Inspire-se com bons exemplos dos animais

Março é um mês muito especial para nós: Dia 14 de março, comemoramos o Dia Nacional dos Animais. Não é difícil entender o porquê amamos tanto nossos amigos peludos, mas é sempre bom lembrar de quem nos faz bem. Então, continue com a gente e confira exemplos incríveis que nos fazem amar cada vez mais esses pequenos.

Companheirismo

Quem tem um bichinho jamais se sentirá sozinho e a Lola está aqui para provar.

Da esquerda para direita: Lola e Nina

Nina, é uma poodle que sofre de diabetes e assim como acontece com os humanos, os cães têm os mesmos sintomas e efeitos colaterais decorrentes da doença. Infelizmente, Nina ficou cega em decorrência da doença. Mas calma, ela não ficou sozinha. A sua amiga inseparável Lola sempre estará com ela. Em entrevista ao site Catioro Reflexivo, “A tutora conta que sua outra cadelinha, Lola, quando viu Nina com algumas dificuldades, passou a ‘cuidar’ da irmãzinha. Agora, Lola passa os dias colada em Nina, tentando ajudá-la.”

Cuidado

Já ouviu o ditado “Quem ama cuida”? Pois, é! Confere só essa notícia divulgada pelo site Razões para Acreditar.

Em plena onda de frio, uma bezerra havia acabado de nascer na fazenda de Bonnie Potoroka. Toda molhada e tremendo de frio, o filhote foi levado para dentro de casa por Bonnie e, instantaneamente, adotado pela cachorra Mickey.

Foram os pelos longos e o amor da cadelinha que fizeram a bezerra sobreviver! A fazenda fica na cidade de Saskatchewan, que faz fronteira com o Canadá. Segundo a fazendeira, o termômetro marcava -10º, o que a deixou bastante preocupada em relação ao filhote.

Foi ao sair para verificar se a vaca estava bem que Bonnie se deu conta de que a bezerra já tinha nascido e corria perigo com as baixas temperaturas do estábulo. “Não estava quente o suficiente. Um bebê está molhado quando nasce e ela já estava ficando com frio, suas orelhas estavam começando a congelar, então eu a levei para dentro e foi onde ela ficou”, relembra.

Durante os dias seguintes, a cadelinha Mickey e o filhotinho passavam os dias aninhados junto ao aquecedor da casa. Quando o bebê não está no celeiro sendo amamentado pela mãe, as duas são inseparáveis. Hoje, a bezerra já está maior do que a cachorra, mas nem por isso elas deixaram de ser melhores amigas!

Inteligência

O doguinho aqui foi muito inteligente e esperto e correu logo para a clínica veterinária para buscar ajuda.

O cachorrinho entrou mancando e parou no cantinho a esperou ser visto. A médica veterinária Dayse Silva honrou a profissão e nos encantou com sua sensibilidade. Assim que o viu, correu para ajudá-lo. O cachorrinho estava com uma patinha ferida e depois, foi detectado um tumor.

Ele ficou internado para tratamento. A Dra informou que ele está se recuperando bem e que as feridas da patinha não causam mais dor. A médica criou uma Vakinha para ajudá-la no tratamento e assim que ele estiver bem, vai ficar disponível para adoção. Você confere aqui o Instagram da clínica onde a Dayse trabalha e pode conferir a matéria completa no site do G1 CE.

Fidelidade

Se é para passar por alguma dificuldade, que seja ao lado de um amigo.

Segundo o site Notícias UOL, a mãe desse lindinho aí da foto, Jilian, concedeu uma entrevista ao site The Dodo, após a foto viralizar na web. “Ela disse que colocou o filho de castigo depois que ele brigou com a irmã. A punição duraria alguns minutos para que ele “pensasse melhor sobre seu comportamento”.

Ao checar como o filho estava, ela disse ter se deparado com o cachorro sentado ao lado de Peyton. Imediatamente ela, que é fotógrafa, registrou o momento.

“Não consegui ficar brava com ele por muito tempo porque foi tão fofo o jeito como Peyton abraçou Dash. Quando Peyton ficou de castigo, acho que Dash sabia que ele precisava de seu amigão”, afirmou Jilian.

Ela declarou ainda que Dash permaneceu ao lado do menino até o fim de seu castigo.

Proteção

Quem disse que a babá perfeita não existe?

A matéria abaixo foi divulgada pelo site Razões para Acreditar.

Se tivesse um prêmio para o animal doméstico mais protetor com certeza iria para o gatinho da Margarita Pereira, que vive em Barranquilla, na Colômbia. Um vídeo dele protegendo o bebê da casa, de cerca de 3 anos, foi compartilhado no TikTok e agora a web inteira está encantada – e admirada – com a esperteza do felino.

No vídeo, o gatinho observa o bebê olhando através da parede da varanda e, na mesma hora que ele segura a grade, fazendo a intenção de subir, o animal morde a mãozinha da criança.

O bebê agarra novamente a grade e o gatinho rapidamente retira as mãos dele, mais uma vez, com as patas. Vendo que a criança estava se afastando, o felino começa a andar sobre a parede, protegendo o bebê.

Praticamente todo mundo que viu o vídeo se admirou com o instinto protetor do gatinho. Os felinos são considerados animais mais apáticos, só que quem tem esses bichinhos em casa sabe que eles ‘adotam’ de verdade seus humanos.

Depois de tantas declarações de amor dos nossos amigos, é impossível não admirá-los e não querer ter um amigo assim por perto. Então, se você já tem um amigo peludo pra chamar de seu, agarra e amassa ele agora! Se quiser, posta uma foto no Instagram e marca a gente lá @amigonaosecompra.

Enquanto eu escrevia este texto, lembrei de uma vez tive uma crise renal e minha gatinha ficou ao meu lado até que eu melhorasse. O seu gatinho ou cachorrinho já ficou cuidando de você também? Ele já acolheu um outro bichinho e levou para casa? Me conta aqui nos comentários.

Até a próxima! 💜

Leave a Reply

Next ArticleConfira tudo o que você precisa saber sobre Alimentação Natural para cães e gatos