania Braga

    Olá Maria Clara ou quem administra o Blog.
    Tenho 1 Cadelinha de quase 13 anos . Viajávamos direto de carro do Rio de Janeiro para outra cidade a 200km muito bem. Paramos de usar nosso carro faz tempo pois meu marido nso quer msis dirigir .parou mesmo há anos. Eu sinto falta e não posso msis viajar passear pra ualquer cidade ou outro Estado porque não fico sem minha cachorrinha. . E não tm como isso de ônibus com ela . Ele é uma Cocker MIX tamanho médio hoje idosa e obesa não cabe numa caixa que eu possa levar. Fica pesado a caixa mais sinos com ela só se fosse de rodinha e muito grande. Ela está Ns faixa de 17/18kg. E soube que compañías de ônibus e ou ações só permitem viagem com animais junto ao lado nas condições que vocês tô bem descreveram. Caixa tm limite máximo. E o animal tmbem tem limite máximo. Eu não vivo sem cachorro. Sou portadora de doença mental e o cão é a fortaleza e necessidade da minha vida. Com essas proibições sou proibida também de viajar já que minha filha canina não pode.
    Então pergunto se podem ajudar a mim e outros Ns mesma situação em saber como podemos viajar com nossos cães de ônibus sendo maiorzinhos . Porque só os pequeninos podem.?????
    Tem que haver DIREITOS IGUAIS PARA TODOS CÃES E TODOS HUMANOS QUE DEPENDEM SUA VIDA SAUDÁVEL FICAR COM SEU CÃO.
    Então peço ajuda para 2 coisas.
    1- Direito poder viajar de ônibus (MESMO EM CAIXA OU FOCINHEIRA pra cães médios ou grandes em Ônibus.
    2- Vocês podem ajudar a sociedade as autoridades E ACRESCENTAR NAS LEIS DO NOSSO PAÍS O FATO IMPORTANTE QUE TEM QUE TER CÃES GUIAS OU CÃES TERAPÊUTICOS COM MESMOS DIREITOS DOS CÃES E DO PACIENTE DE TEREM SEUS CÃES GUIAS OU CÃES TERAPEUTA PODER ANDAR DE ÔNIBUS URBANO, NOS LUGARES PÚBLICOS FECHADOS E TODOS DIREITOS DO CÃO GUIA PARA OUTROS PACIENTES NÃO SÓ OS DEFICIENTES VISUAIS. SOU SOZINHA SÓ UM ESPOSO IDOSO E GOSTO E PRECISO SAIR OU ATÉ PASSEAR E TAMBÉM TENHO IDADE E DOENÇA MENTAL SENDO SEM FAMILIARES .SÓ OUTROS ESTADOS QUE NUNCA VEJO. PRECIO DA COMPAÑÍA E AMIZADE DOS CÃES. NÃO POSSO VIVER SEM UM CACHORRINHO. PORQUE NÃO POSSO VIAJAR COM MINHA FILHINHA SÓ PORQUE É MAIORZINHOS NÃO MIUDINHA???? E PORQUE NÃO PODEMOS TER UM CÃO TERAPEUTA OU GUIA COMO OS DEFICIENTES VISUAIS SE TENHO DIFICULDADE ANDAR SOZINHA ME PERCO E PRECISO DE UM CÃO SEMPRE COMIGO.
    POR FAVOR PODEM PESQUISAR SOBRE ESTES 2 TEMAS E ME AJUDAR OU COLOCAR A SOCIEDADE COLABORAR PRA LUTAR POR NÓS QUE TAMBÉM PRECISAMOS DE UM CÃO E AMAMOS ELES MAIS QUE NOS MESMOS E OS CÃES SÃO A VIDA MAIS IMPORTANTE WUE OS HUMANOS JÁ QUE SÃO AMIGOS FIÉIS CONSTANTES E INTELIGENTES QUE PODEM NOS AJUDAR DE VERDADE????

  10. Pingback: Vai viajar? Confira o que não pode faltar na mala do seu cachorro

  11. Pingback: 15 Mitos e verdades sobre cães e gatos

Next ArticleSobre cães e bebês