De volta ao novo normal

Ufa, enfim estamos começando a voltar com a vida ao normal, ou melhor, ao novo normal.

Muitas coisas mudaram e não poderão, ainda bem, ser como antes. Outras, no entanto, deverão permanecer exatamente como estão. Que tal a gente aproveitar esse tempo para refletir um pouquinho sobre o que é normal?

Higiene

É importante, por nós e pelos outros, que a gente mantenha a atenção máxima com a higiene. Sem essa de sair sem um vidrinho de álcool em gel na bolsa! Recomendo também lencinhos umidecidos ou mesmo lenços descartáveis, caso suje as mãos na rua.

Sabe o que é também é legal? Doar material de limpeza para os abrigos. Eu sei que os animais não foram afetados pela COVID-19, mas os protetores estão passando muito aperto e uma ajudinha com material de limpeza, com certeza vai ser bem-vinda.

Respeito

Se respeite e respeite as pessoas que você ama, use máscara! Pois é, mesmo depois que isso tudo passar, se gripar ou mesmo se não estiver bem, não abandone sua máscara. Por você e por quem você ama.

Quando for levar seu cachorro para passear, mantenha certa distância das outras pessoas, a recomendação é de 2m. Aproveite essa desculpa e se encontrar com alguém chato, diga que não pode falar por causa das recomendações de segurança. 🤭

E por respeito a todos, se seu cachorro fizer cocô, limpe o local. Se ele fizer xixi, você pode jogar uma misturinha de desinfetante com água sanitária no local. Vamos respeitar nosso ambiente e manter a cidade limpa, ok?

Responsabilidade

Essa pandemia também teve muito impacto nas relações e como vemos o mundo. Temos que ser responsáveis pelos nossos atos.

Se não estiver se sentindo bem, fique em casa. Se se sentir febril, busque ajuda médica e fique em casa. Compre o necessário, você não precisa de todo álcool em gel do mercado, correto? Para você cuidar do outro, de quem você ama, você precisa estar bem, certo?

O mesmo vale para os bichinhos adotados. Nestes meses em que fomos obrigados a nos distanciarmos, a ficarmos longe de quem amamos, foi muito difícil. Muitas pessoas adotaram um bichinho para fazer companhia nesses dias difíceis e foi bom. Mas agora, que estamos voltamos aos poucos ao novo normal, notamos um aumento nas doações dos animais. Não digo isso apenas pelos dados aqui do site do Amigo Não se Compra, mas também devido a conversas com alguns protetores. Teve gente que ao devolver disse simplesmente “agora não tenho mais tempo pra cuidar dele”.

Sabíamos que em algum momento votaríamos a vida normal. Ainda estamos caminhando, mas em breve cinemas, escolas, teatros e bares estarão abrindo em horário normal. Será justo usar os animais apenas como apoio e depois devolver no abrigo?

É preciso pensar em muitas coisas antes de adotar. Não importa o que esteja acontecendo em nossas vidas, é preciso pensar na vida deles também.

Você tem condições de manter a saúde e alimentação dele? E se ele adoecer, tem como cuidar? Tem tempo para bricar com ele, dar atenção e carinho? Você viaja muito? Com quem ele vai ficar enquanto você viaja?

O fato de uma pessoa não poder mais ficar com o bichinho, não a exime de certas responsabilidades. Se uma pessoa adota, é responsável por ele e assim também responsável por encontrar um outro lar para ele.

As pessoas não podem simplesmente devolver os bichinhos nos abrigos, como se tivessem comprado uma cadeira numa loja. Daí reformam a sala e decidem que ela não vai mais ficar legal no cantinho. Não podem colocar os bichinho na calçada a espera de que alguém a retire, como acontece com uma cadeira velha.

Estamos aprendendo a seguir em frente. Estamos seguindo em meio a dor, devido a tantas vidas perdidas, em meio a tristeza, por tantos momentos que perdemos, em meio a incertezas. Mas eu ouso afirmar que não vamos conseguir seguir em frente cometendo os mesmos erros do passado.

Somos melhores hoje que antes desta triste pandemia e assim devemos continuar nossa evolução.

Agora, me conta: o que tem feito durante esse distanciamento social? Adotou algum bichinho? Fez uma hortinha? Deixa aqui nos comentários pra gente continuar o papo.

Até a próxima! 😉

Leave a Reply

Next Article7 Dicas matadoras só pra quem tem animal em casa