5 Dicas para controlar a ansiedade do seu cão em meio a pandemia

Estamos entrando no segundo ano da pandemia e não está fácil para ninguém. Mas você já pensou que para os nossos amigos caninos que não fazem ideia do porquê estamos tanto tempo em casa e passeando cada vez menos na rua ou parquinho, os sentimentos podem estar confusos também?

Saber controlar a ansiedade do seu amigo em meio à pandemia é tão importante quanto cuidar da sua saúde mental e de toda a família.

A maioria das pessoas está vivenciando uma nova rotina e a presença frequente em casa, pode fazer com que o cachorro desequilibre suas emoções e acabe se sentindo muito sobrecarregado. Pensando nisso, fizemos o post de hoje para te ajudar a lidar com tudo que vem acontecendo e assim promover mais bem-estar para o seu cachorrinho.

Então, vamos lá! Lidar com a ansiedade do cachorro é mais simples do que parece, desde que você se atente para os sinais sutis e possibilite que ele tenha uma vida mais saudável e equilibrada. Confira nossas 5 dicas para que ele fique bem:

1- Estabeleça uma rotina

Com a mudança brusca e sua presença mais recorrente em casa, procure criar uma rotina para o seu cachorro. Tenha uma hora para acordar, brincar, se alimentar e, semanalmente, dar aquele banho.

Criar esse senso de que “há tempo para tudo” pode aliviar a ansiedade no cachorro, além de impedir que ele fique tanto tempo no tédio. Entretanto, vale salientar que é igualmente importante que o seu cachorro também possa ter períodos sozinhos, para que ele sinta a própria presença. Muitas vezes, o cachorro ansioso está sobrecarregado com tanta gente em sua volta e precisa do seu cantinho para descansar sozinho e restaurar o seu equilíbrio emocional.

2- Promova estímulos diferentes no ambiente

Como mencionamos acima, é preciso cuidar para não desencadear o constante sentimento de tédio no seu cachorro. Para isso, você deve investir em estímulos diferentes no ambiente.

Vale mudar os móveis de lugar, criar espaços com novas brincadeiras, adquirir alguns brinquedos novos, enfim. Crie possibilidades de fazer com que a mente e a cognição do amigo sejam ativadas, e assim, impeça que ele se sinta ansioso e estressado.

3- Crie brincadeiras no quintal de casa

Se você tem um quintal em casa, não há nada melhor do que aproveitá-lo para controlar a ansiedade do seu cachorro. Isso porque você poderá criar circuitos para que ele brinque e ainda pode aproveitar o momento para adestrá-lo e treiná-lo dessa forma.

Lembre-se de que, assim como é importante para os seres humanos, o sol também é indispensável para a saúde dos animais, inclusive para regular o sono dele. Por isso, permita esse contato sempre que possível.

4- Dê atenção para o cachorro em momentos específicos do dia

Você deve criar uma rotina onde seja possível estabelecer um contato mais próximo com o cachorro, diariamente. Ou seja, ele precisa saber que você está ali com ele, pronto para encher de carinho, falar com ele e ainda aproveitar momentos de diversão e descanso.

Esse vínculo é imprescindível para que ele perceba o seu amor e se sinta menos ansioso. Afinal, a sensação de abandono pode ser muito prejudicial para a saúde mental do cãozinho.

5- Invista em músicas e atividades relaxantes

Por fim, tente criar espaços relaxantes para que o seu cachorro possa descansar e reequilibrar as suas energias internas. Um exemplo para isso seria investir em músicas relaxantes para pets, além de apostar na aromaterapia e organizar o ambiente dando-o muito carinho e atenção.

Com todos esses cuidados, ficará muito mais fácil controlar a ansiedade do seu cachorro em meio à pandemia. Pratique esses cuidados e veja os resultados!

Agora, me conta aí: o que você tem feito com o seu cachorro nesses dias de confinamento?

Até a próxima! 🐶

Texto escrito em parceria com o webcachorros.com.br.

Leave a Reply