Conheça 7 formas de evitar que seu pet se perca

Todos os dias presenciamos pessoas desesperadas em busca de seu melhor amigo peludinho. Funciona mais ou menos assim, você tem um gato ou cachorro que nunca sai de casa ou são super tranquilos na rua, daí um belo dia você está no estacionamento e do nada surge um povo falando alto, rindo e brincando, ele se assusta e foge. O que resta é apenas uma pergunta, para onde ele foi?

É uma dor, uma sensação de vazio no peito, é como se o chão se abrisse e você fosse caindo aos poucos em direção a um lugar frio e escuro.
Vemos o desespero nos olhos, a tristeza emana pelos poros e saudade comprime o peito!

A maioria das pessoas que criam seus animais sem contato com rua não se preocupa muito em colocar uma plaquinha de identificação, mas isso é fundamental ainda que ele não saia muito.

A segurança do seu pet é responsabilidade sua mas não vamos deixar você sozinho nessa. Vamos apresentar à você diversas opções e você pode escolher a que melhor se adéqua ao seu bolso ou gosto.

Detetive particular de animais

sherlock-holmes

Alguém aqui lembra do filme Ace Ventura? Estrelado por Jim Carrey o filme conta a história de um detetive atrapalhado que desvendava casos envolvendo animais.

O que parecia algo surreal hoje em dia é comum. Na verdade esses profissionais são detetives especializados em espionagem, sabe? Casos extra conjugais, pessoas desaparecidas, enfim, são detetives comuns que viram um nicho no mercado e começaram a se especializar em encontrar animais que foram roubados ou fugiram por algum motivo.

Eles usam inclusive outros animais para localizar o que se perdeu. Como são especialistas em encontrar pessoas e animais, conseguem ter uma visão que nós não temos até mesmo pelo desespero que nos encontramos nessa situação. O importante é fazer contato o mais rápido possível pois quanto antes ele começar o trabalho maiores as chances de encontrar o animal perdido.
O trabalho de um detetive particular gira em torno de R$3.000,00 podendo chegar até R$5.000,00 dependendo do profissional contratado.

Localização por GPS

Já temos no Brasil uma empresa que vende um produto chamado Pet Locator, ele é preso a coleira do animal e funciona inclusive em lugares onde o sinal é fraco, pois além de GPS conta com um sistema que é ligado ao chip GSM e tem suporte no sistema Android e IOS.
O rastreador é ativado quando o responsável realiza login em sua página para verificar a localização do seu pet.
O sistema é completo e você pode programar para receber alertas de sua posição
em área pré- programada pelo dono, as mensagens são enviadas para o celular.

Esse sistema não é por assinatura mensal, mas você precisa realizar “recargas” junto a operadora e a cada pedido de localização do seu bichinho custará o valor de um envio de sms da operadora. O dispositivo vem com um pequeno painel solar que capta energia e aumenta a vida útil da bateria que dura de 5 até 15 dias e pode chegar até aproximadamente 30 dias.
O custo desse sistema é de aproximadamente R$800,00

Localização por Chip

microchip

Microchip em comparação a um grão de arroz

A aplicação do chip é muito simples e sem dor, não é preciso cirurgia. O microchip é aplicado sob a pele do animal como uma vacina. Ele é bem pequeno, do tamanho de um grão de arroz e este objeto tão pequeno é capaz de armazenar todos os dados do pet e do proprietário também, são registrados RG, CPF, nome e endereço do proprietário, raça, cor e sexo do animal.

Esse chip é muito seguro e não sai do lugar, então, não precisa se preocupar em ele ir passeando pela corrente sanguínea como muitos creem. O responsável pelo animal recebe na hora do implante uma senha para realizar o acompanhamento das informações do pet.

O problema desse sistema é que para ser realizada a leitura em caso de perda, quem encontrá-lo teria que ir a um local onde tivesse um leitor de chip universal. Nem todas as clínicas possuem e não sabemos se quem encontrar vai querer ir em clínicas buscar essa informação.

Vale frisar que o chip não tem a função de rastreador, mas sim de um registro geral que possibilita quem encontrar o animal localizar o dono.

