A importância da castração

Nossa opinião é muito simples: castrar é o melhor jeito de evitar animais abandonados nas ruas. E isso vale tanto para cães quanto para os gatos.

Imagine: se sua cadela ou gatinha tiver cria, mesmo que você consiga um dono para cada um dos filhotes, as pessoas que os adotaram poderiam ter adotado um bichinho de um abrigo.

A superpopulação de animais domésticos nas ruas tem, como consequência, o sofrimento e o sacrifício dos animais recolhidos das ruas. A maneira mais eficaz para contribuir com o controle populacional e evitar o abandono de animais é esterilizá-los (não acredita? Clique aqui e faça as contas!). Além disso, a castração traz vários benefícios à saúde do seu animal (veja mais abaixo).

Como é feita a castração

A cirurgia é muito simples, principalmente nos machos. Nas fêmeas, é feita a retirada dos ovários, tubas uterinas e útero. A cirurgia é feita com anestesia geral e, no pós-cirúrgico, o animal também é medicado com analgésicos pelo veterinário. Nos machos, é feita a retirada dos testículos e o procedimento pode ser feito apenas com sedativos ao invés de anestesia geral.


Benefícios

  • Previne diversos tipos de tumores e infecção uterina
  • Reduz a demarcação com urina em todos os lugares da casa
  • Evita a agressividade motivada por excitação sexual
  • Diminui as fugas
  • Colabora com a diminuição do número de animais de rua

 

Onde castrar

Além dos veterinários comuns, que cobram pelo procedimento, há diversos locais que fazem castração gratuita ou a preço reduzido. Clique aqui para ver a lista de locais.

 

Doando animais não castrados

Se você está doando um bichinho que ainda não é muito novinho para ser esterelizado, exija do adotante que ele se comprometa com a castração! Clicando aqui você pode baixar um modelo de termo de responsabilidade em que o adotante assina e se compromete a fazer isso.

 

Next ArticleDicas para cuidar do seu gato