No Estado de São Paulo esse trabalho é muito comum no Centro de Controle de Zoonoses. Antes de realizarem a doação, o animal é chipado, isso ajuda para que esses animais não sejam abandonados, pois se isso ocorrer, eles conseguem identificar em o fez e o responsável é identificado e processado.
O custo da aplicação desse chip nas clínicas gira em torno de R$150,00 dependendo da sua região.

Placa de identificação

max

A Max Identidade é uma plaquinha de identificação que pode ser comprada no site da Max-Total Alimentos. A plaquinha vem com um código, esse é o número de identificação do pet. Então é só cadastrar nesse mesmo site todas as informações que forem solicitadas e pronto, seu amigo está protegido e se desaparecer, é só entrar em contato pelo 0800-725 85 75, pelo e-mail: [email protected] ou pelo próprio site que eles vão mandar e-mails, entrar em contato com ONGs e Pet Shops da região do pet desaparecido. Também deixam a informação disponível no site, assim o dono pode divulgar para todos os amigos e familiares para ajudar a localizá-lo. 

Se alguém encontrar seu amigo com essa plaquinha, é só entrar em contato com eles informando o número de registro. Eles vão identificar qual é o animal desaparecido e vão entrar em contato com o responsável.
Essa plaquinha é vendida em várias pet shops e comprando no site deles sai a R$14,90.

Plaquinha de identificação tradicional

placa de identificação

Essas plaquinhas são as mais comuns e você a prende na coleira do seu cachorro ou gato.
Você encontra em qualquer pet shop do Brasil, nelas são gravadas o nome do seu amigo e seu telefone. Fica muito mais fácil caso ele fuja ser encontrado, a pessoa que o encontrar te liga e vocês marcam como recuperá-lo.
Nós vendemos essa linda plaquinha aqui no site do Amigo e custa R$22,50.

Identificando seu pet com criatividade

unnamed

Se você gostou de todas as dicas mas a grana está curta, não tem problema, a gente entende e não te deixa na mão.
Faça você mesmo a identificação do seu melhor amigo!
É muito simples, anote em um papel em branco o nome do seu amigo peludinho e seu telefone. Corte o papel da espessura da coleira e vá enrolando com fita adesiva desde um pouco antes do papel até um pouco depois. Pronto, seu amigo já esta identificado e seguro!
Custo: como normalmente temos tudo em casa ou podemos pegar no vizinho, é totalmente gratuito!

Como encontrar seu melhor amigo peludinho

Se você por algum motivo se perdeu do seu peludinho, mantenha a calma e siga essas dicas para encontrá-lo:

  • Pegue a foto mais atual do seu gato ou cachorro onde ele esteja bem visível, crie cartazes e espalhe pela cidade em locais autorizados
  • Peça autorização para distribuir as fotos dele em lojas próximo a sua residência
  • Utilize todas as redes sociais para divulgar
  • Chame amigos e parentes para ajudar na busca, assim pode cobrir uma região maior
  • Procure em ONGs, abrigos, com protetores, clínicas veterinárias e Centro de Controle de Zoonoses mais próximo
  • Faça anúncio em sites especializados como o www.cachorroperdido.com.br
  • Se houver suspeita de roubo, vá a delegacia mais próxima pois eles tem acesso a câmeras de segurança da região o que pode facilitar o encontro

A maior parte dos acidentes sempre acontece nos momentos de distração e é assim que nos perdemos dos nossos peludos amados. Um segundo com a porta aberta, um portão mal trancado, muros baixos, gatos em casa sem tela de proteção, na consulta ao veterinário, em épocas que soltam fogos de artifícios, enfim, são muitos os momentos que precisamos estar atentos.

Prevenir é sempre a melhor solução, escolha uma das opções que citamos acima e proteja aquele que sempre vai te amar! Com seu amigo seguro, poderão se divertir mais e serem mais felizes, sem preocupações!

E aí, gostaram das nossas dicas? Qual das opções vocês mais gostaram?

Semana que vem a gente volta com mais dicas e cuidados para vocês, até lá! 😃

  • Fontes:
    http://www.detetivesdeanimais.com.br
  • http://inosat.pt/particulares/pet-locator.aspx
  • http://www.animalchip.com/site/content/home/

Next ArticleComo proteger os animais no inverno